domingo, 28 de abril de 2013

Que não me ama, não me merece!



Por conta da questão da transexualidade, passei boa parte da minha vida me interessando por homens que jamais olhariam para mim e pior, sofrendo muito por conta disso. Depois que fiz a transformação do meu corpo, passei um tempo curto sofrendo por homens que não me aceitavam como mulher. Ainda bem que já faz alguns anos que consegui esfriar meus sentimentos a ponto de deixar de me interessar por homens que não se interessam por mim. Acho que isso foi uma espécie de defesa da minha mente, não foi algo que programei, que lutei para isso, simplesmente foi acontecendo e que bom que aconteceu.

Mas ao acontecer isso na esfera dos relacionamentos amorosos, a coisa transbordou para todas as áreas da minha vida e fiquei meio fria mesmo. Não diria que me tornei uma pessoa insensível, perversa, amarga nada nessa linha, apenas é como se meus sentimentos, minha mente automaticamente procure alguma forma de interesse da outra parte, se essa não existe, simplesmente acontece o desligamento das emoções, seja no amor, nas amizades, nas relações cotidianas.

Para chegar no ponto que estou hoje, posso dizer que arrastei muita corrente sofrendo por homens que não davam a mínima e que até riam do que sentia. Era um sofrimento tão grande que me dá agonia só de lembrar. Sem contar as decepções com amizades, porque me entregava demais, esperava demais e quando as expectativas são altas, geralmente o resultado é a decepção.

Obviamente que tudo isso veio para as relações virtuais. Sempre que identifico qualquer falta de reciprocidade o meu primeiro movimento é o afastamento. É claro que aqui no virtual, como mantemos contato com muita gente, é até natural que algumas relações vão se perdendo de uma forma espontânea, os dois lados vão seguindo caminhos diferentes e quando a gente percebe nem fala mais com aquela pessoa, nem troca uma mensagem, nada. Mas a questão que abordo aqui não é esse afastamento natural que ocorre e sabemos disso. Eu digo sobre aquelas pessoas que a gente procura e a pessoa não te dá retorno, daí minha reação quase imediata é um bom e redondo bloqueio, porque assim como na minha vida "real", na vida virtual não tenho a menor disposição de ficar insistindo, ou tentando impor minha presença, se noto que não tá rolando, nem sofro com isso, ou até sofro, um pouquinho, por uns dias, em alguns poucos casos... rsrs.

No todo, esse meu jeito atual não traz só benefícios como pode parecer. Do tipo que sou uma pessoa fodona que não sofro por causa de relacionamentos, não é isso, tenho meus sofrimentos sim, até com relações que estão rolando bem. Acho que o prejuízo de ficar assim, é que ao esfriar meus sentimentos, também fiquei com uma enorme dificuldade de me apaixonar e isso não sei o tamanho de bom ou ruim que é. É bom quando me protege de amores platônicos e é ruim quando não permite que possibilidades reais se concretizem. De qualquer maneira ainda gosto mais do jeito que sou hoje.

33 comentários:

  1. Imagino toda a sua luta pela vida ... em todos os campos ... eu sou uma pessoa q pensa muito com vc ... achei fantástica esta sua afirmação: "me entregava demais, esperava demais e quando as expectativas são altas, geralmente o resultado é a decepção." Não crio expectativas com nada na vida e nem com ninguém ... Dou o q tenho e só espero da vida e das pessoas aquilo q elas possam me oferecer a seu modo ...

    ResponderExcluir
  2. Bom dia, Dama. Imagino que não tenha e nem seja ainda fácil viver em meio aos preconceitos, mas também penso que ficar fechada para o amor não adiantará.
    Não existe sofrimento que valha a pena deixar de entregar-se ao amor!
    Sei que nem tudo é perfeito, desafios estão aí, sempre, mas você parece ser uma pessoa de fibra e isso é o que mais importa.
    Seja feliz com o seu amor, ame e viva!
    Deixo um convite para você.

