sábado, 19 de abril de 2008

Ciúme...

Vou pegar o embalo do post anterior já que a grande maioria disse que odeia cobranças tanto quanto eu. Vamos ver o que todos acham do ciúme que é um fomentador de cobranças, como dito no outro post. Ciúme pra mim é uma praga que mais detona o relacionamento do que traz qualquer prova de amor.

Há quem diga que sente ciúme do ser amado, porque ciúme é inerente à paixão, ao amor, etc... Concordo que ciúme todos nós sentimentos quando nos apaixonamos e às vezes até mesmo de amizades. No meu caso essa dose é mínima. Mas quando o ciúme toma grandes proporções, ele é um gerador de brigas e desconfianças que beiram a uma alucinação.

Uma vez namorei um rapaz extremamente ciumento. Ele vivia vendo romances que eu não tinha com outros caras. Quando saía na rua tinha que "andar com antolhos" para enxergar só onde eu pisava. Eu me sentia sufocada mais gostava muito dele e tinha pouco amor próprio naquela época. Um dia fomos a um barzinho. Ficamos conversando e eu só podia olhar para ele. Até que ele foi ao banheiro (isso não podia fazer junto... rs). Nesse momento em que estava sozinha na mesa, apareceu um rapaz cheio de rosas, desses que oferedem uma rosa para que o rapaz compre para a moça. E ele se aproximou da minha mesa e as mostrou, dei uma olhada e nesse exato momento o meu namorado já tinha saído do banheiro e vinha em minha direção feito um tufão. Ele se aproximou de mim e sem dizer nada, apenas me deu um bofetão no meio do rosto, o que me deixou paralisada, sem reação. Eu simplesmente não esperava que um cara pudesse fazer algo tão estúpido por tão pouco. Depois de alguns momentos de choque, em que ele falava coisas de que não me lembro. Peguei minha bolsa corri e entrei num taxi. Durante uma semana ele me procurou de todas as formas. no meu trabalho, em minha casa e no telefone. Eu nunca mais dirigi a palavra a ele. O namoro acabou e eu fiquei traumatizada com a situação.

Já convivi com outras pessas ciumentas, mas nenhum igual a esse namorado. E com todas essas pessoas ciumentas me senti sufocada, como que amarrada, sem espaço para ser eu mesma. O ciúme quando demonstrado com frequência pelos seu parceiro ou parceira, simplesmente destrói sua naturalidade. A gente fica meio robotizada, sempre pensando antes o que deve falar e o que fazer. Horrível! Acho que por isso eu radicalizei e passei a buscar homens nada ciumentos.

Da minha parte eu sempre fui pouco ciumenta, muito pouco, de tal forma que os meu namordos ficavam achando que eu não os amava. Mas não é, eu sou prática, acho que se o cara está comigo é porque gosta de mim, se ele não gostar mais, não poderei fazer nada e ele irá embora mesmo. Do que adiantaria eu ter ciúme? Quando alguém quer trair, ficar com outra pessoa, não vai ser seu ciúme que a prenderá ao seu lado.

Ainda bem que meu atual namorado pensa como eu. Nos deixamos livres e tudo tem funcionado bem. Exatamente por nos sentirmos livres estamos sempre grudados um no outro. Mas pelo prazer de estar junto, não para vigiar...

29 comentários:

  1. Outro texto sensato e belo, grande Dama, agora sobre o ciúme inevitável.
    Tudo é questão de tempo.
    Se o romance está no começo quando tudo é novidade ( beijo, seio, coxa )estamos lidando com TNT, mas se já há um caminho de Santiago percorrido de pés descalços, a história é mais tranquila sem falar na maturidade que para o homem chega a partir dos 50 anos!!!.
    Mulher já nasce gente para lidar com situações beligerantes.
    beijo Angelo

    ResponderExcluir
  2. Sou tão chata com esse negócio de ciúme que sou capaz de morrer de tão sufocada por ele.

    Não de minha parte, lógico. Da parte dos outros, porque eu só atraio gente possessiva.

    ResponderExcluir
  3. MEU DEUS, Como ele fez isso ctg kra...
    Q idiootaa !

    FEZ MUITO BEM EM NUNCA MAIS OLHAR NA CARA DELE!

    Ciume é coisa d gnt insegura...

