domingo, 13 de março de 2011

Onde esta a dignidade feminina?


Olha! Certamente já comentei isso em alguns de meus posts, mas é um assunto que é esfregado na minha cara diariamente. Por que as mulheres levantam a tampa do vaso sanitário e dão descarga na sua dignidade quando o assunto é homem?! Jesus!! O que vejo de exemplos em volta de mim, no cotidiano, nos blogs, nos emails que recebo, é algo impressionante!

Essa história de que somos metade de uma laranja em busca de outra metade, é uma fantasia tipicamente feminina, porque homens não acreditam nessa historinha! Homens procuram companheiras, podem procurar nelas uma mãe, uma mulher para cuidar deles, blá, blá, blá, mas não tem essa idéia de que são a metade de nada. Acho que por isso tem mais sucesso.

Não, gente! Não estou levantando bandeiras feministas, nem defendendo as mulheres, muito pelo contrário. Estou querendo que elas acordem para a realidade de que enquanto continuarem se submetendo a todo tipo de humilhação e fazendo dezenas de concessões, sem nada em troca, vão continuar sendo tratadas como alguém que se usa e se descarta. Claro! Se você não se valoriza, espera que o outro faça isso? Como? De que jeito?

E depois que encontram seu homem que julgam ser sua metade, as vezes um traste que não vale o que come, começam a se submeter a tudo que o cara impõe. Sinto até agonia quando escuto as histórias.

Mulheres que dizem:

- Meu namorado não quer que eu use esmalte vermelho.

- Meu namorado não gosta de me ver de roupa curta.

- Meu namorado não deixa eu usar blusas muito decotadas.

Peraí! O corpo é meu! Se eu usava esmalte vermelho, decote e roupa curta quando o conheci, porque tenho que mudar?! Não ouço o homem dizer que a mulher não quer que ele use bermuda, que não quer que fique sem camisa. Não ouço homem dizendo isso! Dependendo da mulher o cara até muda seu jeito de se vestir, mas certamente não vai ficar anunciando isso como se fosse algo de que se orgulhasse! Notam a diferença?!

Vamos a um exemplo que parece bobo, mas é significativo. Um dia desse uma songa-monga que trabalha comigo chegou com uma xícara no trabalho. Todos nós bebemos café em copos descartáveis. E a songa anuncia para todos na sala que o marido dela a proibiu de beber café em copos descartáveis, porque esses copos contém muitos germes e por isso ela estava usando a xícara. Puta que pariu! Olha, desculpa se você não gosta de palavrão, mas só dizendo um. Essa songa sustenta o marido em tudo, esse filho de uma égua pelada e manca diz para ela que não quer que faça uma idiotice dessa e a songa obedece e ainda anuncia isso para todos com orgulho!!

Às vezes tenho a impressão que sou jogada em 1911, que não estou em 2011.

Veja bem! Não sou contra as concessões sadias que fazemos dentro dos relacionamentos. Para se viver junto com alguém a gente precisa abrir mão de algumas coisas. Mas por favor! Usem o critério, usem a inteligência, não pise na sua dignidade. Existem concessões normais e existem os abusos. Se você permite, o outro vai tomar conta do seu ser, vai te tornar propriedade dele. E pior! Mulheres que vejo que tem o controle financeiro, não estão fazendo isso por necessidade de subsistência!

Mulherada, relacionamentos melhores são os que se caminha junto com seu parceiro, aqueles que se divide a vida, problemas e alegrias e não os que se convive com alguém que diz como você deve agir, se vestir ou pensar!

Interessante é que tive muitos homens na minha vida, mas nenhum falou para mim algo parecido com o que citei acima. Será que é porque eles sabiam que eu não aceitaria? Pensem!

72 comentários:

  1. Afffff! Essa dá xicara foi o EXTREMO da imbecilidade! HAHAHA!
    Concordo, Dama!

    Nós não proibimos os homens de beber, sair com os amigos e nada! Quem são eles pra nos proibir de alguma coisa? Ainda bem que meu relacionamento nao tem isso! HAHAHAHA!

    Revolta apoiada! (Y)

    ResponderExcluir
  2. Vamos personalizar uma xícara para ela com a seguinte frase : #$@! #$ *#$# ##$@%!!! RS

    Beijoca

    ResponderExcluir
  3. Sinceramente, vejo isso ao meu redor também! Mulheres que sustentam proibições dos maridos, namorados e noivos como se fossem troféus, provas de que elas tem quem se importe com elas,as vezes parece que elas esfregam na minha cara e só falta dizer eu tenho vc não tem, até parece que eu faço questão de ter alguém mandando em mim, e sim, esse tipo de atitude me parece carência afetiva brava, ela se enganam pensando que eles estão cuidando delas, mas estão mesmo é controlando, manipulando!

    Na igreja os pastores ensinam que a mulher deve ser submissa, bem se submissão tiver haver com servidão ao marido, desculpe, prefiro viver sem marido e ser livre!!!

    Não aceito essas coisinhas, meu corpo é meu, faço com ele o que acho conveniente, até porque, segundo o cristianismo, seja lá o que acontecer eu vou sentir as conseqüências ruins ou boas sozinha, vou prestar contas dos usos e abusos sozinha diante de Deus!