    A votação do PRIMEIRO CONCURSO DE POESIAS "PENA DE OURO" do blog "BICHO DO MATO" irá até o dia 04/05/2013.
    Concorro com o poema "DAMA MALDITA!"
    Para votarem, é só clicar no círculo à direita do blog ao lado do poema!
    Para comentarem, cliquem no link do poema!
    Votem a vontade!
    Obrigada e beijos na alma!

    http://blogdobichodomato.blogspot.com.br/2013/04/dama-maldita.html

    ResponderExcluir
  3. Minha maneira de ser sofreu uma drastica mudança nos ultimos anos e se acentuou enormemente nos ultimos 6 meses.
    De pessoa super preocupada com familia e amigos estou passando a "quase" indiferente.... Parece que meu botaozinho de FODA-SE se instalou definitivamente.
    Abracos Cris

    ResponderExcluir
  4. Dama, vc tá meio Elena Gilbert, no modo turn it off... Rs

    ResponderExcluir
  5. Fico imaginando como deve ser difícil pra você essa mudança radical em um mundo cheio de preconceitos. Mas, com certeza, você ainda vai ser muto feliz, torço por isso.

    Obrigado sempre ativa em minhas páginas.
    Abraço

    ResponderExcluir
  6. Boa tarde de domingo meu anjo sem asas!

    A carência as vezes nos remete à despejos.

    Em alguns momentos se faz necessário que as portas de nossa alma seja aberta e estas avalanches caiam por terra para mudar nossas histórias pessoais.

    Hoje o texto que trouxe, e que por sinal já teve a sua assinatura em nosso blog, www.BlogdoED.com, falei mais ou menos sobre isso, em outras linhas. Na noite de ontem me deparei ainda com um uma entrevista no programa VIVAZ, que por sinal venho lhe convidar, e aos demais a assistir acessando o blog de uma psicologa amiga, de Descalvado-SP. O link dela é www.rosanaaugusto.com e a mesma fala de algo que para mim, pra ti, para nós como um todo se faz importante nossas considerações.

    Ela trata de perdão.

    Confesso que me identifiquei pacas com a forma, o jeito, as palavras dela.

    Desculpe em estar "usando" de certa forma teu espaço para passar estes links. No geral não faço isso, mas é que as coisas casaram-se tão naturalmente que não vi outra alternativa senão indicá-los.

    Lembre-se que ainda estou aprendendo muitos, nestes caminhos e descaminhos da vida, e por isso ainda, vendo o texto de minha esposa hoje em que ela trata de caminheiro, em seu blog www.nossastagarelices.blogspot.com.br, me vi e nos vi inseridos.

    Ou seja, percebeu que hoje, em pleno domingão de sol aqui em meu amado Pernambuco, está send um dia de imensas descobertas. O que por sinal me deixa imensamente feliz por isso.

    Quanto aqueles que não te merecem, amiga Chris, estas ganhando muito mais do que eles que perderam e estão perdendo uma oportunidade impar de estar ao lado de alguém que além de talento está entrando para o mundo da sabedoria.

    Beijos na alma e muita paz, sempre!

    ResponderExcluir
  7. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  8. Olá! Boa tarde.

    Estava lendo sua postagem Dama, a partir da leitura que meu marido faz em voz alta todos os domingo e me interessei, como sempre, em deixar o meu, mas também como sempre a correria me impede, resolvi agora parar o que estava fazendo para deixar aqui a minha opinião.

    As mulheres, todas elas, são em sua essência carentes, e essa carência vem de qualquer coisa. Precisamos sempre de atenção e nesse ponto chego até a ter peninha dos homens, pois muitas vezes eles precisam ser atentos com suas companheiras, amigas, irmãs, filhas... para que entendam isso, e poucos, bem poucos conseguem.

    Sendo nós carentes, sempre nos encantamos por homens que geralmente nos inspiram á principio, confiança e só com o passar do tempo poderemos identificar o que de fato está acontecendo nesse relacionamento, mas o que importa de verdade e quando vemos e nos libertamos, sim libertamos pois essa é a palavras certa, deles que na maioria das vezes não nos acrescentam nada e ainda têm o dom de conseguir apagar o brilho de nossos olhos pouco a pouco e com estranho prazer.

    Porém também encontramos em nossos caminhos homens que todos alardeiam que não prestam, que tem todos os defeitos do mundo e um pouco mais, mas que precisamos conferir se isso de verdade ocorre, e existem casos em que nos surpreendemos, são exatamente o contrario do que nos foi exposto por todos e com esses homens (com inúmeros defeitos apontados) somos muito felizes, e digo isso por experiencia própria.

    E falando naqueles que não souberam ama-la, digo apenas que a perda foi exclusivamente deles, pois todo homem que não consegue amar uma mulher como ela merece quem perde não é ela, e sim ele, pois a falta de competência foi dele, achando-se o ultimo biscoitinho do pocote rsrsrsrs

    Xero, Bom Domingo!!