    Bj bj =)

    ResponderExcluir
  4. Existe uma grande diferença entre "cuidar" e ter ciúmes.
    Quando se erra na dose já era. Amar nos faz querer bem, cuidar com carinho do ser amado, mas isso não nos dá o direito de ver o outro como "propriedade", besteira de quem acha que controlar o outro garante o relacionamento, burrice, só faz o outro se afastas cada vez mais.Não somos donos dos nossos prórprios sentimentos, como ser do sentimento alheio?!
    É necessário aprender a cuidar do amor, isso sim faz a diferença.
    Bjos

    ResponderExcluir
  5. Te agradeço muito teres gostado de uma das meus filhas, tu não tem de pedir basta que te produza um gosto na boca ou uma cor no rosto que é sua.
    Quanto a poesia só tem duas a boa e a ruim.
    A maioria das pessoas que não lê poesia nem nada, acha que se trata de dor de corno e lasca o "ela partiu e me deixou".
    Poesia romântica ou lírica depois de Shakespeare e Vinícius esgotou-se o estilo e virou pejorativo de tão ruim.
    Ela é linda nos sonetos Shakespeareanos que não canso de ler.
    Eu até hoje só consegui fazer uma no estilo perigoso,"Rosas vermelhas para uma dama triste" ( e eu nem te conhecia ) que está no blog.
    Gostei do resultado ficou delicada. Não me considero poeta seria muita pretensão, escrevo só porque não tenho dinheiro para pagar psiquiatra.
    Agora aqueles sites, rosa Barbie, caindo pétalas do céu, por favor!!!
    Aquilo é de gente que nunca abriu livro na vida.
    Eu divulgo o livro em meu blog
    que na internet e nas terras de Pindorama é um OVNI.
    Ganhei o feriado.
    Obrigadííííssimo
    beijo

    ResponderExcluir
  6. É um assunto bem complicado para mim... se gosto muito de alguém, inevitavelmente, vou sentir ciúme. Entretanto, tento controlá-lo ao máximo... o quanto vou conseguir controlar vai depender em muito da confiança que tenho (ou não) na pessoa. Mas, uma coisa é certa: hoje em dia sou bem menos ciumento do que era na adolescência, durante meus primeiros namoros... acho que com o tempo e a maturidade, a gente aprende algumas lições importantes na vida.

    Valeu!

    ResponderExcluir
  7. Olá, bela Dama-Mulher-Gato! ;-)

    Não é estranho esse comportamento dos ciumentos? Eles vivem estragando a própria felicidade (direito deles) e a dos seus companheiros (cretinice!) à procura de uma comprovação de traição que definitivamente terminará de estragar tudo. rs

    Fico com Cazuza...

    "mentiras sinceras me interessam"

    Beijos,
    Pierre

    P.S.: Se continuar escrevendo assim, logo vai me deixar sem ter o que escrever. Impressionante como vc escreve tudo o que eu penso. rs

    ResponderExcluir
  8. pra mim ciúme, é medo de perder.Eu não gosto de emprestar muito ÁS minhas coisas, pq tenho ciúmes, logo tenho medo de perder.ciúme perde o controle quando o medo da perda passa a ser apenas se ter posse e controle daquilo desejado

    ResponderExcluir
  9. MEUDEOS! Estou chocada com este relato, apenas um animal faria algo assim e achar q é um prova de amor. Nunca sentiram ciumes afetivos de mim, naum q eu saiba, acho até um charme a mais quando controlado, mas como tudo na vida se naum for feito com moderação sai mesmo dos eixos. Espero q este cidadão morra só. Espero mesmo.

    ResponderExcluir
  10. Ana Carolina Braga21/04/2008 01:04

    Dama, como sempre, estou aqui admirando as suas idéias ..
    Muito difícil encontrar pessoas que pensam como a gente... e quando isso acontece, acho fantástico!!
    E nós duas pensamos mt igual...por isso que logo de cara já tive empatia com o seu blog...

    Realmente ciúme doentil não tem nada a ver com amor ... é uma das piores cobranças ... eu me considero ciumenta, confesso...mas sempre me controlo... odeio invadir a liberdade do outro... assim como odeio também ser invadida nesse sentindo... e amar é justamente isso pra mim...é vc se entregar, confiar... e claro...sempre cuidar daquilo que é seu..mas sem cobrar a outra pessoa, né? acho isso mt falta de insegurança...

    sem mais comentarios
    bjs

    ResponderExcluir
  11. Isso vai depender da maturidade do relacionamento... Ás vezes o ciúmes pode não estar relacionado com a dúvida aos sentimentos do outro. Por exemplo:Eu me relacionava com um homem, cujo o qual, eu tinha certeza que era muuuito apaixonado por mim. Esta certeza me fazia ter forças sobre ele. Eu o proibia de olhar pros lados, mas não por medo de que estivesse olhando para outras, mas para ter certeza que ele me obedeceria!!!!
    Hoje em dia lembrando... e pior ainda...lendo depois que escrevi...parece muuuuuuuito horrível... e é!!!
    Muito pequeno...mas o ser humano tem dessas coisas...nem o próprio acha razão pros seus atos.

