terça-feira, 13 de setembro de 2011

Fase de solidão...


Há mais ou menos 1 ano e meio, venho enfrentando uma das minhas piores fases de solidão, isolamento e falta de lazer. Tudo isso tem um porquê, claro. Espero em breve sanar e poder abrir aqui...

Por outro lado fico sempre me perguntando o motivo de que quando estou em fases difíceis os amigos socorrem, mas não os tenho com a mesma facilidade na hora da diversão. Faz muita falta ter amigos, para ir a um cinema, para receber uma visita, para bater um papo, enfim, faz falta contato humano. Fico sempre me perguntando até onde "cavei" toda essa situação para mim e até onde tudo isso independe da minha vontade. E simplesmente não chego a resposta alguma...

E continuo seguindo a vida numa solidão absurda. Não, não estou aqui reclamando de que está faltando um homem na minha vida, até sinto essa falta, mas não espero por homem para viver a vida. A falta maior que sinto mesmo é de gente com quem tenha sintonia, gente com quem possa apenas sentar, sair, rir, beber uma cerveja. Por que é bom fazer programas sozinha, mas é muito melhor ter a opção de fazê-los acompanhada ou sozinha.

Sei que já fiz um post semelhante a esse, mas agora volto ao assunto porque simplesmente cansei de pensar a respeito disso e deixar que isso me paralise, ao contrário estou tentando buscar saídas. Se não tenho com quem tomar uma cerveja, saio sento num bar e tomo umas. Se não tem alguém para viajar, eu programo uma viagem sozinha mesmo. Ou seja, estou cansada de tentar entender os motivos da vida, das pessoas, e até os meus próprios motivos. Quero apenas mudar o rumo de tudo isso e tenho esperanças de que vou conseguir, porque quando quero sou determinada.

Fui a um cartomante há uns dois meses atrás e ele disse que eu ligaria o botão do "foda-se" em breve. E acho que é mais ou menos isso que está acontecendo. Influenciada pela previsão dele? Sugestionada? Não sei, nem quero saber, quero apenas resultados, não quero saber de onde as soluções estão vindo, apenas quero que venham.

40 comentários:

  1. Dama!
    Tbém passo pela mesma situação, tenho pouquíssimos amigos para o divertimento, já fui a muitas coisas sozinha, e cansa...
    Nas piores fases aparecem e na hora da diversão evaporam. As vezes me perguntava será que era eu a chatonilda?
    Realmente não sei...
    No momento vivo em outra fase, esta dita solidão já não me perturba tanto.
    Bj
    :*

    ResponderExcluir
  2. Oi Dama, que engraçado, eu vivo o oposto. Na hora da diversão chove amigos, na hora da precisão... Menina não tem ninguém que atenda o celular. Eu me cansei disso. Tinha uma velha amiga que eu sempre me apoiava. Meses atrás fui para a casa dela, passei uns dias lá na maior alegria. Quando eu voltei tive que enfrentar uma barra de saúde com minha mãe. E cade a minha amiga??? Para conversar comigo estava sempre ocupada, mas para ficar de conversinha com pessoas que ela dizia detestar tinha tempo. Ah menina resolvi ligar o botão do FODA-SE, falei tudo o que eu sentia e me afastei... por um tempo ela correu atrás de mim para consertar a merda... mas uma vez que aconteceu, nessa situação, não consegui dar a volta por cima e fazer que nada tinha acontecido.
    Hoje se tenho vontade de sair, saio sozinha, beber, bebo sozinha... Cansei de ter pessoas ao meu lado só para a hora da diversão.
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Pattr!cia - Pois eu adoraria que a situação se invertesse por uns tempos, certamente minha vida ficaria mais animada... rs. Mas sigo em frente fazendo as coisas sozinha mesmo... rs. Acho que agora vai ser assim mais que nunca.

    ResponderExcluir
  4. Se eu tivesse lembrado disso qd estive no Rio, putz Cris, agora me deu até raiva de mim por nao ter te procurado, eu posso ser uma idiota mesmo...

    cara, mas o bom é que vc tá reclamando ao contrário do que as pessoas tanto reclamam, saca?