    E francamente essa sua colega de trabalho, se ela tivesse passado a usar a xícara pq o marido a convenceu com argumentos, aquelas questões ligadas a ecologia, sustentabilidade e tudo o mais, ficava até calada, pq as vezes durante a convivência com qualquer pessoa a gente muda certos hábitos, passa a ter atitudes diferentes, tipo minha irmã sempre fala de produtos testados em animais, que é cruel e blá blá blá e eu acabei mudando minha visão por influencia dela, uma mulher pode mudar de visão, aprender com seu marido, acho isso positivo, algumas concessões também, seder aqui e ali, até para conviver com amigos muitas vezes temos que fazer concessões e ceder que dirá com o marido?!?!?

    Trocar um habito antigo por um que o outro nos ensina e parece melhor vai até a calhar, até pq penso que essa coisa de "vou morrer assim" não rola, se tiver algo melhor quero aprender, MAS mudar pq alguém mandou, por imposição, altoritarismo e exibir isso como troféu é alienação, burrice é ser songa monga mesmo e assim não rola, desse jeito prefiro ficar como estou \o/

    ResponderExcluir
  4. Menina, concordo plenamente com você. Esse papo de ser "metade" não me agrada nem um pouco, afinal, ninguém completa ninguém! Quanto essa "leva" de mulheres submissas também não engulo.
    Beijinhos
    Li

    ResponderExcluir
  5. Sabe que eu acho que a idéia de usar uma xícara é boa? Sério, economiza copinhos e diminui a poluição.
    Uma coisa que acho importante é as pessoas entenderem que não podem mudar os outros. Eles mudarão se quiserem e com muito esforço.
    E isso é muito feminino, não? Acreditar que podem mudar o parceiro. Pelo menos é o que me parece.
    Bom domingo!

    ResponderExcluir
  6. Querida,
    Ainda ontem eu pensei sobre isso. Fui ao salão cortar o cabelo, e saí de lá mais loira do que nunca, com luzes douradas rsrsrs
    A menina que estava do meu lado tascou, ao ver o cabelo ficando curto: "Seu marido gosta de cabelo curto?" Respondi: "Acho que sim, o dele é curto" Ela perguntou do meu, se ele deixava eu cortar daquele jeito. E me contou que 15 dias atrás estava loira, com luzes, mas o marido dela não gosta de louras e daí ela jogou um chocolate em cima do louro. E ficou triste porque amava ser loira.
    Falei com ela, o cabelo é seu, tá na sua cabeça. Fala sério, ele não gosta de loura? Então ele que nunca faça luzes, uai...
    Saí de lá besta...1911, pode apostar...
    O dia que ela acordar será pra ver o marido trocando-a por... uma loura, vai por mim.

    Beijosssss

    ResponderExcluir
  7. Pandora e Cinderela Descaída - Foi bom vocês levantarem o motivo que o cara lá mandou a songa a usar xícara. O único argumento dele foi que copos descartáveis tem muitos germes. Não foi para preservar o planeta, porque se fosse isso eu teria entendido, sei que esses copos são poluidores. Mas a questão foi o argumento pobre, e ela ter tido orgulho de anunciar isso, que está cumprindo uma ordem de seu "dono"!

    ResponderExcluir
  8. Oi, Dama

    É de doer na alma ver mulheres fazendo isso, né?
    Vou te contar uma coisa que saiu na coluna Gente Boa, do Joaquim Ferreira dos Santos que nunca mais consegui esquecer.
    Você é do Rio, deve conhecer o Bracarence. Uma noite, houve uma discussao entre uma mulher jovem, bonita, bem-vestida e seu namorado pit-boy no bar. Na frente de todo mundo, ele deu umas bolachas nela e alguém do bar chamou a polícia.
    Quando a PM chegou (rápido até), ela foi lá, conversou com os policiais e os convenceu q foi um mal entendido. Isso na frente de todo mundo. Depois que os policiais foram embora, ela saiu de mãos dadas com o sujeito.
    Quer pisar mais na dignidade do que isso?
    É demais, né?
    Um beijo e obrigada pelos comentários no PAPO CALCINHA

    ResponderExcluir
  9. Assino embaixo, eu tive ex-namorado que tinha essa bobeira do esmalte vermelho, que era feio, coisa de puta...que gostava só de esmalte clarinho. Aff, então vai pedir para mãe dele usar. Claro que é ex, né, um panaca desse. Uso a cor que quiser, e mais, tô de casamento marcado com outro e vou casar com as unhas vermelhas. Adorei o post. bjuss

    ResponderExcluir
  10. recado pras tontas: vc começa a fazer o que o homem quer, vc perde ele rapidinho.
    Pq a mulher que o cara se apaixonou ou gostou some, vai ficar na frente dele uma sombra movida pela vontade dele mesmo.

    ninguém paga dez mil no que tá com preço de dez CRUZEIROS

    ResponderExcluir
  11. Já sei porque eles nunca impuseram estes tipos de concessões a sua pessoa. Evidentemente, você é uma 'general' no relacionamento. Não no sentido de mandar, mas sim, na percepção de deixar bem claro que, submissão não está no seu vocabulário... E sabemos, notadamente, que homens têm receio de namorarem mulheres com 'independência total de idéias'.
    Quanto a metade do homem ou mulher que sempre sonhamos em encontrar, ainda acredito que exista, não no sentido literal da palavra, mas no contexto de tentar dividir harmoniosamente os nossos defeitos e também as nossas várias virtudes.
    Cabe também, termos a premissa que, nunca iremos ter um relacionamento perfeito.

    Obs: Adorei as expressões "songa-monga" e "filho de uma égua pelada e manca"... Que imaginação!!! kkkk!!!

