segunda-feira, 17 de agosto de 2009

Assexuados...

Dia desses estava conversando com uma amiga do trabalho e ela me contava que tinha se separado do marido somente porque ele não queria fazer sexo. Acompanhei a separação dela e sei que tudo é verdade. Vi como seu padrão de vida caiu depois da separação e todas as outras consequências.

Vinda de uma família de conceitos rígidos, ele foi seu primeiro namorado e se casaram... Disse que mesmo antes do casamento já era uma dificuldade manterem relações sexuais, porque o cara não gostava mesmo, depois do casamento seguiu aquele marido perfeito, um meio princípe encantado, companheiro, atencioso, bem humorado, fazia todas as vontades dela, chegava mesmo a mimá-la, pagava tudo pra ela. Mas não gostava de fazer sexo. Quer dizer, fazia, mas assim de dois e dois meses e tal... rs

Conversou muito com ele sobre a falta que sentia de sexo. Um dia cansada de "subir pelas paredes", separou-se e hoje em dia está com um cara bem legal, mas que não faz por ela, metade do que o marido fazia, no entando oferece muito sexo... E sempre noto em suas palavras um toque de lamento. Percebo que tem dúvidas de ter trocado um marido tudo de bom, por outro não tão bom, mas sexualmente ativo. Agora está satisfeita sexualmente, mas no dia-a-dia sente falta do que o primeiro marido lhe dava.

Lendo esse post no blog do Jota, me deu vontade de fazer um post levantando essa questão. Porque acho sinceramente que conseguir sexo é algo tão fácil e corriqueiro. Basta sair e criar uma situação propícia pra que um cara se aproxime. No entanto achar um companheiro de verdade, um cara que tá ali do seu lado, te apoiando, te escutando, te dando suporte, é algo sempre tão difícil.

Eu já tive um relacionamento com alguém em que existia muito pouco sexo. E te digo que a relação acabou não por isso, mas quando eu me senti uma estranha para aquele homem e vice-versa. Quando não existia mais sintonia. Pra mim quando há a sintonia, a questão sexual pode ser contornada. Essa minha amiga diz que falo isso porque estou "de barriga cheia". Talvez... rs

Então, por ter conversado com essa minha amiga, fui no Orkut e mandei listar comunidades com a palavra "assexuados". E fiquei boba ao ver comunidades com um monte de gente dizendo que sente falta de sexo, mas pode passar sem ele tranquilamente, ou que não gosta mesmo de sexo.

Trazendo essa questão pra mim, já fiz taaaaanto sexo na minha vida e tive tão menos outros aspectos nos relacionamentos, que talvez fosse uma dessas pessoas a sublimar a questão sexual, se o cara fosse tudo de bom. Até porque eu separo sexo de amor, coisa que a maioria da mulherada não faz. Acha que o homem que transa com ela está fazendo aquilo com amor, então seria uma prova de amor, o que definitivamente não é. Homens, em geral, transam e pronto! Tá bom tem as exceções, eu sei!

De uma certa forma e em alguns casos, é claro; homens tem feito isso desde sempre, tendo uma esposa que ama e mantendo amantes para satisfazer seus desejos sexuais... E não vou entrar aqui no mérito da questão, se é certo ou errado. Apenas analisar que homens conseguem contornar isso melhor que mulheres. Já que elas atrelam demais sexo ao amor...

As mulheres gostam de se sentir protegidas e amadas, isso é uma constante entre as independentes e dependentes. E com meia dúzia de 1 ou 2 homens, me senti protegida e amada, na grande maioria dos meus relacionamentos tudo ficou muito a desejar, embora o sexo tenha sido bom em quase todos eles. Por isso digo que se aparecesse um cara ao estilo do primeiro marido dessa minha amiga e eu gostasse dele, não hesitaria em agarrar, porque é um ser raro no universo masculino.

Mas não posso deixar de lançar a pergunta: Mais dirigida ao público feminino do que ao masculino, já que sexo pra homem quase sempre é fundamental. De qualquer maneira a resposta masculina é muito benvinda:

Você manteria um casamento com alguém que julgasse perfeito(a), mas sem a satisfação na área sexual?