    ResponderExcluir
  12. ORAÇÃO PARA A DAMA DE CINZAS

    O corpo de mulher
    É berço esplêndido
    Margens nada plácidas
    Hino Nacional
    Para ser cantado
    Com brado retumbante
    Ó corpo amado idolatrado salve
    Salve
    És belo desejado colosso
    Mesmo que em suas curvas hajam
    Despenhadeiros abissais
    A queda será vôo
    Mais do que escultura de Dionísio
    Inspirada em Baco
    É altar sagrado
    Amém

    ResponderExcluir
  13. Nossa... eu realmente faria a mesma coisa que você fez diante da situação do restaurante. Não admito ciúme doentio de maneira alguma. Até porque eu não dou motivo para isso. Acho que temos que nos amar acima de qualquer outra coisa.

    ResponderExcluir
  14. O ciúme é uma emoção humana extremamente comum, senão universal, porém existe uma distinção entre ciúme normal e patológico. Em questões de ciúme, a linha divisória entre imaginação, fantasia, crença e certeza freqüentemente se torna vaga e imprecisa. No ciúme as dúvidas podem se transformar em idéias supervalorizadas ou francamente delirantes.É dito popular que o ciúme é o tempero do amor, porém essa emoção pode muitas vezes ultrapassar os limites do que é considerado normal, sendo fonte de grande sofrimento para as duas pessoas envolvidas.Os ciumentos patológicos estão em constante busca de evidências e confissões que confirmem suas suspeitas mas, ainda que confirmada pelo(a) companheiro(a), essa inquisição permanente traz mais dúvidas ainda ao invés de paz.
    Em resumo, Tudo em exagero, não é bom...

    ResponderExcluir
  15. Acho que isso tudo depende tanto de tantas coisas e circunstâncias, sabe...
    LEgal dizer que deixa seu namorado livre e vice=versa, mas será que isso aconteceria se as circunstâncias fossem outras?
    Você ficaria na boa se o cara fosse cantado na sua cara?
    E se cantassem você na frente dele?
    Eis o ciúme...
    Eu sou ciumento sim, e não tenhp problemas em afirmar isso.
    Não quero dividir a minha loira com ninguém e ponto final.
    Cuido, protejo, reclamo, fico puto. E ela faz o mesmo comigo.
    Gosto disso...
    No meu entender isso é uma prova de que ela não me quer dividir também.
    Uma prova de amor, de querer, de desejo...
    Ah, sei lá...
    Sei que você não vai concordar com nada do que eu disse mas é assim que penso,rs.

    Beijinhos mocinha.

    ResponderExcluir
  16. Como boa geminiana1 Odeio ciumes e ciumentos!
    Liberdaaade!

    ResponderExcluir
  17. eu sou ciumenta... aprendi a ser... acho que ja disse isso aqui! hahahaha

    gosto do jeito que vc escreve..

    beijos!

    ResponderExcluir
  18. Um texto bonito baseado em factos bem verídicos pra mim! Ha sentimentos que enfim... É a vida!

    ResponderExcluir
  19. Sou um pouco mais não suporto que sejam comigo. (tá bom, até certo ponto eu acho engraçadinho)


    Mas não demonstro nunca porque acho que é sinal de fraqueza. É isso.

    Ahhhhhhhhh gente, eu sou mesmo um horror!


    Beeijo.

    ResponderExcluir
  20. Por favor, grande Dama, Álvaro de Campos é o heterônimo mais conhecido de quem?????????????? Fernando"O Guardador de Rebanhos" Pessoa, o maior poeta de todos os tempos. Eu sou apenas um rapaz latino sul-riograndense à margem da lagoa dos Patos, onde estou agora colocando essa mensagem engarrafada para você com todo meu afeto. Já sei porque teu blog não foi feito para falar de rosas, por ser você a própria.
    Beijo

    ResponderExcluir
  21. O ciume faz as duas pessoas sofrerem. Uma, por ser tão carente e insegura que é frágil, ansiosa e desconfiada 24hs. A outra, se vê frustrada, vigiada e descredibilizada 24hs.

    Esse ciuime doentio que relataste poderia chegar a niveis ainda piores se continuassem juntos.

    Que bom que te libertaste daquele homem sofredor. E quem nem sabe que destrói tudo o que pensa amar. Com o medo de perder, perde igualmente.

    Gostei do blog.