    Beijos

    ResponderExcluir
  12. Dama

    submissão nunca...

    companheirismo sim...

    como voce disse num relacionamento é necessário que se faça concessões...mas nunca ferir um ao outro..

    rsrs...tem mimo pra voce no meu cantinho


    beijocas

    Loisane

    ResponderExcluir
  13. Suzi - Sim, sou um general quando se trata de manter minha liberdade de existir. E sei que isso afasta a maioria dos homens brasileiros, porque a cultura aqui ainda é muito machista.

    Mas não tem jeito de ser diferente, eu sou assim e mudar isso seria me violentar muito e não tenho a mínima vontade de fazer isso... eheheh... Acho que não estou pedindo muito, a mulhererada é que anda se submetendo demais. Concessões sim, submissão não!

    Meus mantras são:

    - Dignidade on!

    - Quero um homem que me trate bem!

    Se for pra ter um dono, prefiro ficar sozinha exatamente do jeito que estou... rs

    ResponderExcluir
  14. Meu marido não deixa ter homens no meu blog! Rá!

    Que saco, né? rs

    Só que nesse caso em questão a culpa foi minha... acho que dei liberdade demais a quem não deveria... e deu no que deu... por isso não reclamo. Nunca te disse isso, né? Pois é... nesse babado a culpa foi todinha minha.

    Mas eu acho legal concessões quando há reciprocidade. Algumas vezes também eu sou gaiata... não quero fazer determinadas coisas... daí não sei como me sair e digo para as pessoas que ele não deixa. Tem um monte de gente que acha meu marido um porre quando na realidade o porre sou eu. rs

    Mas deixa eu pensar o que não faço mais por causa dele. Ele não gosta das calças apertadas que eu vou trabalhar... detalhe... eu também não gosto... porque eu tenho coxa e bunda e capô de fusca (cara... nos comentários eu me liberto, né?)... e adolescente é um bicho cruel. É que aqui tava difícil encontrar calças mais folgadas. rs No momento só me lembro dessa das calças apertadas que ele já me fez trocar e eu troquei e do blog que não têm homens.

    Ah! E ele comprava revista de mulé pelada... daí eu não gostava (bobagem, né?)... eu ficava achando que ele poderia ficar me comparando, sei lá... aí a gente ainda namorava quando eu pedi pra ele não comprar mais e ele deixou de comprar. Ele não é tão chato quanto eu faço ele parecer. rs
    Ah! Quando ele tá em casa ele regula minha alimentação... mas é porque eu só como fora de hora e sempre como muita porcaria. E por ele eu leria menos blogs e mais livros. E ele briga que eu não lavo o carro (é que o lava-jato tá sempre lotado e eu não sou filha do cão pra tá lavando carro).

    E... pois é... falei coisa que nem tem há ver... mas é isso aí. rs

    Sobre a guria da xícara eu até entendo que o marido pode ter falado com boas intenções... preocupado com a saúde dela... acho que o que deve ter te indignado foi a forma como ela falou... como se ele fosse autoridade soberana. Mas repetindo... às vezes a gente diz que o marido disse... mas quem disse foi a gente.

    BeijoZzz

    ResponderExcluir
  15. Agora que eu li os comentários... e lendo o da Elaine me lembrei que o meu marido quando a gente namorava ficou de mau de mim porque eu cortei o cabelo... desde então nunca deixo o cabelo passar do ombro... daí ele teve que se acostumar. Essa questão só a gente sabe mesmo... o meu cabelo não fica bom grande... tu sabe como é meu cabelo... se ele fica grande ele fica muito minguado. Até que agora eu tô pensando em experimentar deixar crescer e aprender a suar difusor... mas tipo... se não der certo... eu corto de novo. Na realidade eu sou muito submissa quando me convém... acho que eu sou manipuladora... acho que isso é feio. Nossa esse assunto rendeeeee! rs

    ResponderExcluir
  16. A Vaneza se libertou geral!!! rsrsrsrsrsrsrsrsrsrs

    ResponderExcluir
  17. O que me chamou mais me chamou atenção nesse post foi a parte que, você cita exemplos do que os homens que proíbem nas suas mulheres,por exemplo de usaram roupas curtas e blusas decotadas, essas já ouvi falar por aí, mas a que me chocou foi PROIBIR DE "USAR ESMALTE VERMELHO", essa eu nunca ouvi falar!Eu amo esmalte vermelho, NUNCA, NUNQUINHA,deixaria de pintar minhas unhas de vermelho por ninguém. Achei isso o fim do mundo.

    ResponderExcluir
  18. Duas palavras: falta de personalidade!

    nada é mais claro que alguem mudar o que e por outro, eu nao aceito que me digam como agir e vestir, com quem ando ou deixo de andar...por isso niguem me quer, com certeza, sei disso e sou consciente....
    uma xícara? fala serio, vai ser homem-dependente assim la no inferno! devia ter um tipo AAA para mulher dependente de homem, porque eu encaro como um vicio tambem, como qualquer outro, faz mal para saude tambem, principalmente mental...bjs Dama!!!