P.S:

1) Não que importe muito, mas esse blog, hoje, está fazendo dois anos de existência... Desde meu primeiro blog, onde conheci muitos amigos e até amores, esse é o blog que parece querer barrar aquele em tempo de existência. O primeiro durou quase três anos.

2) Na postagem passada eu retirei o n. 8 na última hora e esqueci de trocar a numeração. Achei que esse ítem iria tirar o foco de todos os outros, já que desabafava o que me irrita em blogs . Quem sabe qualquer hora dessas eu publico? Por enquanto fica aqui mais uma coisa irritante demais, que é fazer revisão de texto... Putz!! Eu reviso, reviso, reviso, reviso e reviso, quando publico, tem um erro grosseiro. Pode ter certeza que xingo muitos palavrões por aqui...

60 comentários:

  1. Oi Dama!!
    Que assunto ein!
    Olha, começo respondendo a pergunta do post! Olha, sinceramente sexo é TUDO de bom mas eu nunca achei fundamental numa relação. Com o tempo a gente aprende que um sorriso, muita conversa, mais ouvindo do que falando, beijos, abraços e carinhos são fundamentais.
    Além disso, a satisfação do desejo é fantástica e existem casais que sobrevivem apenas pela química não é? Se é amor ou não, não sei.
    Minha opinião em relação ao assunto: Eu namoraria, ficaria noivo e me casaria sem necessariamente ter que fazer sexo toda hora, todo momento. Até pq acredito que sexo deva ser chamado de amor, de comunhão.. de um momento sublime do casal onde as intimidades se fundem, se somam... criam laços bonitos!! Tem mta gente que vê o sexo como fundamental e ele não deixa de ser, mas transforma aquilo numa descarga emocional, numa muleta por assim dizer!
    Enfim, esta semana eu vou voltar aqui e escrever mais sobre o tema!
    Assexuados é um título forte... vou pesquisar o assunto!
    No entanto eu sempre fico pensando nisso tudo que Vc escreveu. Da amiga que trocou pão por carne eheheheh amor por sexo.. e chego a uma pequena conclusão inicial.
    Temos que estar bem com nosso EU. E mtas vezes ao projetar este bem, esta felicidade em outra pessoa ou coisa esquecemos de nós mesmos.
    Não é a quantidade de sexo que vai determinar este bem interior. Talvez a qualidade sim, esta ajude. Mas isso é o meu jeito de ver a situação eheheh até pq, mesmo sendo homem não to por ai disponível para satisfação sexual e sim, pronto pra uma relação completa! =) Beijo e boa semana, Dama!

    ResponderExcluir
  2. Olha dama, eu acho mais complexo do que sim ou não. É assim, eu acho que não existe casamento sem sexo. Então seria "não" de cara ne? Não sei. Pq as coisas podem ir deixando de acontecer e eu não sei se vou querer separar só por causa disso. As vezes vc vive muito bem com alguém e não tem o sexo que gostaria. Mas eu ia me sentir livre pra procurar, caso sentisse necessidade. Mesmo pq vejo a necessidade do sexo como as outras. Gostaria q vc me dissesse isso, fizesse aquilo, fizesse mais sexo e etc. Então eu acho que se duas pessoas tem necessidades em intensidades diferentes, tem que equilibrar. Mas a proposta "casamento sem sexo", na minha cabeça não existe. O que existe que ao longo do tempo isso diminua ou não seja satisfatório pra alguma das partes. Tem q ser equilibrado, conversado, nada q não se possa resolver. É apenas um dos aspectos do casamento. Entre muitos outros. Talvez por isso sua amiga não tenha certeza se fez o certo.

    ResponderExcluir
  3. Sexo é uma boa parcela da relação, acho fundamental. Tem que ter carinho e química, senão alguma parte pode se sentir complexada.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  4. Sexo é bom sim... e SEMPRE!

    Estou satisfeito com minha vida sexual, porém ja passei por situações como a da sua amiga. Tive um relacionamento "perfeito", mas o sexo estava escasso e nos tornamos mais amigos do que amantes.

    Claro que sexo não é tudo, mas conta 50% numa relação sim. Da minha parte, sendo homem, é necessário tanto para satisfação carnal/instinto como pelo prazer que sinto pelo fato de fazer com a pessoa amada e mais ainda ela tendo tanto prazer quando eu.