    Mas sabe Dama, eu já tive fases assim tbm. Teve uma fase tao complicada que eu até convidava gente que nao tinha nada a ver comigo, só pra ter alguém com quem sair. Foi numa fase dificílima perto do fim do meu casamento. Eu tava tao louca pra sair que uma das minhas vizinhas loucas, comecou a espalhar pra vizinhanca que eu tinha virado prostituta, só porque um dia eu sai com uma menina que sei lá, devia ser, sei lá...

    Mas nao se estressa Dama, a fase complicada já já vai passar e tu vai poder curtir novos ares, tu vai ver.

    ResponderExcluir
  5. A fossa é um poço fundo, minha cara Dama de Cinzas,


    Danian.

    ResponderExcluir
  6. É dama, as vezes nos sentimos tão só não é? E por muitas vezes estamos rodeadas de pessoas e a solidão prevalece. Mas com certeza você encontrará uma amizade verdadeira, que esteja em sintonia com você! Estou na torcida viu? Um abraço!

    ResponderExcluir
  7. Posso dizer uma coisa??

    Esse sentimento de solidão de amizades, não acontece só com você!!! E sim, com a grande maioria.. Até comigo!!!!

    Mas, já que não tenho um grande amigo com quem posso contar (por conta da facul, serviço, namoro, entre outras coisas), percebo que o meu grande amigo do momento, é o meu namorado...

    Não gostaria que essa falta fosse suprida por ele (até porque eu gostaria de ter uma amiga para fofocarmos e debatermos grandes questões), porém não vejo outra solução!!!

    Enfim, as relações de amizades estão tão frágeis, incoerentes, até com toques de inveja e ciúmes, que pensando bem, prefiro viver como uma anti social, do que estar ao lado do meu inimigo!!!

    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Tem momentos bons e ruins com a solidão!

    Seguindo Dama, gostei muito do seu espaço, quando puder, passe no meu!

    Abraços

    ResponderExcluir
  9. Oi menina... também ando com vontade de ligar esse tal botão viu!!!
    ah se quiser viajar uns trocentos quilometros e quiser vir aqui conhecer a terrinha dos dinossauros, ficar num casebre, as portas estão abertas!! aqui a gente leva a sério os bebes e bebes!! :-)

    ResponderExcluir
  10. Esses momentos de solidão são complicados, embora necessários.
    Sei o quanto não é fácil senti-se só, mas procure apenas quem te faça bem, plena e grande, como vc demonstra ser.
    Um xero.

    ResponderExcluir
  11. Posso dizer que tenho pouquíssimos amigos, ou quase nenhum, talvez meio...tanto nas horas boas quanto nas ruins. Ando numa fase meio de clausura também, andei me isolando um pouco. Às vezes é bom, outras dá uma solidão...
    Ultimamente meus desabafos são aqui na net, com meus amigos virtuais, que no momento me parecem mais francos e sinceros.
    Sorte e força.
    Bj

    ResponderExcluir
  12. nem vou falar nada sobre botão do "FODA-SE" pq o meu tá ligado no automático há tempos...rs...

    Não sei o q acontece contigo, mas sempre há solução.
    No meu caso, eu q ando fugindo pra ficar sozinha... tem muita gente com quem sair, mas ando sem vontade de gente.

    ResponderExcluir
  13. Olá, Dama, está melhor ?

    Pois é, eu tenho reclamado no meu blog de algo parecido, mas no meu caso, não sei se tenho amigos porque depois que fiquei desempregada eles sumiram. Eu agora nem recebo recado em rede social, um horror !

    Eu cheguei a constatação agora (por coisas que tenho lido em redes sociais) que só tem amigo quem tem algo a oferecer: casa de praia, piscina no condomínio, churrasco, contato para entrar de graça em festa, e por ai vai.

    Eu tive que parar de sair por causa da falta de grana e não fui chamada pra mais nada ! Nada e nem uma ligação ou recado (como já disse acima) eu recebo.

    Fico triste demais com a indiferença, e como eu disse no meu blog, mesmo tendo meu amor eu sinto falta de ter amigas... de conversar papo de mulher, essas coisas.

    Eu li uma frase numa rede social, de uma pessoa que se diz minha amiga, que diz mais ou menos o seguinte: ela não deixa de falar ou se afasta das pessoas mas ela faz um remanejamento das amizades. Ou seja, a toda hora ela muda as companhias dela de acordo com suas prioridades.