    ResponderExcluir
  19. Nossa mãe e como tem mulheres assim! Me recusar a pensar que sou uma metade de qualquer coisa que seja.
    Sou uma pessoa inteira e que quer outra pessoa igualmente inteira ao meu lado!
    É isso!
    Bjss

    ResponderExcluir
  20. Acredito que esse tipinho é aquele que nos meus post eu chamos de falta tudo , principalmente carater, sim pois são aquelas que não conseguem vencer e ai.... o morante proibiu... tambem ja tive namorados , mas nunca ousaram a me proibir de nada , principalmente de falar pensar e escrever rsrsr e se falo nao volto atras e se escrevo não apago mesmo nem por um teto rsrs acho que no mundo existem mulheres e MULHERES devo pertencer ao ultimo grupo rsrrs se é que me entende rsrrss bjs amei seu comentári la foi mto oportunro rs bjs

    ResponderExcluir
  21. Oi,Dama.Obrigada por passar no blog,comentar no Ping Pong da Vaneza,e no outro post.Venho seguindo teu rastro ja faz um tempo,meio que esporádico,nao consigo tempo pra le esse monte de blog legal,mas sempre que da venho aqui,e adorei esse teu post.Espero poder vir mais seguido,vou parar de seguir alguns que ja não fazem mais a minha "cabeça" se é que vc me entende,justamente pelo que EU disse na introdução do Ping da Vaneza e passar a seguir regularmente outros como o teu.Gosto da maneira como vc diz as coisas.Vc e a Vaneza são muito parecidas na maneira de escrever.
    Boa semana,e mais uma vez obrigada
    Bjka

    ResponderExcluir
  22. Aff...

    E as que mudam de time, de cama, de rotina, que perdem a identidade, e passa a viver a vida do outro. Eu precisei ficar sozinha, e conviver comigo mesmo para perceber que já cometi alguns erros feios, até de amigos eu me afastei... Passado, mas talvez por ter entrado nessa, fico p... quando vejo essas atitudes perto de mim...

    Beijos

    ResponderExcluir
  23. É um absurdo, mas existe.
    Conheço uma garota que deixou de ter uma boa oportunidade de emprego por causa do marido. Geente... isso não se faz.
    Penso que antes de mais nada temos que nos valorizar. Mas nem todas pensam assim.
    Adorei o texto.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  24. Você está certíssima em todos os pontos e vírgulas que escreveu, mas receio que a falta de alto estima das mulheres, a impossibilidade emocional de lidar com a solidão e as cobranças sociais nos levarão cada vez mais para o fundo. "Submissas". Palavra difícil de ler, escrever e ouvir, mas hoje temos um novo tipo de submissão. Acho que decorrente da dependência emocional. Gosto muito do seu blog.
    beijossss
    Alina

    ResponderExcluir
  25. Achei que essa fosse uma impressão só minha. Mas uma coisa eu aprendi e é o que eu digo para algumas pessoas assim que conheço: AS PESSOAS SÓ FAZEM CONOSCO O QUE PERMITIMOS QUE FAÇAM.

    beijo rouge

    Dani

    ResponderExcluir
  26. Oi Dama!

    Excelente texto, minha cara. Eu aprendi isso da pior forma possível, mas felizmente aprendi! Mas é duro, sabe, às vezes você entra nessa de boa, vai cedendo aqui e ali, por conta do relacionamento, por entender que concessões são necessárias e tal. E quando vê... Está num cárcere, numa prisão. E já nem sabe como foi que caiu ali. Mas o importante é, de alguma forma, em algum momento, perceber o absurdo disso.
    Sempre bom ler você, minha amiga.

    Beijos

    Carla

    ResponderExcluir
  27. Dama,
    eu tenho uma amiga que parou de usar vestidos curtos porque o namorado não gosta.
    Socorrooooo!!!!!!!

    A pior parte é que todos os dias tenho a impressão de ter sido jogada pra 1911... porque né, erradas são as mulheres de atitude, independentes, que são como são e não abrem mão disso.

    Relacionamentos em geral, amorosos, familiares, amizade, pedem que as partes cedam em algo pra que funcione. Mas ceder é diferente de mudar quem vc.

    ResponderExcluir
  28. Confesso que já joguei muito a minha dignidade no lixo até que resolvi virar o jogo.
    Voltei a usar esmaltes vermelhos, meus vestidinhos lindos, frequentar a religião que eu gosto... e resultado: Fiquei sem o namorado, mas bem comigo mesmo.
    Quem ama, aceita a outra como ela é e não tenta transformá-la.
    Beijos

    ResponderExcluir
  29. Eca! Tomar café na xícara e avisar que o marido mandou... e não tem nem cabimento, o “pedido” dele!! Cruzes!!! Ainda que fosse para por uma causa ambiental, que louco esse casal aí... Risos...

    Não tenho desses problemas com concessões, e ri um bocado com teu post...

    Beijos!!

    ResponderExcluir
  30. Ah! Lendo o comentário da Eu sou o Google lembrei... tem AA pra mulheres assim...é uma parada chamada MADA... mulheres que amam demais rs.

    E vi um comentário sobre emprego... que a mulher perdeu uma boa oportunidade por causa do marido. Meu marido sabe que o meu marido número 1 é meu emprego. Tu acha que ele já não me pediu pra sair do Piauí... todo dia ele pede... se eu não fosse concursada eu até ia pra outro canto... mas largar meu emprego sem esperança de outro... nem morta... depois ele me dá um pé na bunda e eu fico desempregada. Rá! Falei que esse assunto rendia.