    Até!

    ResponderExcluir
  22. Não consigo me sentir bem com alguém que sempre enxerga coisas absurdas onde não tem.
    Meu namorado era muito ciumento no início do namoro, e por mais que eu que gostasse dele, a situação tava ficando insustentável. Cheguei a terminar com ele, mas depois nos resolvemos e, nossa, a melhora dele é perceptível. Inclusive, nosso ciúme é dosado e muito gostoso de se sentir. Jogamos indiretas engraçadas e tudo fica naquele clima super saudável (ênfase no saudável, hahaha).

    Ciúme é fofo, mas quando se torna algo psicótico é sufocante.

    Beijo!

    ResponderExcluir
  23. Uma história de ciúme em tópicos:
    - Eu e minha ex chegamos em cima da hora para um filme no cinema.
    - Como não comemos nada na chegada, depois do filme fomos procurar algum lugar da praça de alimentação que ainda não tivesse fechado.
    - Eu tagarelando sobre o filme, e ela muda. Percebi e perguntei o que tinha acontecido. Ela demorou para dizer, e resmungou algo como trocar de mesa.
    - Na minha inocência, perguntei porque trocar de mesa se a maioria delas estava vazia...
    - Para meu espanto, ela explicou que eu devia ir sentar na mesa delas... Ahn????????
    - Estava furiosa comigo, mas eu nem tinha visto as moças que estavam sentadas ATRÁS de mim!
    - Agora quem ficou calado fui eu. A levei para casa e adeus... Chegamos a reatar o namoro depois, mas fui uma burrada minha. Aconteceu mais vezes, e nunca mais quero alguém como ela.
    FIM.
    (A sua história foi mais traumática, mas veja o que o ciúmes pode fazer...)

    ResponderExcluir
  24. poxa... comecei a ler teu texto e nem mesmo poderia imaginar que no meio dele surgiria um tapa. foi forte. embora chocante isso foi bom pois trouxe uma reflexão sobre o ciúme como um gerador de violência.

    eu já fui ciumenta. era um ciuminho desses que eu achava ser natural de ser sentido quando se gosta de outras pessoas. mas, de uns tempos para cá, na verdade, quando tive um namorado ciumento, também, comecei a perceber o quanto isso sufocava e era prejudicial aos diversos tipos de relacionamentos.

    percebi que o ciúme está tanto relacionado com sentimentos como insegurança quanto ao de pertencimento, de posse. se achar dono ou dona de alguém ou, o que é pior, achar que alguém sente que é seu ou sua dona... é realmente sufocante.

    fico feliz que tenha superado esta situação e que hoje tenha um relacionamento pautada na liberdade.

    li um bom comentário teu sobre feminismo no "muito muito coquete" e resolvi dar uma clicada por aqui pra dar uma conferida nas idéias. gostei. abraços,

    ResponderExcluir
  25. Eu sinto ciúmes sim, mas não acho legal dar show, reclamar, ou até chegar ao extremo de agredir como foi o seu ex...
    Ciúme é uma sensação como várias outras, a gente é que precisa controlar né?
    Beijos!!

    ResponderExcluir
  26. E eu a pensar que esse tipod e relação era só eu que tinha!Bem vinda Irmã ao clube!!!rsrs. Eu sou homem, logo todas as pessoas tem tendenci a pensar: Humm...homem...ciumes...ciumes...tapas...tapas...humilhações...humilhções...nervos...nervos...estupidezes....hummmm..."rs . Durante anos sempre vi namoros que tive tendo como base principal a confiança. Desconfiança gera ciume. Eu sempre confiei, dei liberdade, deixei respirar e acima de tudo..dar espaço ás pessoas. Bom...não sou um caso raro...mas sei que sou dos casos raros dificeis de encontrar também.rs. Ciuminhos...todos temos. Normal...agora exageros..odeio! Bom talvez seja por ter uma mente selvagem..rs. Agora essas pessoas , homens principalmente que pensam que mulher é chave de bolso...faça-me o favor! Tenham dó!rs

    ResponderExcluir
  27. Tenho uma namorada de 57 anos eu tenho 41,adoro ela,amo ela,mais eu sou muito ciumento,não conhecia esse site...adorei e acho q vai me ajudar bastante...Obrigado Dama..

    ResponderExcluir
  28. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  29. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir

Eu sempre vou respeitar sua opinião, mesmo que não concorde com ela. Então, por favor, respeite a minha!

Comente com civilidade!

Se seu comentário foi recusado, certamente a explicação está aqui:

http://confissoes-femininas.blogspot.com/2011/07/comente-com-educacao.html