    Eu entendi claramente que ela não é amiga de ninguém e só se aproxima de quem está na mesma sintonia que ela...

    Enfim, percebo claramente que hoje em dias as pessoas não são amigas por afinidades ou simpatia e sim por interesse. Quando o interesse diminui ou some, a amizade esfria.... amizade hoje em dia tem prazo de validade. Bastou ficar um tempinho sem sair com a pessoa e pronto, a amizade diminui.

    No seu caso, eu se fosse você, perguntaria na maior cara de pau. Perguntaria sim, diria :"- Por que vocês não me chamam pra sair ? Eu
    também gosto de me divertir, cinema, etc"

    Será que as pessoas acham que por você ser profunda e inteligente não curte sair, passear ?

    Deixa te perguntar, suas amizades fazem qualquer tipo de passeio (museu, viagem, caminhada, cinema, teatro, exposição, etc) ou apenas barzinho, boate, micareta, essas coisas ? Por que minhas "amigas só fazem programas do tipo barzinho, festinha, micareta, e não fazem nada de cultural. Aliás, nem me visitar em casa me visitavam, acredita ?

    Acho que quem gosta muito de festa, bebida, barzinho e micareta não é amigo de ninguém e sim, amigo de bebida !

    Forte abraço pra você !

    ResponderExcluir
  14. Até onde eu sei, você tem feito a sua parte. Então siga em frente, as mudanças virão, com certeza. Na torcida sempre, você sabe. Bjo

    ResponderExcluir
  15. Dama, mas já partiu de você o convite para programas? Ou você sempre espera que eles convidem? De repente eles estão pensando que vc curte ser assim mesmo, independente, fazer programas sozinha.
    Ás vezes temos que dá o primeiro passo. E como já disseram aqui, você pode até se considerar com sorte, pois o normal é ter os amigos só na hora da farra e não o oposto...
    De qualquer forma isso é uma fase, e há de passar!

    Beijokas!
    Fá!

    ResponderExcluir
  16. A vida é feita de momentos assim mas é importante estarmos abertas a novas opções para esses momentos passarem. Mas, por favor, não siga conselhos de cartomantes...
    Bjs e fik c Deus.

    ResponderExcluir
  17. Dama: faz muito tempo que entrei nessa de fazer tudo sozinha..cansei de depnder dos outros para se feliz...infelizmente as pessoas quando tem muitas, não reparam naquela mais de canto...e assim vão se afastando, achando que vc e acomodada, que nao adianta querer vc por perto. na real, dependendo da situaçãoque vc esta vivendo...é até melhor não ter ninguem por perto, o ruim é qua ninguém entende quando vc quer voltar...paciência, ser -humano é radical de mais...ou ame-o ou deixo-o...bjinho (não sei porque agora consigo comentar...vai entender...)

    ResponderExcluir
  18. Dama,
    acho que todos passamos por situações semelhantes.

    Em determinados momentos também me sinto só. Melancólica. Chata. Acontece, porque tem épocas que estamos mais frágeis,sensíveis e abertas aos sentimentos. Situações que não fazem mal num momento, acabam fazendo em outro.

    A solidão é um estado de espírito. Veja, passei quase três anos zoando em bares, boates, praias, piscinas,etc e tal.

    Porém, quando eu chegava em casa, de madrugada, ou pela manhã, sentia solidão. Ficava estranha. Vazia. Me olhei no espelho, muitas vezes,e percebi que EU não era EU. Entende ? Cercada de gente, mas sozinha.

    Conclusão : Fui em busca da minha essência. Tenho me sentido melhor.

    Beijos e boas descobertas !

    ResponderExcluir
  19. Querida, a pior das solidões é aquela que sentimos apesar de acompanhados!...
    Acredita e ti... dentro do teu peito moram ainda todos os sonhos, todas as fantasias, todos os desejos!...

    Beijos,
    AL

    ResponderExcluir
  20. Por favor, onde fica esse botão?

    ResponderExcluir
  21. Também estou nessa fase, amiga.

    Me senti a última mulher do mundo quando fiquei três dias no hospital para uma cirurgia da coluna e ninguém - ninguém - foi me visitar.

    Meu telefone fica o dia inteiro sem tocar, só minha mãe que liga para saber se estou bem.

