domingo, 13 de julho de 2008

Paixão: Amor que enlouquece.

Enquanto a tempestade não passa, mais um do Baú da Dama

Paixão é o amor que enlouqueceu! Ouvi essa frase dia desses e achei perfeita, nunca escutei uma definição tão boa pra paixão!

Mas se sabemos o que é paixão, minha pergunta é: O que é o amor?

Todos os dias deparamos com casais que juram amor eterno um ao outro e no momento seguinte estão se odiando, ou simplesmente distantes! Amigos que dizem se amar e diante de um desentendimento afastam-se como se nunca tivessem existido um na vida do outro!

Enfim, de que amor estamos falando? Amor regado a possessividade e ciúmes? Amor que acaba com brigas e falta de compreensão? Isso não pode ser amor conforme sua definição.

Creio que o sentimento mais próximo do amor, seja o que uma mãe sente por um filho. Assim como o sentimento "maternal" que muitos pais têm pelos seus filhos, os famosos "pães". No entanto, mesmo esse amor, muitas vezes está enlouquecido e transformado numa paixão. Mães que boicotam a vida dos filhos por acharem, no seu egoísmo, que a vida que ela sonhou é a melhor. Mães que minam o casamento dos filhos(as) por acharem que aquele(a) parceiro(a), não é o(a) ideal.

E a pergunta surge: Onde está o amor?? Ele existe assim como está escrito nos poemas? Ele existe quando acreditamos senti-lo por alguém? Ou é somente uma ilusão? Algo utópico, que não foi feito para o ser humano no estágio em que ele está?

Eu não consigo imaginar um amor desinteressado! Daqueles em que você tem prazer somente pelo fato de amar. Sempre amamos querendo a retribuição desse sentimento, esperamos algo em troca, por pouco que seja!

Repito, talvez o de mãe seja o mais próximo; mas até que ponto é amar somente?! Talvez se misture com o sentimento de posse, de vaidade por sentir aquele ser como sua extensão.

Quando a gente diz que ama alguém, a gente deveria dizer que está apaixonado por alguém. Amor não deveria morrer, nem se transformar em sentimentos negativos.

Talvez a capacidade de amar exista em todos nós, mas não suficientemente desenvolvida...

52 comentários:

  1. Paixão: Amor ou Ódio que enlouquece!

    AMOR VERSUS ÓDIO

    Amor e ódio opostos sentimentos de comum trajecto!
    Não é difícil odiar a quem muito se ama,
    sabendo que um dia, fomos trocados na cama,
    por quem connosco partilhava o mesmo tecto.

    Um bem-haja
    http://zuluechopaparomio.blogspot.com


    http://recantodasletras.uol.com.br/autores/zernesto

    ResponderExcluir
  2. Tenho pra mim que pouquíssimas pessoas conseguem sentir o amor.
    Sabe, às vezes penso que um relacionamento começa com a paxão e depois cai na rotina. O que não quer dizer que seja ruim.

    Também não acredito no amor incondicional. Sempre queremos algo em trocva, sempre usamos as pessoas. Existe o 'uso' que tras benfícios a ambos e aquele que só beneficia um lado.

    Só penso que quando se ama uma pessoa, com amor de verdade, ele nunca termine.
    Independente do tipo de relacionamento que seja.
    Por exemplo, um namoro. Se houver amor de verdade, ele nunca vai acabar. O amor, não o relacionamento. Penso assim: o relacionamento pode chegar ao final, mas aquele sentimento de amizade, admiração e amor nunca vai se extinguir.

    Bem, pra mim é difícl falar desse sentimento, por isso vou deixar aqui um trecho que gosto muito, de uma escritora que admiro:

    "O amor nunca morre de morte natural. Ele morre porque nós não sabemos como renovar a sua fonte. Morre de cegueira e dos erros e das traições . Morre de doença e das feridas; morre de exaustão, das devastações, da falta de brilho" - Anais Nin

    ResponderExcluir
  3. paixão*
    troca*
    termina*
    difícil*


    Gente, sou praticamente uma semi-analfabeta. Hahaha.