    BeijoZZz

    ResponderExcluir
  31. Dama,
    aceitam para não perder o homem. É aquela velha história do " não sou feliz mas tenho marido", "namorado", "noivo"...
    Ora, ora....melhor usá-los e ser feliz. Sim, pq mulher também usa.
    Relação homem/mulher tá difícil. Saudável então, pior ainda.
    Historinha de " alma gêmea" e " metade da laranja" foi feita para enganar as trouxas. Não canso de repetir , coelho da páscoa não existe. Papai Noel também não. Príncipe Encantado idem. Eles sabem disso.
    E nós, quando vamos aprender ?

    Beijos e boa semana!

    ResponderExcluir
  32. Palmas de pé!
    Temos que reconhecer nosso valor!
    Concordo com vc que temos que abrir mão de algumas coisas com inteligência!
    Acho que o que falta em muita gente hoje em dia é auto-estima.
    Boa semana, xero.

    ResponderExcluir
  33. Tá cheio de "Amélias" por ai e, pior, achando-se mulheres de verdade...

    ResponderExcluir
  34. Dama, linkei essa postagem no meu blog, Além do que se vê...
    Passa lá pra ver, qualquer coisa, é só me dizer que eu retiro viu...
    xero.

    ResponderExcluir
  35. hahaha...que songa mais songa!!!
    Eu prefiro nem me interar muito quando escuto ou conheço alguem assim,porque normalmente esse tipo de mulher e muito fechada e limitada e so nos frustra.
    Com razao,tantos relacionamentos fracassam.
    Se eu fosse homem,com uma songa dessas saia correndo...rs.
    Beijocas minha Dama!!!
    Ja soube da Vaneza!!!

    ResponderExcluir
  36. A Muito tempo aprendi um ditado:

    "Só fazem conosco aquilo que permitimos que façam" se me fazem de tapete, é por que EU permito que me façam de tapete.

    Já fui assim de mandar e desmandar em mulher, por que eu gostava (e gosto) do poder, e se vejo que ela se agacha a mim, piso mesmo! Apesar que hoje sou mais Light.

    Não sou casado, mas só namoro pessoas que conheci bem e vejo que temos afinidade, não vou namorar com uma garota de "balada" aquela que você só esta namorando com ela pois é gostosa e não pela personalidade. Eu não suporto coisas que chamem a atenção como saias curtas, unhas vermelhonas, shorts que parece ser uma calcinha de tão curto. Então durante o "Conhecer" vou analisando a garota, qual roupa usa, como se comporta, para ver a afinidade. e desde o INICIO de namoro deixo claro o que não GOSTO! Logo se ela fizer, não vou proibi-la de fazer, mais saiba que não vai ser nada agradavel a briga..hahaha

    Sobre a mulher da caneca, isso passa do absurdo... Essa quero conhecer para fazer questão de PISAR nela...
    E também ri muito com a garota que disse aqui que o marido dela não deixa ter homens no blog dela.. Mijei de rir, afinal na internet a Paola, pode ser o Paulão ali do Bar..hahaha A Jéssica pode ser o amante chamado Roberto e por ai vai.. Eu mesmo sou um AVATAR na Rede, sou homem ou mulher por traz desse Bonito e pseudonimo de "Senhor Crítico" vai saber né?

    Beijos

    ResponderExcluir
  37. Eu acho que existem mulheres que adoram ser assim. Nasceram para ter dono.

    Outras não tem coragem suficiente para se libertar das garras dos parceiros.

    A maioria dos homens, existem exceções, quando pensa em mulher para casar pensa em sexo_dominação_posse e quem sabe amor. Já as mulheres, existem exceções, pensam em companheirismo_amizade_sexo e amor.

    Aqui em casa não existe o problema da dominação. Tenho amigos homens e mulheres e ele também tem. Quanto as roupas ele não diz muita coisa. Por vezes, reclama que me visto como velha e tenho que usar mais decote. Quer que eu use vestido, mas para trabalhar eu não gosto e não uso. Temos nossos problemas mas não quanto a isso.

    Só para ilustrar o que penso do tema do texto vou deixar um pensamento de Sartre que resume o que penso quando vejo casos assim:

    "Detesto as vítimas quando elas respeitam os seus carrascos."

    Beijos e uma boa semana!

    ResponderExcluir
  38. Oi, Dama!

    Que ridícula essa menina da xícara o.O Eu conheço uma garota que não usa maquiagem e diz aos 4 cantos que é pq o noivo não deixa... É verdade, nunca se vê um homem anunciando que não faz tal coisa pq a mulher não permite hahah

    Bjos

    ResponderExcluir
  39. Senhor Crítico - Agradeço sua sinceridade. Opiniões masculinas nesse post são muito bem vindas. A sua só prova que nós mulheres temos mesmo que tomar cuidado para não virar capacho dos homens. Não se ofenda, mas um pouco mais de gentileza com os outros comentaristas do post seria bom. Adoro a Vaneza, é uma pessoa sincera, inteligente, transparente, sei que ela é quem diz que é. Agradeço sua compreensão!

    ResponderExcluir
  40. Putz, fiquei martelando isso no fim de semana.
    Como março é denominado como o mês das mulheres, várias militantes estão levantando essa discussão.
    Inclusive, sábado assisti um programa super massa que contava com a presença de uma mulher fodassa: Kátia - não sei o que do movimento de mulheres.
    Minha reflexão nesse momento quanto a isso é: Por que será que queremos fazer a diferença enquanto sujeitos sociais, mas não enquanto mulheres?!
    O medo ainda impregna a mente feminina. O medo da negação, da exclusão. Tudo isso, impede que nos vejamos como somos. Não percebemos o nosso valor em "ser" mulher. Nos desvalorizamos, desvalorizamos as outras mulheres e permitimos que os horrores nos alcancem.
    Bus,
    K.