    Foda!

    ResponderExcluir
  22. Desculpa, mas não sei em qual cidade vc mora... se for em BH ou em cidade próxima, "bora" pro cinema, beber umas, andar no parque, jogar conversa fora na minha casa no domingo?

    Estou falando sério... precisamos abrir as portas para novas possibilidades.
    bjs e encontrando o botão do foda-se favor informar.

    ResponderExcluir
  23. Te entendo perfeitamente.. Já passei por uma fase assim, mas como alguém disse ai em cima, já passei pela fase em que era cheio de gente para me divertir conversar e beber umas, mas quando era pra apoiar e tudo mais hãa quem diz! Ai fiz uma amiga, uma big amigona que é pra todas as horas, amigos vem amigos vão, mas ela continua aí..
    Mas te entendo sim sim! E sei o que quer dizer quando disse que andar sozinha cansa, e se cansa!

    ResponderExcluir
  24. Olá Dama!

    Se eu me lembro bem vc já colocou essa situação, só não me lembro se foi aqui ou no outro blog. Bom, de qq maneira, acredito mto que existem pessoas que existem para ajudar os outros. São uns amores: são solicitas, presentes, boas ouvintes, sempre on. Mas, por alguma razão que eu tb não sei qual, quando a fase negra passa, parecem que elas se sentem sem utilidade e somem do mapa. Para um chopp, um cinema, uma viagem, um lanchinho, uma praia nunca estão dispostos. Aliás, esses tipos de convites nunca partes dos amigos para momentos ruins.

    Tb tenho amigos assim, que na hora da M... estendem uma faixa pisca-pisca: conte comigo. Mas, na hora do oba oba, nem ligam pra minha existência. No início isso me inomodava muito, depois passei a dar menos importância, pq se esse tipo de 'amigo' quer fazer parte apenas de um momento de minha vida, fazer o que? Existem mts outros que querem o oba oba e sabem se divertir como ng, mas q tb, embora sempre à disposição, nem sempre sabem dar aquele auxílio ou segurar a barra comigo...

    Enfim, começo a entender que cada um tem a sua função na vida. E mesmo que eu não concorde, tô apredendo a respeitar.

    Beijão linda!

    ResponderExcluir
  25. Adoro ler seus posts. Mesmo. Refletem muito de mim e do que penso em muitas situações mesmo. Eu ando me sentindo muito só, como há muito não me sentia, a diferença é que desde que me entendo por gente me sinto assim, uma outsider, looner, solitária, desde sempre. Alguns momentos melhores, fato, mas a maioria muito só. Para o bem e para o mal, sou tida como popular porque conheço (e perdão pelo português castiço) um caralhão de gente, mas é tudo superficial, ninguém que eu chamaria para o meu casamento, ou comunicaria o nascimento de um filho, todos foram no funeral da minha mãe, muitas flores, e zero telefonema ou sinal de fumaça nos últimos seis meses, para que eu chore, esperneie ou saia para tomar um chope e pegar um cinema. PHODA. E vou seguindo, me questionando e me perguntando, se sou eu, ou se são os outros, como o iferno são os outros, quero crer que não sou eu... Me empolguei, desculpa...ufa. Desabafei =) Um beijo e boa semana para você!

    ResponderExcluir
  26. nossa estou assim tambem, amigos zero para sair,,,

    ResponderExcluir
  27. Gozado que não consigo te imaginar assim. vc sempre me passa a imagem de uma pessoa mto interessante, aquelas que a gente quer por perto para conversar, falar as coisas do mundo.
    então talvez ai está a resposta: as pessoas talvez te tomem por uma pessoa densa demais.

    aquela que a gente se junta com ela nos papos cabeça, nos momentos da nossa filosofia.

    acho que é uma questão de identificação mesmo, as pessoas inconscientemente ligam sua imagem aos momentos mais sérios, importantes. e talvez pensam que a descontração boba te irrite ou não te atraia, acham que vc nem curte esse tipo de coisa (tomar um chopp com amigos, jogar papo fora, descontrair-se).

    veja se sem querer vc não passa o recado de uma mulher durona demais, meio dama de ferro, densa. e...convide os amigos para ir tomar uma cerveja, fala que vc tá com vontade de se divertir, solta a idéia para a galera. vai chover convite, vc vai ver.

    não tem nenhuma blogueira legal ai perto p vc marcar um encontro?
    bjs e fique bem.