    ResponderExcluir
  4. eu acho que é por estas e outras que não devemos dizer "eu te amo" para a primeira pessoa que nos cativa, podemos sim dizer "eu te curto, te gosto muito", pois na minha opinião o amor esta muito além de ser simpatizante, porém hoje em dia esta palavra foi banalizada (vide os emos) todo mundo diz eu te amo (para no momento seguinte dizer eu te odeio) como se tivesse trocando uma camisa, meus parabéns pelo texto, voce sempre me surpreende a cada texto, bitoca no cérebro

    ResponderExcluir
  5. Olá Dama, bom cada um fala por si...amor para mim é perguntar o que é necessário para eu comseguir fazer o outro estar bem só depois perguntar eu estou bem assim?
    Essencialmente é entrega.
    Um abraço até esse lado do mundo

    ResponderExcluir
  6. No momento em que estou vivendo, praticamente só acredito em amor familiar. Este sim é de verdade. Bjo.

    ResponderExcluir
  7. Bem.. demorei pra chegar mas queria deixar umas palavrinhas.
    Adorei as suas observações.. é tão bom qdo a gente pode ler textos preciosos assim, mesmo as vzs não concordando aqui e ali... mas aprendendo com eles.
    Sobre amor.. o que eu poderia dizer é que todo mundo pode amar, até os homens... o problema é a sintonia... é casar, ou encaixar a mesma vibração amorosa. Via isso no amor dos meus mãe e pai, mas mesmo este amor q era perfect, teve um dia que perdeu a sintonia qdo meu pai morreu... ficou amor, mas apenas na memória. Ou seja.. amor é possível.. sem limite de tempo,prazo ou validade.
    Eu achei que enfim havia encontrado.. to há quase 6 meses ainda tentando entender pq a sintonia acabou sem q houvesse um final. Será q não era amor em sintonia? Andei amargo... mas tá passando!
    E eu acredito ainda que conseguirei sentir, ver e viver o amor como eu penso que deva ser!
    O resto é tesão, carência ou mais alguma das partes do todo.

    ResponderExcluir
  8. Eu conheço alguém que ama incodicionalmente, sem esperar retribuição, sem cobranças.
    Esse alguém é Jesus, que foi capaz de doar-se em sacrifício vivo, por amor ao mundo e a todos nós, sem exceção. E esse amor supera a nossa expectativa e satisfação. Não há amor maior que este. Nada neste mundo, além deste amor, preenche o vazio que há em cada ser humano. Esse vazio tem o tamanho exato do amor de DEus, nenhuma outra coisa, ou pessoa tem a capacidade de preencher.

    Tentar explicar o amor de Deus é difícil. É complicado entender como Deus pode amar da mesma forma alguém que o segue e o louva e na mesma intensidade aquele que nega a sua existência e o rejeita.

    Mas Ele assim mesmo ama, pois Ele é a fonte e a essência do amor verdadeiro.

    A verdadeira definição do amor se encontra descrita na Bíblia, no primeiro livro aos Coríntios no capítulo 13.

    "O amor é sofredor, é benigno; o amor não é invejoso; o amor não trata com leviandade, não se ensoberbece, não se porta com indecência, não busca os seus interesses, não se irrita, não suspeita mal; não folga com a injustiça, mas se alegra com a verdade; tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta. O amor nunca falha."

    E a maior prova do amor de Deus para com as nossas vidas, foi o ato de se entregar numa cruz para nossa salvação e remissão dos nossos pecados.

    "Porque Deus amou o mundo de tal maneira, que deu seu único Filho, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna." (João 3:16)

    Faça uma experiência. Dê uma chance para Deus provar o quanto te ama. Aceite a Jesus como seu Senhor e Salvador e deixe que Ele transforme a sua vida.
    Ele fará o impossível por vc.