    ResponderExcluir
  41. Olha eu concordo plenamete com você, ninguém deve anular a própria individualidade para estar com outra pessoa. O que eu acho que acontece é que a maioria das mulheres tem muito medo de fica sozinhas, e em nome desse medo aceitam qualquer coisa pra ter alguém, mesmo que seja humilhacao ou se apagar.

    ResponderExcluir
  42. Maravilha de texto! E como é verdadeiro! Tô contigo e não abro menina. Mulheres, vamos primeiramente nos respeitar. E em seguida exigir respeito do próximo. Eita que a coisa precisa mudar.
    Bjs

    ResponderExcluir
  43. ahuahuah dei muita risada lendo isso, porque já estive do lado das mulheres lesmas e submissas, e hoje.. anos depois e mudada, vejo como é diferente, e como sou feliz .



    Um beijo

    ResponderExcluir
  44. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk[
    ADOREI O TEXTO E RI MUITO COM O "SOU ANTISSOCIAL". Até que fim,me encaixei em um texto,eu não sou tãooooo antissocial assim,porém detesto falar com estranhos na rua,eu tenho uma irmã que AMA,fala com todo mundo e faz amizades na rua,na fila do banco,no médico,enfim... Adorei seu blog e vou seguir.Beijos.

    ResponderExcluir
  45. Essa mulher é um verdadeiro tapete do marido Dama.
    Que absurdo! Eu hein?
    Nossa lembro que passei 6 anos por coisas mais ou menos assim, logo que casei, e nem sei como suportei.
    Mas ser tão submissa assim nunca fui, sempre briguei, por isso mandei-o a pqp.

    Bjs no coração!

    Nilce

    ResponderExcluir
  46. Isso tbm nunca aconteceu comigo. Acho que eh pelo comportamento e as opiniões mesmo. Eles percebem de cara que não estão lidando com uma marionete, mas sim com uma mulher de verdade com personalidade forte. E eh isso: acho q as mulheres devem bater o pé, ser elas mesmas, sem deixar q seu ninguém ditem regras e normas de condutas.
    Apoiada, Dama!

    ResponderExcluir
  47. q babadoooo!!! adorei minina...caiu bem para oq estou passando...até postei algo parecidoo..chega né vamos dar um ponto final pra esses carinha sem vergonha!!! chega de beijar sapoo!!!to numa fase de separação..acho q vai ser bom!!!
    bjss

    ResponderExcluir
  48. Amei o blog gostei tanto que resolvi ficar to seguindo e sempre estarei por aqui a ler e comentar bjs boa semana.

    ResponderExcluir
  49. Dama, adorei o post!
    "(...)Será que é porque eles sabiam que eu não aceitaria?"
    Minha avó, que era independente e libertária desde 1918, dizia:
    "Toda abelha sabe quem pica." Talvez por isso os homens que passaram na sua vida nem tentantam, rs
    bjs
    Jussara

    ResponderExcluir
  50. Adorei seu texto. Gosto muito de ler o que escreve. é direta, não fica fazendo rodeios.Conheço muitas mulheres que se fecham quando estão num relacionamento. Tenho uma amiga que nem para a praia foi na época do colegial com a classe. No final ele passou as festas de fim de ano no Guarujá voltou e terminou com ela...fazer o quê????

    ResponderExcluir
  51. Bom, já passei por isso, tive um marido mt difícil que antes de virar marido, me fez distanciar de mts amigos, e quase distanciei da minha própria família porque ele me fazia ver só o lado negativo das acoes da família. Esqueci nesse tempo que ninguém é perfeito, mt menos a familia da gente, mas que sao eles que nos amam e querem bem... coloquei mt poder nas maos de meu marido, e esse foi meu maior erro, mas gracas a Deus, me redescobri a tempo de mudar. De voltar a ser quem eu sempre fui. Mas essa volta é complicada Dama.. tem que ter mt forca de vontade, e caráter, mt dignidade e amor próprio. É um processo e o melhor é nunca permitir que o homem ultrapasse certas barreiras e nunca, em hipótese alguma, fazer com que ele seja mais importante do que eu mesma! Isso eu aprendi na marra!!!!

    ResponderExcluir
  52. Oi Dama, concordo com sua postagem em gênero, número e grau
    Mulheres sem personalidade se tornam não só submissas do marido como do mundo em que vivem.
    Temos que em primeiro lugar agradar a nós mesmas, nos sentirmos bem, pois um relacionamento não vem pra completar e sim pra somar
    Quando uma mulher deixa seus valores de lado pra agradar um homem, cedo ou tarde vai ser deixada de lado, pois ninguém respeita quem não se dá o respeito.
    Conheço mulheres que fazem tudo que o marido quer e sei eu que as "filiais" é que sempre levam a melhor e ganham os melhores presentes rsss
    Eu já fui uma trouxa assim... os anos passaram e depois de um tempo estava sozinha e arrependida de ter feito tantas concessões
    Hoje, prefiro o ditado: Antes só do que mal acompanhada
    Mulheres bem resolvidas hoje acabam encontrando dificuldades em relacionamentos, mas pelo menos estão com sua dignidade a salvo e sabem que não vão perder a sua identidade com tantas por aí...
    Beijos pra ti!