    ResponderExcluir
  28. Aos que estão me perguntando se chamo os amigos para sair. Sim, eu chamo, mas não insisto demais. E no final sempre acontece um imprevisto, ou as amigas estão envolvidas com seus maridos, ou namorados. E no final fico sem saber se eu que sou chata, se o problema está nas pessoas, ou se as situações é que não estão favorecendo...

    ResponderExcluir
  29. Vivo o drama rsrrs,depois de namorar 19 anos ... fiquei sem amigos , a gde maisoria casou , outros foram morar fora enfim fiquei só eu , por uns tempo era de casa pro consultorio e vice e versa , ai fui a luta busquei meu mestardo e na universidade conheci mta gente com o mesmo problema , e acabamos fazendo uma turma boa rrsrs a turma dos sem amigos que se acharam , mas olha nao querendo me estender , a fase do ''eu sozinha '' no mundo me deixou sequelas e acabei por ficar caseira demais e meio desconfiada das pessoas ...mas tenha certeza que a fase passa e voce logo logo vai encontrar um pessoal para sair jogar conversa fora , para uma cervejinha enfim para rir um pouco . bjs

    ResponderExcluir
  30. Me lembro desse outro post seu e acho q comentei q me sinto assim também, inclusive já escrevi sobre isso. Embora estejamos acostumadas com nosso mundinho, sentimos falta de vida, acho absolutamente normal, mas é difícil, não sei se somos diferente de todos ou todos são diferentes de nós rsrsrs.

    ResponderExcluir
  31. A visão que tenho de você é bem parecida com a que o Alexandre relatou. Uma pessoa cativante, magnetismo forte e rodeada de bons amigos por perto. Adoraria conhece-la, sair, bater papo, divertir, viajar... Também me sinto sozinha, às vezes. Minhas amigas estão em outra cidade, moro há pouco tempo no interior e as coisas em cidade pequena são um tanto diferentes... Nem tem cinema, nem lugares bacanas para sair por aqui... O que me salva são os livros e o blog. Mesmo no ambiente virtual fiz amizades reais, não é a mesma coisa que presencial, mas a sintonia e o sincronismo fazem a difernça.


    Beijão, Dama!

    ResponderExcluir
  32. Também ´passei por uma fase assim, e aliás, ainda não me desvencilhei dela por completo. Ainda estou com uma sensação de que me falta algo. Mas o que mais em assusta, é eu ter passado por essa fase, com apenas 15 anos. Alguns dizem que é frescura, mas se estivessem em meu lugar, certamente não pensariam assim. Enfim... às vezes a gente tem amigos que nos fazem rir e que até são agradáveis, mas quando a gente mais precisa... CADÊ ELES? puff... Sumiram!

    São nessas horas que a gente percebe quem é e quem não é nosso amigo de fato, pois eu acho que as dificuldades são como um pente-fino que o destino passa em todas as áreas da nossa vida. Elas, às vezes, são capazes de levar consigo o sorriso do nosso rosto, mas até nos beneficiam, pois eu acho que quando perdemos uma falsa amizade, na verdade ganhamos com isso. Um falso a menos pelo nosso caminho rs E as dificuldades também passam um pente-fino na nossa vida social, e os primeiros a serem eliminados são os "Judas" que costumávamos conviver todos os dias...

    Bjão, Dama!

    ResponderExcluir
  33. Dama,

    Li todos os seus comentários, pq esou passando por uma fase parecida... Desde que me separei no máximo o que eu consegui foi parar nos bares proximo do trabalho e beber com a galera, isso no final do mês qd todos tinham dinheiro...
    Até me surpreendi com as amigas que apareceram me apoiando na hora da tristeza, realmente me dando conselhos, me escutando, tenho até uma amiga que bebeu mts vezes comigo e eu chorava, e pior, sequer conseguia ficar bebada de tanta dor...
    Mas pra diversão, quase não encontro ninguém. No MEU caso, quero sair, conhecer os novos lugares, viajar, conhecer pessoas,pricipalmente depois q o canalha do meu ex me disse q não saía comigo, pois tinha vergonha de eu ser feia e gorda. tb sei que ficar em ksa não vai aparecer ng pra eu -ao menos- beijar na boca, mas nunca tenho companhia. Minhas amigas a maioria está casada, namorando... em outra sintonia, e por mais que até possamos sair com seus companheiros tb, não é o mesmo clima... estou rompendo a barreia, aos poucos, de fazer as coisas sozinha... ir a um shopping, talvez uma praia.. certos lugares ainda são mto dificies ir sozinha.. mas stou tentando, e assim eu espero conhecer alguém (mulhes/homem) q esteja na mesma "vibe" q eu e possamos ser companhia um pro outro...
    Mas se quiser companhia, não esqueça q eu tb moro no RJ... kkkk