    ResponderExcluir
  9. "Eu não consigo imaginar um amor desinteressado! Daqueles em que você tem prazer somente pelo fato de amar. Sempre amamos querendo a retribuição desse sentimento, esperamos algo em troca, por pouco que seja! "

    Isso foi perfeito;!
    nossa ow,
    ta de parabéeens,
    e realmente as pessoas falam muito de amor, falam que amam e não sabem o q é isso, qnd a gente ama, nada abala.
    nem tempestades...
    nem rancores...
    ciumes...
    esse amor que todo mundo diz sentir é só um jogo...
    que amor é esse que acaba do nada de um dia para o outro;?
    eu tbém concordo q o amor que mais se aproxima do que tem que ser o amor, é o amor de mão;!
    beijos

    ResponderExcluir
  10. Querida irmã Dama, pelo jeito vais terminar o domingo convertida, eu prefiro pervertida.
    Améeeeeeeeeeeeeeemmmm.
    O amor foi inventado por Shakespeare para "Romeu e Julieta",
    o resto é chaca-chaca-na-buchaca.
    beijo e

    ResponderExcluir
  11. Primeira vez que venho aqui e adorei o post. Que raio é esse de amor? Amor é en~tão tudo o que dizem? Não existe mesmo amor desinteressado. Tudo tem interesse, mesmo que no bom sentido. Qualquer sentimento é uma troca. E no meio de tudo isso decido inventar um amor pra mim e viver de acordo com a minha invenção. Até que se descubra exatamente o que é o tal do amor e aí sim eu vejo se gosto da definição dele ou não.
    Gostei daqui. Virei mais vezes

    ResponderExcluir
  12. mas pode o amor voltar a ser paixão???
    pode?

    mariah

    ResponderExcluir
  13. Ahhh se fosse para escolher eu ficaria com a paixão e naum com o amor. O impulsivo e descontrolado sempre me pareceu mais interessante que o acomodado.

    ResponderExcluir
  14. Ótimo!! Adorei os posts e o jeito como escreve. Parabéns. Achei o blog por indicação no blog da nina. Beijos!!

    ResponderExcluir
  15. Cara colega,

    Sabia que tenho "n" textos escritos sobre isto, mas que ainda não tive coragem de divulgar no Dixt? Por ser muito simples, e ao mesmo tempo muito complexo, não consigo entender e definir o amor em apenas um texto e uma idéia.

    Acho que vou fazer um "seriado literário" sobre este assunto. E adorei o seu post.

    ResponderExcluir
  16. As pessoas hoje em dia tem sérios problemas com as palavras...se diz amor quando eu estou com alguém que eu GOSTO...Amigo é aquela pessoa que eu ME DIVIRTO...

    E por aí vai...mas como eu ouvi certa vez: amar é conhecer a pessoa profundamente, e ainda assim desejar aquela pessoa na sua vida...hohoho

    Abraços!

    ResponderExcluir
  17. Gostei desta definição. Encaixa-se muito bem. Realmente amor é diferente de paixão. A paixão acaba, o amor não.No entanto, só descobrimos que é paixão,apenas quando esta acaba. Antes de acabar, sempre achamos que o sentimos é amor. Complicado, não? Gostei do post! Bjos e boa semana!

    ResponderExcluir
  18. Se a paixão é o amor que enlouqueceu, então como sabemos o que é paixao se mal sabemos o que é o amor? Antes saber o que é amor, para depois saber por que enlouqueceu......nao acha?

    Concordo contigo, amor igual o de mãe nao existe e sem duvida é o mais proximo de amor...

    Mas o que sentimos por um outro ser humano sem ser nosso filho é ainda uma incognita que nao sabemos responder, e sinceramente acho que passaremos o resto da vida tentando responder sem conseguir......

    Então vivemos algo parecido com amor, que e confunde com paixao, loucura, devaneio, ilusão, sonho... ou realidade?