    Quando solteiro, nada como um sexo casual com uma pessoa que você tenha um tesão de momento. Mas no relacionamento fixo/estável, não só o diálogo, como a compreensão, bom senso e, claro, um ótimo sexo são ingredientes que fazem com que muitos relacionamentos sejam duradouros.

    []'s
    .
    .
    .

    ResponderExcluir
  5. Hum... muito complicado!! Principalmente se não puder buscar a satisfação sexual de outras formas!

    Mas acho que vale mais confiança, companheirismo e consideração do que sexo.

    No caso da sua amiga o atual é legal, mesmo não fazendo tudo o que o outro fazia.

    Mas o perigo (e a grande chance) é de se achar alguém que "não preste".

    Nesse caso é melhor ficar sem o sexo mesmo! rsrs


    Na verdade, não dá pra saber o que faria... só estando na situação.

    Bjinhos

    ResponderExcluir
  6. Entre uma boneca inflável e uma com cérebro, prefiro com cérebro.
    beijo e parabéns pelo aniversário do blog mais lido do mundo

    ResponderExcluir
  7. acho legal posts q terminam com perguntas pq daí a gente fica tentado a responder, ainda mais se o assunto é sexo. Acho q um relacionamento sem sexo seria algo extremamente triste, é claro q ninguém é obrigado a ser um rei do sexo, saber o kama sutra de cor ou algo assim, mas sem sexo, sem satisfação sexual, não daria nem pra considerar um relacionamento, até mesmo a igreja q é uma coisa conservadora, a católica pelo menos, exige o sexo como uma das cláusulas do matrimônio, tudo bem q eles chamam de cópula rs sem falar q essa questão q vc levantou é a grande causa da infidelidade; concordo q sexo e amor são diferentes, mas isso não quer dizer q um substitui o outro, pelo contrário, apenas indica q um completa o outro. Adorei o post!

    ResponderExcluir
  8. É uma questão bem complicada hein!!
    Mas acredito que ambos têm que se completar... ou seja, se os dois não gostam de sexo, ótimo, mas se um deles gosta, aí já balança a relação...
    Não acho q sua amiga esteja errada, até pq essa falta de interesse dá , com certeza, margem a outros tipos de conceitos em relação a isso.. tipo, será que o cara é gay????
    Bom, p finalizar... digo que os dois têm que se compatibilizar qto a isso, senão não dará certo!
    bjos

    ResponderExcluir
  9. Esse é um assunto recorrente. Um relacionamento super legal, em q duas pessoas se dão bem, se entendem mas na "hora da cama nada rola direito" ou nem rola! Acho q ai mora um misterio o q acontece?
    Viramos amiguinhos? irmaozinhos? Como manter um relacionamento desse?
    Posso te dizer uma coisa:
    encontrar uma mulher q tranza maravilhosamente bem é mais facil q encontrar um companheira para todas as horas!
    LEO

    ResponderExcluir
  10. Sexo é bom, mas não é o essencial. Já mantive uma relação que não havia sexo, o cara não gostava e então pronto, não fizemos mais. Foi simples. Puta sacanagem ela ter largado o cara só porque não havia sexo, ela não estava amando ele, onde está o amor nessa história toda? O estar do lado apoiando, gostando, cuidado... isso tudo é bem mais importante, eu fico revoltado quando colocam sexo na frente do amor.

    ResponderExcluir
  11. Acho que sexo é muuuuuuito bom e muito importante na relação de um casal sim!
    Mas o sexo não tem q ser essa coisas convencional q todos tem como modelo, ele tem q ser ludico, as pessoas tem q se descobrir com caricias e por ai vai....
    Tbm acho q ela fez uma pessíma troca!
    Sexo por sexo acha-se em qualquer lugar o valores que realmente importam estão cada dia mais raros!
    Se descubram... faça valer a pena o q realmente importa!

    Adorei!
    Parabéns pelo niver do blog!
    Gde bjo!

    ResponderExcluir
  12. Nossa, parei por aqui por um email da Jú, perguntei a ela sobre um causo da minha vida, e ela me mandou um trecho do post, estou em uma situação igualzinha da sua amiga, mas ainda n tomei nenhuma decisão, estou tentando resolver o conflito.