    ResponderExcluir
  9. Dama,

    Confesso que neste momento da minha vida, estou hiper carente. Solteira, terminei um relacionamento de quase quatro anos, tá foda, desculpe o termo.

    Mas, seria humilhante eu ficar com outra pessoa, apenas para encobrir esse vazio que me corrói. De forma nenhuma. Prefiro ficar sozinha mesmo.

    Uma coisa te digo: eu acredito menos nos relacionamentos. Não quero me tornar fria, amarga, como você disse no seu texto. Mas, cada dia que passa, parece que todas as coisas em que eu acredito, não fazem mais parte da sociedade. Sei lá! Tudo desmoralizou-se. Traição, falta de educação, respeito, casais que saem no tapa... Não quero isso para mim.

    Prefiro ficar sozinha mesmo, mesmo que meus sentimentos sejam contrários!!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  10. Mesma coisa por aqui: simplesmente não tenho mais nenhuma vontade de tentar impor minha presença, virtualmente ou não, quando a pessoa não dá nenhum retorno. É reciprocidade também, mas de sumir... Insistência pra quê? E nisso coloco relações amorosas, de amizade, familiares.
    O ruim é que também tenho enorme dificuldade de me apaixonar - nos últimos 6 anos, por exemplo, só me apaixonei uma vez (me fudi, mas tudo bem, valeu).

    ResponderExcluir
  11. Para mim as relações, sejam quais forem, são recíprocas, ou não são. Não fico correndo atrás de ninguém, quem não me valoriza, não valorizo e pronto. A fila anda.
    Tenha uma linda semana
    Bjux

    ResponderExcluir
  12. Já fui platônica total, sofria intensamente e ainda por cima corria atrás de amores, amizades.
    Acho que de tanto sofrer, criei casca!
    Hoje já não espero das pessoas, mas sofro só um pouquinho...
    Beijo

    ResponderExcluir
  13. Que nossa amizade continue eterna
    e tenham sempre um lugar especial em nossos corações,
    e nossa jornada de hoje e de sempre esteja repleta de flores,
    paz e amor.
    Que DEUS: esteja sempre com sua mão
    estendida apontando o caminho correto
    por onde devemos prosseguir .
    Uma feliz e abençoada semana.
    Beijos,Evanir..
    Amada fico cm as palavras do nosso amigo Wanderly.
    Depois de tanto sofrer fico triste em ler coisas que magoaram alguem como você.

    ResponderExcluir
  14. Acho que a gente passa por diversas fases na vida: fase de amar muito, de se humilhar, de quebrar a cara, de se proteger demais, de se isolar, enfim... Com o tempo, claro que vamos ficando mais escolados nesse negócio de amar e se relacionar, e começamos a criar uma casca anti-sofrimento. Com todo mundo é assim. Natural tentar fugir da dor. Mas viver sem sofrimento algum é impossível, não tem como. Só se a gente ficar fechado dentro de casa.
    Boa semana pra ti.

    ResponderExcluir
  15. Amei o post e concordo com tudo que disse! Consideramos fácil amar quem nos ama, mas isso não é hipocrisia e sim defesa pessoal.
    Devemos amar quem gosta da gente e quem nos da valor.Todo o mundo precisa se sentir amado, afinal: AMAR É UMA QUESTÃO DE ESCOLHA !

    ResponderExcluir
  16. Esse seu post é um exemplo do "gato escaldado tem medo de água fria", mas me fez pensar o qto vc esta perdendo por ter se fechado.
    Fique bem.

    ResponderExcluir
  17. É um mecanismo de defesa mesmo!
    Não posso nem criticar isso, sou exatamente do mesmo jeito! Aprendi que não toledo a dor da perca! Sofrer de amor não é pra mim então bloqueio mesmo! Me afasto e fuco bem!

    Bjs

    ResponderExcluir
  18. Ahh é assim mesmo. Somos julgadas pelo que escolhemos. Mas tem que ser vc mesma. Está certíssima. quando for para acontecer, vai ser tão forte que vai derrubar essa barreira protetora que vc criou. Tudo tem seu tempo.
    www.garotaoisada.com

    ResponderExcluir
  19. Que dilema, né, Dama? a gente sempre querendo quem provavelmente não vai nos querer. Questões de aceitação é difícil. Eu sempre me interesso por quem não vai se interessar por mim, a gente tem um quê sofrimento mesmo! Eu amei o quem não me ama, não me merece. É bom adotar. É demonstração de amor próprio. Vou pensar bem na frase antes de desperdiçar meus sentimentos.