    Beijos

    ResponderExcluir
  19. eu te diria como Camões:

    "amor é fogo que arde sem se ver
    é ferida que dói e não se sente,
    é um contetamento descontente..."

    vai saber o que é o amor... acredito que não dê para definir... se sente... não se define... é assim... ambíguo... louco... totalmente louco


    bjao

    ResponderExcluir
  20. Ótimo texto pra eu comentar...na verdade me deleitar....afinal, meus últimos postrs tem sido sobre essas sensações que não sabemos definir, mas que podem ser um pré-amor.
    Mas eu tenho amadurecido uma antiga idéia de que é preciso ter vocação para o amor. Algumas pessoas não sabem ser amadas, e acho que já até comentei isso por aqui.
    Ao saber que vc gosta de uma pessoa, ela faz disso uma chantagem. Seu amor, passar a ser uma arma contra vc.
    Ela pode usar isso, ou até vc se envenenar por este sentimento...mas se ele é algo tão sutil, leve e prazeroso, creio que de fato nunca o conhecemos, ou sempre confundimos com outras coisas, que podem ser posse, obsessão, desejo, ou carência.
    Idealizamos às vezes um tipo de pessoa, e quando encontramos alguém que aparentemente preenche os requisitos esperados, automaticamente pensamos ser o “Tal homem”. Mais pra frente..podemos perceber que não é exatamente o esperado, mas então, passamos a descobrir, gostar e admirar o novo...o que é de fato aquela pessoa é. Acredito que ai, surge o verdadeiro amor. Gostar da pessoa, com suas qualidades, defeitos, complexidades... amamos um ser humano, não um estereotipo.
    Amor é simples e sem explicação. Paixão e complexo e avassalador e como estamos sempre voltados pra tudo, menos pro nosso interior, as vezes não percebemos que amamos...e então, o amor vai..assim como veio...sutil e tranqüilo.

    ResponderExcluir
  21. pra mim o amor existe, quando voce sabe q a pessoa nao presta e mesmo assim você a quer perto de si, e mesmo assim ela é a pessoa mais maravilhosa do mundo para vc..

    beijao

    ResponderExcluir
  22. Concordo com tudo, mais uma vez!

    O amor de verdade MESMO nunca morre, por mais que haja algum tipo de separação. Acho que este está cada vez mais raro hoje em dia, infelizmente.

    Essa coisa de amor sem interesse realmente não existe. Sempre esperamos ser correspondidos, esperamos algo em troca do amor que damos, é inevitável. Toda relação humana é baseada no interesse; algumas com interesse positivo e outras com interesse negativo. Mas todas são 'interesseiras'.

    "Talvez a capacidade de amar exista em todos nós, mas não suficientemente desenvolvida..."
    Exatamente. Disse tudo como essa última frase!

    Beijos

    ResponderExcluir
  23. Amar é, mesmo estando "triste" por o outro ter te deixado vc conseguir ficar feliz pq ele(a) tá feliz (seja só ou com outra pessoa)... Paixão é vc ser (meio) possessiva, querer ter a pessoa só pra vc e mais ninguém, sem aceitar q ela possa ser feliz sem vc...

    Pra entender basta ver O FANTASMA DA ÓPERA, sendo q o fantasma representa o amor....

    Nossa, divaguei demais aqui...hehehe....

    Desculpa

    Bjus!!

    ResponderExcluir
  24. Eu acredito que o amor é o próprio sangue que corre nas veias...rsrsss não sei se estou certa...

    Bjsssssssss e bom dia,gostei do teu blog.