    ResponderExcluir
  13. Eu sou tarada em sexo, até mais do que meu marido...às vezes, até tenho neura, do tipo: não é possível, ele só pode estar saindo com outro alguém...porque eu, se depender, faço sexo tooooodos os dias. Sei lá, será que algumas pessoas têm menos libido, menos necessidade? Só pode...
    Ah, eu não conseguiria manter um casamento sem sexo, senão, seria obrigada a trepar com outros, porque peloamor...E acho que uma vida sexualmente ativa, também acaba trazendo harmonia ao relacionamento, que consequentemente, contribuí pro segundo item: o da boa convivência.

    Pelo menos comigo é assim. Apesar que isso é demais de subjetivo, né?

    Ah, outra, prefiro mil vezes fazer sexo do que amor.

    beijos
    =)

    ResponderExcluir
  14. Ah, me esqueci, tenho uma irmã que diz com todas as letras que NÃO gosta muito de sexo...Também afirma que não sente a mínima falta...

    O.O

    ResponderExcluir
  15. Primeiramente, parabéns pelo niver do blog, Dama!
    Segundamente, sim, eu poderia manter um casamento desse jeito aí. Mas, também garanto que ia dar minhas escapadas, com certeza! O mundo é cheio de mulher bonita e, como você disse, homem sabe separar amor e sexo.
    Bjoooooooo!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  16. Ontem escrevi tanto e de forma tão atropelada q nem dei a devida atenção ao aniver do blog né?
    Depois de me penitenciar e passar segundos intermináveis, minutos sem fim e horas tentando encontrar desculpas, resolvi apenas dar parabéns ehehhe
    Amiga Dama, tão preciosa este assunto do post como era de se esperar me fez refletir um bocado ontem. Nem quero entrar no lado pessoal em sí mas me lembrei do início de um namoro meu com uma garota que havia acabado de superar o fim de um casamento. Nos primeiros encontros mais calientes nossos, eu me sentia como um pequeno animalzinho subjugado pelo leão, pelo tigre, enfim.. sabe isso, não apenas por eu ser menor q ela ehehhe mas pq ela não havia sido exatamente feliz com o sujeito anterior e veio com 'muita fome' pra esta relação. E veio intensa, mas era muito mais carência do que nada!! Então por algum tempo eu percebia que ela subia pelas paredes, eu até gostava claro... mas enquanto não conversamos sobre isso eu não sosseguei. Me sentia 'usado' entende? Depois melhorou e muito.. ehhehe mas ela jamais deixou de ser um INCÊNDIO hahha =)
    Beeeijooo minha amiga!

    ResponderExcluir
  17. hehehe
    Pra variar outro assunto polêmico, nmão é, cara Dama?
    Cada pessoa reage a essa situação de forma diferente. Concordo contigo. Também agarraria esse ser humano raro, pois pelo que pude notar no post, o ex da sua amiga é tudo o que a maioria dos homens não são.. e o que todas as mulheres gostariam de ter... rs
    Beijos

    Ah! quanto ao post anterior se você não tevesse falado nunca iria notar.. rs

    M.P.

    ResponderExcluir
  18. Depende do que seria mais necessário pra mim no momento... como tua amiga, pra ela no momento era mais importante sexo e talvez hoje ela não pense assim.

    assexuados tbm vivem, rs!
    bjos!

    ResponderExcluir
  19. Sexo não é tudo no relacionamento, ele faz parte.
    Uns fazem mais outros menos, o que interessa é que tudo tem que ter a normalidade.
    Sobre o marido da tua amiga, ou ele é gay e fazia sexo a cada 2 meses para manter a aparência ou tinha outra por fora e quando chegava em casa não tinha mais forças...ehehehe
    Abraços