    ResponderExcluir
  20. Oi, Dama!!
    É mais natural que nos afastemos de quem não demonstra reciprocidade aos nossos sentimentos, do que ficar "babando ovo" de quem não está nem aí.
    Nem todo mundo demonstra claramente se gosta ou não de nós e devemos ficar atentos aos sinais, se for do nosso interesse.
    Conseguir deixar de lado quem, até pode te interessar, mas que não te dá pelota, é uma qualidade!!
    Em casa sou a única menina e vejo como os homens praticamente descartam mulheres que se oferecem demais. Não gostamos de "jogar", mas vez ou outra, é necessário.
    Boa semana!!
    Beijus,

    ResponderExcluir
  21. Dama vc precisa achar homens com mente aberta,infelizmente existe um machismo e preconceito absurdo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é Hugo, o problema só é achá-los.... rsrs... mas concordo totalmente com você.

      Excluir
    2. Ainda existe algum?! Rs

      Excluir
  22. Dama,esse artigo masculino tá em falta pra todas nós,mas não tô falando só no homem,no macho-falo no homem gente,pessoa,com valores humanos...penso na solidão que todas sentem,até mesmo as casadas,a famosa "solidão a dois" que tanto ouvimos falar...mas vc encerra seu post dizendo algo incrível,maravilhoso, que vc gosta mais de vc do jeito que é hoje..isso sim é evoluir,custe o que custar,doa a quem doer..gostei demais,admiro muito vc...

    ResponderExcluir
  23. Dama...tenho certeza que você encontrará logo logo seu príncipe encantado!
    Beijocas
    ZAZ

    ResponderExcluir
  24. Nossa vida é cheia de fases, boas, ruins,boas....Acredito que o Brasil melhorou bastante no preconceito - exceto na área evangélica. Acho que diferenças sexuais não caracterizam diferenças de personalidade, tanto que gosto dos seus textos e sempre dou uma olhadinha aqui. Abraços. ....http://grandeonda.blogspot.com

    ResponderExcluir
  25. Ah se todas pensassem como vc, Dama, nao teria tanta mulher sofrendo com alguns canalhas que vemos por aí...

    eu demorei mt tempo pra entender isso :-(


    ResponderExcluir
  26. puxa, nem dá pra imaginar a barra que vc passou, menina! tendo todos contra vc. Mas nem a tua mae Dama? mas hj ela te vê de forma diferente nao é? ela, vc falou uma vez ,é a pessoa da familia que vc mais tem contato ,nao é isso?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É a pessoa que mais tenho contato, a única para dizer a verdade, mas ela não me vê como mulher, ainda me chama pelo nome de batismo, é de dar tristeza tudo aquilo lá.

      Excluir
  27. Damaaa!!!

    Alguém me disse que todo sofrimento é bom, pois nos torna mais maduros. De fato é verdade. Mas ninguém quer (e não precisa) sofrer para aprender. Se o sofrimento nos torna mais maduros, tb nos torna mais egoísta, ninguém quer passar por situações assim o tempo todo(embora cometer o erro mil vezes e nosso feitio).
    Enfim, acho que aos poucos todos nos vamos nisto fechando para o amor, desiludidas com o principe encantado, comecamos a desejar somente uma pessoa honesta ao nosso lado, mas tds as inúmeras qualidades já não oysamos desejar....
    Isso é normal. Hj em dia tb sou assim e tenho até medo deSte frio todo....

    ResponderExcluir
  28. Cris, eu tenho milhares de defeitos, mas toda minha vida eu fui realmente descartando pessoas que sentia se aproximavam por interesse. Esse quem não me ama, não me merece usei muito e não sentia pena. Meu último namorado antes do meu casamento se foi ( me chutou ) e realmente nunca mais quis saber dele.

    Quem gosta ( ou não gosta ) da gente demonstra de alguma forma. Eu penso que você ficou ( por conta do que passou ) com muito receio de se decepcionar.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  29. ninguem me quer por causa da inferioridade que eu tenho no tamanho do meu orgao tenho muita depressao e nao guento mais sinto nojo das pessoas que sao um monte de repulsivos pirados que como pode existir ainda pessoas que se comportam desse jeito.

    ResponderExcluir

Eu sempre vou respeitar sua opinião, mesmo que não concorde com ela. Então, por favor, respeite a minha!

Comente com civilidade!

Se seu comentário foi recusado, certamente a explicação está aqui:

http://confissoes-femininas.blogspot.com/2011/07/comente-com-educacao.html