    ResponderExcluir
  53. Essa XICARA devia ser enfiada na cabeça dela... arg!!!
    Essa aí é mais que songa monga... é boizinho de presépio... Diz SIM pra tudo... até para a dignidade dela ir para o ralo!

    Adorei o post!

    bjo

    ResponderExcluir
  54. Bom Dama, infelizmente existem essas mulheres que se deixam consumir assim, deixando de lado a individualidade e a personalidade pra viver a sombra de um zé mané. E olha as estatísticas é de serem trocadas e descartadas com a maior facilidade. Que graça tem um ser que só abaixa a cabeça e diz sim?

    ResponderExcluir
  55. Falou e disse o que fica muitas vezes agarrado na minha garganta. As pessoas confudem muito o amor.

    Amor puro e saudável é àquele incondicional, onde não se pede nada em troca. Amamos por amar. Muitas vezes acho que os homens passaram a ser o sexo frágil, então por medo, começam a se impor, a mandar e a exigir. As mulheres afundadas na cultura de suas avós confundem obedecer com amar.

    Vc sempre me faz pensar.
    bjs

    ResponderExcluir
  56. Daminha, vc tem razao, eu vou enviar o link desse post a ela, quero mt ajudá-la, apesar de saber que posso mt pouco contra essa cegueira que ela se encontra. Mas tentar, eu vou. Um beijo e obrigada!!

    ResponderExcluir
  57. Realmente a Vaneza está super certa, esse post rende e rende mesmo!!! Quando li o comentário dela lembrei de uma peculiaridade de minha vida: o meu pai! Ele é super altoritario cheio de pode e não pode e milhares de vezes já usei os pode e não pode dele para escapar de fazer algo que eu não quero fazer, mas também não queria dizer "NÃO QUERO", preferi dizer: "Meu pai não deixa, ele é chato, vai brigar, derrubar a casa" quando na verdade quando eu quero eu é que brigo, derrubo a casa e faço o que quero.

    Ah, sem contar que minha mãe muitas vezes manipula meu pai muito bem na direção que ela quer.

    E sim o rapaz que comentou por aqui só fez provar que devemos ter muito cuidado e firmeza de carater, não nos deixar moldar pela sociedade que muitas vezes ensina que a mulher deve ser boazinha e derivativos.

    ResponderExcluir
  58. Concordo totalmente, sem mudar uma vírgula. Deve ser alguma coisa na água, que contamina a mente das brasileiras (com exceções, é claro).
    Segundo minha terapeuta, as mulheres são criadas de maneira a sentir que falta-lhes algo (um pênis, para ser mais objetiva), e busca em um homem a compesação para essa falta. Honestamente, não sinto falta de nadinha. Eu tenho vergonha do papel ridículo que amigas minhas fazem perante os homens, aceitam e se sujeitam a cada situação... Eu não sou a favor de violência, mas dá vontade de dar uns tapas na cara de algumas delas, pra ver se elas acordam!!

    ResponderExcluir
  59. Apoiada, companheira. Gostei muito do seu blog e ja te linkei no meu...Novo blog, novo post...confira! Bjs e fik c Deus.

    ResponderExcluir
  60. É por posts assim que sinto uma satisfação imensa vir aqui. Concordo plenamente com você.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  61. Eu á tive uma camiseta, na minha época de sindicalista que dizia: pior que a opressão é a submissão! O fato de alguém te pisar depende de você permitir ou não permitir.

    Mas o contrário também acontece. Tenho amigos que já abandonaram as nossas rodinhas no bar ou as nossas peladas por pressão de esposas. Ainda assim, vale a lógica do parágrafo anterior.

    grande bj

    ResponderExcluir
  62. Querida Dama
    Já experimentei os dois lados da laranja.
    E descobri que não sou metade de nada e muito menos de ninguém ... sozinha sou mais inteira que tudo.
    E quando chegamos neste estágio estamos completas.
    Até então, a gente sofre feito cão sem dono.
    Afe ...

    Por fim ... peço desculpas,estou atrasadérrima com os amigos.
    Venho agradecer o carinho na passagem do meu aniversário.
    Começo a retornar as visitas e o trabalho me chama.
    Dai quando posso voltar, me perco e não sei mais onde parei.
    Fazer 52 nem é legal!
    rs


    Bjokas

    ResponderExcluir
  63. Eu concordo em tudo com o que vc disse.
    Meu marido apenas brinca comigo algumas vezes falando coisas do tipo " se eu não for vc não vai", mas segundos depois, desmente. Ele sabe que eu vou agir, pensar e falar o que tenho vontade, o que sinto e não me tornar outra pessoa apenas para agradá-lo. Será que se alguém faz isso, satisfaz a quem manda,como vc falou,se o cara não conheceu a mulher daquele jeito, pq mudá-la?
    E outra coisa que eu acho o fim: proibir tudo de beleza em um mulhar ou seja, na dele, para ficar olhando, mexendo e comendo com os olhos as outras na rua. PQP! Porque não deixa a mulher dele usar de td e a admira? É mais fácil esconder o que é seu sob desculpas mil e cobiçar as alheias...
    Homem é um bicho sem vergonha, mesmo! Literalmente!

    ResponderExcluir
  64. Ai Daminha
    já cuspi esta minha indignação num post há pouco tempo. Lembra?

    Pois é, comigo tbém nunca pintou cara assim,vai ver porque a minha postura não dá espaço pra este tipo de abusado.