    ResponderExcluir
  20. Manteria não. Mantive.
    Não comecei a fazer sexo ligando-o a amor.
    Amor é amizade, presença, cumplicidade, é lance diferente.
    Se as duas coisas se entrelaçam, melhor mas se não - escolho sempre quem me considera.
    Nunca fui exigente em aspectos assim de relacionamentos e nunca fiquei sem homem.
    Não, nunca comi porcaria porque tenho certidão de nascimento, não achei no lixo não.
    Mas relevei muitas coisas, assim como relevaram de mim também.
    Claro, nem tudo são flores mas se não tem flores passeio pelo verde do capim, olho árvores, ponho os pés no chão e sempre me autoobservo prá avaliar o quanto e o por que estou bem ou mal com tal pessoa.
    Não sou gostosona mas tem uma coisa que interessa: nunca coloquei a questão de felicidade, de bem estar na mão do outro. Não porque sou esperta mas desde menina aprendi a solidão e não tenho medo dela não.
    Por isso fico mais relax nas relações.
    Parabéns pelos 2 anos de blog. Continue! Você é autêntica e isso faz diferença também no mundo virtual que, pela autenticidade, deixa de ser tão virtual assim...

    ResponderExcluir
  21. Querida: sempre separei amor de sexo, mesmo antes de pratica-lo - por algum motivo, isso já habitava em minha cabeça de adolescente! Companheiro bacana está mesmo difícil, em todos os sentidos! Quem tem, cuide bem (até rimou)!!! Acredito que existem MILHÕES de maneiras de fazer sexo!!!! Não acredito que seja uma exclusividade masculina a variedade, a vontade, o interesse!!! Não creio ser fácil ficar sem ele - acho que ainda preciso de várias encarnações para ser assim tão ZEN! Mas tem uma coisa que considero mais importante que sexo e que me faria sim, manter um casamento: CONVERSA INTELIGENTE. Não adianta ter sexo animal e uma anta como companhia...
    Beijo grande, semana iluminada pra você!

    ResponderExcluir
  22. Olá,td bem?
    Realmente acho que devemos levar em consideração o jeito como o homem nos trata, se este nos trata bem com carinho e atenção e até nos mimando...ah...não tenha dúvidas que esse é o cara certo...rs.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  23. Eu manteria sim! Eu quero casar virgem, e não sei se vou ser uma viciada em sexo...
    Mas a gente se conhece né?! Eu acho que, se existe amor, existe respeito e todos os outros sentimentos que envolvem uma relação, e junto dos sentimentos a vida sexual do casal tem que estar em comunhão, sendo assim vai tudo bem...
    Mas no caso citado, se a menina realmente sente falta é como se 4 pilastras segurassem um teto, se uma corre risco de desmoronar é melhor sair de baixo.

    Agora o que não vale, é chorar no pé do caboclo.

    ResponderExcluir
  24. Perguntinha dificil, né?!

    O meu medo seria de me deixar envolver com outros caras que me oferecessem aquilo que meu marido não dá, nesse caso, o sexo.
    Acho que quando sentimos falta de algo, ficamos mais propícias a nos deixar levar pelos encantos de outra pessoa. O que na minha concepção não é o certo.

    Se é pra ter marido, é pra ser fiel e honesta.

    :*

    ResponderExcluir
  25. Parabéns, com um diazinho de atraso. Mas acho que ainda está valendo, não?!

    Bom post, bom texto e boa pergunta.

    Não tem como casar sem sexo. Casamento sem sexo vira amizade. Amizade não precisa ser vivida debaixo do mesmo teto. Você tem amigos que moram em outras cidades, outros países e está tudo bem. São amigos mesmo.

    Então, não dá pra separar o casamento do sexo.

    Daí a estar plenamente satisfeito são outros 500. Existem relações onde o sexo não te satisfaz completamente mas você releva por causa do amor que sente pela pessoa e pode acontecer exatamente o contrário. Abundância (sem trocadilhos!) sexual e um relacionamento onde o amor não seja tão intenso. Isso vai de cada um e de cada momento das nossas vidas.

    É colocar tudo numa balança e ver pra qual lado o peso faz diferença.

    Acho que é isso.

    ResponderExcluir
  26. Sexo é bom, mas não é tudo.
    Se o relacionamento vai bem, não vale a pena jogar tudo pro alto.
    penso como vc... eu agarraria!

    beijus

    ResponderExcluir
  27. Minha amiga... este post realmente é demais! Impressionante como eu não parei de pensar no seu texto ontem e hj... e o quanto de situações ele não dá margem para serem pensadas!!!
    To besta!!!
    Bom... de qq forma, mto do q eu penso vc sabe né? E concordo com seu post em 100% ^^
    Beeeijosss

    ResponderExcluir
  28. Eu tive um marido muito bom de cama e vivi com um namorado que era brocha.
    Mas nos dois relacionamentos não foi o sexo que fez diferença, foi a falta de companheirismo, parceria, cuidado, respeito...
    Eu gosto muito de sexo e sou bem resolvida, não tenho restrições a sexo casual.
    Mas num relacionamento, é preciso juntar muitos outros componentes para funcionar, então Dama, se eu encontrasse um homem carinhoso, cuidadoso, que me respeitasse e fosse parceiro, mas fraco no sexo, eu ficaria com ele, até porque, esse jogo de sedução do sexo dá um bom tempero!!
    Beijos!!