    ResponderExcluir
  25. Quando resolvemos racionalizar o amor, complicamos. A ânsia em querer definir o amor é justo aquilo que trata de deixa-lo distante do nosso entendimento. Isto porque toda referência do amor está mais para o sentimento do que para o raciocínio. E por tratar-se de fagulha com efeito infinito, eis que sua definição passa a ser algo tão subjetivo quanto abstrato. O bom importante mesmo é crer na nossa capacidade de amar e tratar de gostar disso, sem tanta apreensão.
    Cadinho RoCo

    ResponderExcluir
  26. Uma vez ouvi uma frase:
    "O amor e o ódio são os sentimentos mais próximos"
    Realmente, quando se tem uma relação superficial, aquele vacilo que a pessoa comete contigo nem ti faz tão mal, mas se for cometido por alguem que tu ama muito, aquilo se torna três vezes mais doloroso e tu acaba odiando com todas as forças aquela pessoa por achar que sempre fez tudo pra ela e como retribuição recebe uma punhalada... Não sei, mas acho que o amor que sentimos por alguém é sempre medido dessa forma, esperando algum beneficio em troca, na maioria das vezes. Quanto mais recebemos, mais damos... Claro que existem aquelas exceções quando a pessoa leva patada de todos os lados mas mesmo assim continua lá do lado da outra criatura!! Se bem que acho que nesses casos a pessoa continua do lado da outra esperando por uma mudança que na verdade ela nunca irá ver!!
    É como dizem por ai:"O amor é um sentimento que não se consegue explicar, só sentir". Não sei ti responder essa dúvida, quanto mais tento achar resposta, mas eu me complico!!
    =D

    ResponderExcluir
  27. no meio ponto de vista paixão é bom e intenso + rola uma individualidade já no amor não.. quem ama é capaz de dar sua vida em troca do outro... por isso que é lenda hj em dia...

    onde há ego não há amor... vejo paixão com pouco sentimento e muito amor

    ResponderExcluir
  28. Os pais amam seus filhos como extensão de si mesmo,...
    O resto é novela da globo,...rsrs

    Bjs

    PS (Felizão com a idéia do Crossover,...

    Inté

    ResponderExcluir
  29. Para mim, a melhor definição para o amor está na palavra cumplicidade. Pelo menos é assim que eu o vejo na minha vida desde sempre.

    ResponderExcluir
  30. Nossa, hoje eu tamb�m resolvi falar de amor no meu blog...na verdade falei da falta dele...
    mas acho que amor e paix�o s�o diferentes, sei l�...
    bjos, boa semana pra ti!

    ResponderExcluir
  31. fico mesmo com Oswald:
    --------
    *Amor*

    Humor.
    --------
    ;)

    ResponderExcluir
  32. Voltando pra ler mais confissões... as vezes eu fico com raiva do amor, por ele ser tão injusto... Rita Lee tá certa: AMOR É 1 , é ego, é nosso...

    Um beijo, tô adorando essa acidez!

    ResponderExcluir
  33. Voltando pra ler mais confissões... as vezes eu fico com raiva do amor, por ele ser tão injusto... Rita Lee tá certa: AMOR É 1 , é ego, é nosso...

    Um beijo, tô adorando essa acidez!

    ResponderExcluir
  34. Que texto maravilhoso.Vc conseguiu colocar em palavras tudo o que penso.Sou mãe e confesso que faço um esforço e terapia,rsrs, para não sucumbir ao sentimento de posse em relação a minha filha.Tem uma frase que eu adoro:"O amor pode ser mais letal que o ódio"...

    ResponderExcluir
  35. minhas noticias não moça, são noticias encontradas na net, até links para provar eu sei que sua intenção não foi esta mas só pra provar o quanto idiota o ser humano pode ser hehehe

    ResponderExcluir
  36. Enlouquece é apelido! Beijos!

    ResponderExcluir
  37. Voltando HOJE... pra agradecer mais uma vez pela sua presença no meu blog e pq não dizer tb, no meu momento de vida ehehe

    E hoje, como haveria de acontecer... to vendo td diferente de ontem! Nada definitivo mesmo.. mas enfim, VIVA O AMOR!!!!!

    Beijooooo querida Dama!