    Concordo com tudo o que você falou e a real,amore mio, é que tá cheio de meias mulheres são amando de menos. Acho que são tão meias em tudo que ainda acreditam que precisamos achar a tal outra metade, o sapato pro pé torto e por aí vão desfiando o rosário de baixa auto estima. hehehhe

    bjão lindona

    ResponderExcluir
  65. Excelente texto, Dama!
    Acredito que existam mulheres que ainda não amadureceram novamente e veem no parceiro o pai que impõe limites e as diz o que fazer. Uma mulher independente e esclarecida com certeza não aceita isso! Sou como você, jamais admitiria que meu marido me proibisse de fazer algo, no máximo ele pode dar uma opinião se acha que é prejudicial para mim, mas mandar nunca! Note que o mesmo é válido da minha parte para ele, deixo-o livre, agora ele está na Grécia resolvendo os assuntos na loja e eu no Brasil, sem cobranças!
    Sobre o seu comentário no blog, viver fora do país não é para todas as pessoas, nem todo mundo consegue adaptar-se e depende muito de qual país se escolhe para viver. Acho que eu não conseguiria viver em um país menos desenvolvido que o Brasil, por exemplo. Mas, é uma experiência válida para abrir nossos horizontes. Se puder dê uma passadinha lá no blog, escrevi um post sobre isso hoje.
    Beijocas
    Adri

    ResponderExcluir
  66. Olá Dama, espero que tudo esteja bem contigo!
    Em uma de minhas já constantes visitas ao blog de uma mulher que jamais sequer gostaria de ouvir tal proposta, quanto mais acatar, pois ela vive correndo com lobos, Carla do PBI, e encontrei seu endereço, estive por aqui e li alguns textos, desculpe se não comentei da vez anterior, mas pensei que seria deselegantemente curioso, mas desta vez não resisti e resolvi ignorar por esta vez o pensamento que terá a meu respeito!
    Bem sem mais vou dizer que, este tipo de mulher, joga pelo esgoto todas as conquistas por quais aquelas do passado, do tempo da minha mãe e da mãe dela lutaram! Isso somente pra dizer o mínimo, e creio que a dignidade destas mulheres que se submetem, fica guardada em um cofre forte e somente o dono (marido ou namorado) possui o segredo, alguns devolvem após chutarem os traseiros delas, situações que sempre acontecem, cedo ou tarde!
    Gostei deveras dos teus textos e postagens em geral. As ilustrações e imagens também!
    Sabendo que é uma MULHER de atitude, não gostando de minha curiosa e intrometida visita, bem, o espaço é seu, por isso tem todo o direito de despejar esta minha curiosidade na lixeira.
    Desejo a você e todos ao redor infinita felicidade, grande abraço e até mais! Talvez!

    ResponderExcluir
  67. É por isso que eu digo... Mulher merece mais é se fuder mesmo! rsrsrs

    bjos

    ResponderExcluir
  68. hauhauahuahua, caraca, essa da mulher com a xícara foi muito podre, mulhé, como é que ela teve coragem de abrir a boca pra dizer uma besteira dessas???? Que merda....
    Conheço uma mulher que casou agora pouco e não usa blusa sem que as mangas fiquem no cotovelo, pq o marido não deixa ¬¬'
    caraca nem uma blusa com manguinha o cara deixa!!! isso é muito revoltante, dá vontade de ir lá e mandar a mulher acordar...
    bjs, Karol ^^'

    ResponderExcluir
  69. Assino embaixo e ainda autentico firma!
    É isso aí!
    Só se monta em quem se ajoelha! E a mulherada tem mania de fazer isso!
    Mas que inferno! E muitas acham mesmo bonito, o que é pior!

    É como aquelas mulheres que acham bonito dizer, em frases românticas: "Sem você eu me perco de mim..."

    Aaaarrrggghhh! Me poupem! Concordo com tudinho que você disse. Um relacionamento é feito de companheirice e não de "manda quem pode e obedece quem é mulher...". Bjs!

    ResponderExcluir
  70. Esse será tem de um próximo post meu. também ando muito indiguinada com determinados comportamentos femininos...

    Cada vez mais as mulhjeres estão perdendo a linha com os homens. E pior: Se você não entra na onda, ainda acham que a errada é você. Se você não se oferece até o último grau, a difícil é você... Na boa, "prefiro ser considerada louca a viver em um mundo os normais constroem sua própria destruição.

    ResponderExcluir
  71. Acho que achei meu lugar nesse blog! Realmente dá vergonha ver mulheres que esqueceram que ser tratada com dignidade e respeito é obrigação de qualquer um, principalmente por um companheiro.

    Beijocas!!!!
    Gi

    ResponderExcluir
  72. muito bom o post...

    Conheço mulheres que se privam de fazer coisas que gostam por conta do namorado. Isso inclui largar estudo e até mesmo tornar-se financeiramente dependente (deve ser por preguiça tbm, mas né... cada caso é um caso).

    Isso volta e meio me encomoda tbm, pq essas mulheres submissas normalmente comentam que não odem fazer isso e aquilo com tamanha naturalidade, como se vc que estivesse errada em achar aquilo um absurdo! ¬¬

    prolonguei demais o meu desabafoo' kkkkkk

    Até mais (:

    ResponderExcluir

Eu sempre vou respeitar sua opinião, mesmo que não concorde com ela. Então, por favor, respeite a minha!

Comente com civilidade!

Se seu comentário foi recusado, certamente a explicação está aqui:

http://confissoes-femininas.blogspot.com/2011/07/comente-com-educacao.html