    ResponderExcluir
  29. Hum, eu não ficaria com o cara. Isso me frustraria MUITO, eu teria que sublimar desesperadamente e não seria sincera nem comigo, nem com o parceiro. É fundamental.

    Bjussssssssssssss

    ps: parabéns pelos 2 anos de blog!!!!!!

    ResponderExcluir
  30. Ai, muito difícil responder essa questão. Realmente sexo não é o mais importante, mas tem um grande peso no relacionamento. Sinceramente não sei se conseguiria manter um casamento assim.

    beijo.

    ResponderExcluir
  31. Eu não manteria um casamento perfeito mas sem satisfação sexual. Primeiro porque ele já não seria perfeito. Segundo porque eu perceberia que o homem não gosta de sexo, então, nem me casaria. Terceiro porque acredito que a falta de sintonia nesse quesito não leva a um verdadeiro "casamento". No caso da sua amiga, eu diria que ela deveria aguardar, sem ansiedade, um terceiro homem, que reúna as duas características equilibradamente.
    Beijocas!!!

    ResponderExcluir
  32. Pergunta dificil, eu adoro sexo sim, mas consigo ficar um certo tempo sem.
    Agora manter um casamento que é pra vida toda sem ter o complemento da satisfação sexual é complicado.
    Sexo não é tudo no casamento, mas é uma parte sim, junto com o companheirismo, atenção, cumplicidade....
    Acho que só passando por uma situação dessa saberia responder com certeza.

    ResponderExcluir
  33. Separar sexo de amor é algo que todos deveriam fazer. De verdade.
    Privaria muita gente de muita frustração desnecessária.

    Manter um relacionamento onde o sexo está em baixa mas existe companheirismo, respeito, amizade, alegria e todas essas coisas difíceis de encontrar acredito não ser impossível. A não ser que a pessoa seja maníaca por sexo e se junte com alguém que não gosta.
    Mas fora isso, como você disse, talvez dê mesmo pra contornar.
    Do jeito que você falou, o cara parecia mesmo ser um homem ótimo. Desses que tão em falta no mercado. Hahaha

    Penso assim: quando uma área da vida do casal é deficiente mas outras áreas vão além das expectativas, dependendo da situação, é possível levar adiante.
    Agora, se tudo for daquele jeito mais ou menos, fica mesmo insustentável.

    Só acho que sua amiga jogou fora um partidão. :/

    ResponderExcluir
  34. Sugiro mais sexo aos governantes e aos deputados e aos senadores, quem sabe não precisariam fazer isso tudo conosco.

    Sem sexo não há vida.

    Parabéns por mais este ano de blog.
    Espero que continues por muitos mais.

    ResponderExcluir
  35. Gente, que situação! Eu, sinceramente preferia nem casar com um cara que me dá carinho, mas não quer sexo...como eu sei que não existem só esses dois tipos, iria atrás de um que soubesse pôr as coisas na balança e viveríamos felizes para sempre..hehehe

    Beijos,
    Anita.

    ResponderExcluir
  36. Dama,
    quem escreve sabe que isso é super normal. Revisar e sair um erro. A vista da gente cega. É NORMAL ! Só acontece com quem escreve. NATURALLLLLLLLL
    Bom...quanto ao sexo, ela podia ter ficado com o marido e dado as escapulidas.Não se pode ter tudo na vida. Tem muito homem assexuado, sabia ?
    Ficar com alguém sem sexo, não dá. Sexo numa relação, não é o mais importante, mas é fundamental. Sem tesão não há relação. Vira amizade.
    Não acho ruim fazer sexo sem amor.
    Eu vivo sem sexo, sim. Principalmente quando estou com a cabeça cheia, como agora.
    Mas se pintar, não dispenso.
    Quer dizer, vivo sem sexo, mas não sou assexuada. risos
    Agora, que faz bem, né ? Claro que faz !Mas Dama, tem que ser bem feito.
    Você viu minha entrevista no Fantástico ??? Sou doida, mulher !
    Beijossssssssssss

    ResponderExcluir
  37. Achei muito interessante essa questão que você abordou, Dama.