    bjs

    ResponderExcluir
  34. Minha querida. Acredito que todo mundo em alguma fase da vida sente algum tipo de solidão. Difícil encontrar amigos,companheiros...que nos entenda totalmente.
    Apesar de ser casada e ter um bom companheiro, o que eu faço com relação as amizades é ter uma para cada ocasião...rs,(acho que ja te comentei isso,nao?). Uma para rir, outra para chorar, outra para fofocar, outra para shopping...rs.
    Assim pegamos o melhor de cada um. Ate que essa tática tem funcionado pra mim, (quando eu tinha amigas...hahaha...aqui na Florida ainda nada!).
    Beijocas e força que eu sei que voce tem muita!!!

    ResponderExcluir
  35. você deve ser minha clone.
    Idem a tudo q vc disse nesse post.
    Bjs

    ResponderExcluir
  36. É, sei como é, tb to sentindo essa solidao!

    ResponderExcluir
  37. Ih minha amiga!

    imagina eu que moro em outro estado, outros costumes, até hoje não me adaptei. Nem tenho amigos. Tenho um ou outro conhecido, mas geralmente nao preenche meu perfil kkkkkk.

    Posso ser sincera? Até pra beber cerveja em botequim tem que ter papo interessante.

    Então fica eu e Ale só. Claro não tenho solidão pq ele tá aqui de uma certa forma. Masss eu gosto de ficar comigo, aliás eu queria uma super amizadona pra ir passear, rir, ver filme, sair ou não fazer nada.

    Acho que essas pessoas estão todas é na frente do computador. Então vou levando minha vida solitária rss.

    O tal do foda-se da cartomante é vc que vai dar em nós, no blog ou em tu? ai aiiiiii rssssssss

    Eu ando adepta do foda-se pra muita coisa, twitter é um deles, ando menos por lá. Bjo

    ResponderExcluir
  38. Poxa, que beleza de escrito, palavras tão bem colocadas e um sentido tão claro...Parabens pelo Blog, seus textos são realmente muito bons, escreves maravilhosamente bem, tens uma sensibilidade admirável, tudo aqui me agradou, então não hesitei em me tornar seu seguidor...

    Quando puder, passa la no meu tbm e vê o que acha
    http://essenciaego.blogspot.com/

    Abraço apertado
    Té mais ;P

    ResponderExcluir
  39. Ha momentos que o coração chora, ha momentos que ele sofre tem momentos que estamos feridos e abatidos, somos filhos que choramos e a mãe nunca vê, somos seres em busca apenas de felicidade que seja capaz de alegrer o nosso ser, Cris um abismo chama outro e acreditar que Exixte alguem por voce é ter fé e saber que se vocÊ cair, e só mais um teste para saber das forças ocultas que vc tem te desejo um abraço amigo beijo...

    ResponderExcluir
  40. Nossa, me identifiquei demais com você! Não tenho muito elo emocional com a minha família tbm, minha mãe me humilha e, apesar de eu morar com ela e pagar as coisas p/ ela, assim como você, me sinto uma ovelha negra!! Tenho sorte de ter um namorado que me apoia demais, mais tbm não tenho amigos, e assim como você, fico pensando se a chata não sou eu. Beijos. Amei seu blog!

    ResponderExcluir

Eu sempre vou respeitar sua opinião, mesmo que não concorde com ela. Então, por favor, respeite a minha!

Comente com civilidade!

Se seu comentário foi recusado, certamente a explicação está aqui:

http://confissoes-femininas.blogspot.com/2011/07/comente-com-educacao.html