    ResponderExcluir
  38. Queria conseguir dosar homeopáticamente meu amor. Por que asvezes acho que se o que eu amo morrer, ou se perder, eu vou junto.
    Sou pacional pra caralho.
    E não sei se a culpa é do sentimento de posse, da vaidade, do caralho a quatro.
    O que sei é o que sinto.

    ResponderExcluir
  39. "Amor não é amo quando se altera ao perceber alteração..." (W. Shakespeare - Amor Eterno)

    Faço dele as minha palavras... Se o amor se transforma em odio, termina... é pq nunca foi amor verdadeiro... Falsas declarações de amor... 'Eu te amo' ditos como se fossem 'Bom dia'... Amor não é isso... Amar é você adimirar a pessoa conhecendo seus defeitos, e ainda acreditar que ele é perfeito...! Amar a cima de tudo... n importa qual tipo de amor... seja de um homem por uma mulher... de pais para filhos... entre amigos... Apenas amar...
    ;**

    ResponderExcluir
  40. Acho que o amor é um estado de espírito .. ou se está ou não se está !!

    Adorei a definição pra paixão, tudo a ver !!

    ResponderExcluir
  41. DIAS MELHORES VERÃO, para mim eles chegam dia 20.
    beijo
    Fica boa logo, o adjetivo para você é pura redundância.
    Acordar com teu bom-dia, mais um dia feliz.
    beijo

    ResponderExcluir
  42. Braços abertos sobre a Guanabara....um solzinho, um violão, paisagens carnívoras à vontade.
    beijão

    ResponderExcluir
  43. O amor não morre, somente muda de endereço...E, se por acaso vir a falecer é porque simplesmente ele não esteve vivo...

    Assim eu acho

    Beijo Dama querida, que em sua sabedoria nos faz recordar de como o amor e amar é bom...

    ResponderExcluir
  44. Muito legal seu blog!!! Vou add no meu. abraço

    ResponderExcluir
  45. gostei muito do teu blog x)

    parabéns! e sucesso.
    abraços.

    ResponderExcluir
  46. Acredito que o amor exista: é raro, mas, existe. Deve ser algo parecido com politico que não é corrupto.
    Bjos, Dama

    ResponderExcluir
  47. E o gato? é muito melhor e não comentaste.

    ResponderExcluir
  48. Acho que o amor existe sim!
    Só de formas diferentes, cada pessoa ama de um jeito diferente e isso as vezes deixa a gente frustada!

    Beijo

    ResponderExcluir
  49. A próxima visita pode ser a minha.

    ResponderExcluir
  50. amor é amor


    só isso
    não precisa mais nada

    para quê complicar mais?

    ResponderExcluir
  51. Concordo com muitos itens do seu texto, mas para mim Amor é convivência, pq como conseguiríamos viver uns 30 anos com uma pessoa e dizer que não amamos? Para você conseguir relevar, os mau humores, as brigas, as opiniões, os vícios, as manias de alguém todos os dias vc tem que amar. No meu ponto de vista Paixão é um sentimento que de atração, bem querer, começo de um vinculo para que mais tarde isso possa ou não virar um amor.
    Mas ate tendo esse ponto de vista isso é muito complexo pq para vc dizer que ama alguém vc tem que se amar, e se for pelo pensamento acima vc terá que aceitar e suportar seus defeitos, suas manias, suas TPMs, ara que mais tarde possa amar alguém tb

    ResponderExcluir
  52. Jesus e todos os santos ou gurus de várias religiões ficaram famosos por esse tipo de amor. É como um ideal para tentarmos seguir, Só é difícil, na minha cabeça, conceber sentir amor maternal por alguém com quem você quer fazer sexo.

    ResponderExcluir

Eu sempre vou respeitar sua opinião, mesmo que não concorde com ela. Então, por favor, respeite a minha!

Comente com civilidade!

Se seu comentário foi recusado, certamente a explicação está aqui:

http://confissoes-femininas.blogspot.com/2011/07/comente-com-educacao.html