    Infelizmente, em um relacionamento não é possível se ter tudo. Então, temos que priorizar o que mais nos convém.

    No meu caso, acho que faria a mesma escolha que você opiniou porque é muito mais difícil encontrar um cara companheiro, que te ame e que esteja contigo para o que der e vier. Sexo é bom? É; mas não é tudo em uma relação.

    Afinal, como você mesma disse, homem não liga amor e sexo tanto quanto a mulher. Então, é bem mais provável ter um bomzão de cama que também atua fora de casa do que encontrar um marido dedicado que faz tudo pela mulher.

    ResponderExcluir
  38. Minha querida antes de comentar...Parabéns pra vc e pro confissões claro!.
    O lance é que sexo faz muita falta... mas cerébro, companheirismo e boa companhia fazem mais ainda.Isso que a Carla falou é verdade "CONVERSA INTELIGENTE" e saber que, quem esta com vc esta por que ama e não por que vc da show na cama...
    O sexo dura alguns minutos, talvez horas??? bem cada um com sua ilusão né?! mas o preço de ter a pessoa do seu lado que te dá segurança quando ta perto apenas... mesmo lendo num outro aposento. NÃO TEM PREÇO... BEIJo
    Ps: Tenho uma amiga que me disse outro dia, que o unico "dialogo" que ela e o marido ainta tem é o sexo... fora isso ela se sente sozinha pois na verdade mora com um estranho...

    ResponderExcluir
  39. caramba meio que dificil isso sabe..
    sexo tira estresse.. e não faze-lo direitinho não e bem uma boa coisa.....srsrs assim sei lá numca passei por isso mais como me conheço acho que não aguentaria não... numca ficaria nestas condiçoes acho que ficaria sozinha mesmo....hehehe !!! xeroo flor!

    ResponderExcluir
  40. Assim... Tudo com jeitinho agente consegue né.. Eu ia procurar saber o motivo pelo qual ele não faz mas sexo.. Se fosse por não gostar de mim, eu ficaria muito puta, mas depois seríamos amigos..

    WHATAFUCK

    Mas se fosse por algum problema, resolveria junto com ele.
    Alem do mais, quando agente ama, agente entende a porra toda, e faz tudo pelo outro.
    Bju

    ResponderExcluir
  41. ººº
    Amiga, questões pertinentes, chegou a alguma conclusão?

    BjOO e bom f-d-s !!

    ResponderExcluir
  42. Eu já tive um marido maravilhoso, fazia tudo por mim, bonito, companheiro, mas não ligava para o sexo.

    Separei e arrumei outro marido. Esse, além de ficar sem sexo deppis de um tempo de casamento, ainda me roubou descaradamente, na loja que tínhamos em sociedade.

    Hoje, fico com o sexo e dispenso o marido. NAmorar é tudo de bom, cada um na sua casa e cada um cuidando da sua vida.

    ResponderExcluir
  43. Engraçado ler sobre isso.

    Eu particularmente acho que sexo é fundamental e essencial. Acho que as mulheres estão deixando de atrelar o sexo ao amor, e se importando mais com seu bel prazer.

    Respondendo a pergunta:

    Nem engatar um namoro, não dá, se o sexo for ruim. Só por sorte, e dele! Rs.

    Adorei o blog.

    beijos, viciada L.

    ResponderExcluir
  44. gente seu blog eh otemo
    tem coisas otemas nele
    eu gostei
    :)

    beijoos

    ResponderExcluir
  45. Já existe um tipo de relacionamento em que as pessoas se ajudam, se gostam, se valorizam e até se amam, mas não há a necessidade de satisfação sexual (embora ela às vezes apareça).

    Ele chama-se amizade.

    Eu até admito que ele diminua com o tempo. Mas não dá pra ter casamento ou namoro sem sexo.

    beijos

    PS: e olha que a pergunta nem era pros homens...

    outro PS: em breve, vou te mandar um e-mail, tem coisas que eu quero te dizer que não cabem num comentário.

    ResponderExcluir
  46. Olá,
    Amei o post, ri um pouco e me senti um pouco na pele da sua amiga. Por assim dzr não terminou extamente por causa disso, mas digamos que ajudou, foi como se vooc tivesse em cima do muro e isso me ajudou a pular, entende? Acho que tudo é uma questão de conversa e tudo mais, procurar os interesses e valorizar as qualidades, eu ficaria satisfeita se o meu marido não me tratasse como objeto sexual e ainda me amasse, relação perfeito, sexo , pra eu, deve ser consequencia e não motivação. =*

    ResponderExcluir
  47. Honestamente e diretamente, assim, do lado de fora da situação a minha resposta é NÃO :]

    Adorei o post,
    beijones :*

    ResponderExcluir
  48. não vou fazer um texto aqui só queria dizer que uma relação pode se manter muito bem sem sexo...sexo não é fundamental, é só mais uma imposição da sociedade, afinal não é mais fácil seguir um modelo pré-estipulado do que ser julgado por isso???

    ResponderExcluir
  49. Ola amiga! A princípio só quero dizer uam coisa, vc é espetacular em suas ideias guria! Penso como vc, depois em outra oportunidade volto e comento mais adequandamente, beijos!

    ResponderExcluir
  50. Bom Dama...na primeira olhada é óbvio que quase qualquer homem (inclusive eu) diria: MAS TU É LOUCA? DOIDA VARRIDA DE FAZER UMA PERGUNTA ESTÚPIDA DESSAS? OU É UMA FRÍGIDA HORRÍVEL QUE NINGUÉM QUER COMER?? SÓ PODE SER UM NÃO, NÃO, NÃOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO! AHUAHUAHAUAHUAHAUAHUAHAUHAUAHAUHAU. Mas lendo o seu texto a coisa vira complexa. Os homens em geral (eu disse em geral e não todos) pensam que é muito mais fácil para as mulheres, que sempre estavam acostumadas a não fazerem sexo(pelas razões que tu citou que tinham as para casar e as para transar), a não se mastubarem, a não terem o duplo atiçamento do hormônio masculino, ficarem sem sexo. O que tornaria muito masi difícil para um homem aceitar esse tipo de relacionamento. É como se o homem precisasse mais de sexo do que a mulher. O que nem sempre é verdade. Acho que ninguém deveria ficar sem sexo (qualquer dos seus tipos eheheh) por muito tempo, afinal é saudável.
    Acho que num caso assim, se for amor mesmo, tem como remediar a situação. Como tu mesma disse, CONTORNAR. Afinal alguém que faz tudo por vc é raro...independente do sexo, pares perfeitos são raros e rareiam cada vez mais.
    Então o caso seria entender a necessidade de um e falta de necessidade do outro e ambos se ajudarem. Comprarem brinquedinhos, dependendo do contrato de fidelidade que tiverem permitirem escapadas ou sexo casual, satisfazer ele com outros tipos de sexo e deixar a ambos satisfeitos.
    Fácil? Ng disse que seria, mas talevz valha a pena tentar. Não sei dizer se seria masi difícil para quem não que sexo tentar satisfazer quem quer ou ao contrário. Só sei que deve haver o esforço de ambos os lados. E eu creio que sim, daria certo.

    Bjoks.
    Fábio.

    ResponderExcluir
  51. Um dos seus melhores posts!
    (Mas atrás daquele que, pra mim, é insuperável, sobre a nossa "obrigação" de ter filhos para satisfazer os outros)
    Enfim...
    Vc está coberta de razão, um bom companheiro é uma coisa raríssima, e, se tivesse que escolher, eu escolheria um bom companheiro.
    Por outro lado, deve ser dificil viver com alguém que não sente atração por vc. Deve ficar sempre uma lacuna...
    Mas aí está o ponto, em todo o relacionamento há uma lacuna, e em geral, conseguimos passar por cima disso.
    Então eu creio que é uma questão de prioridades. E cada um tem as suas.

    ResponderExcluir
  52. Bem o tema é muito interessante....E quer saber a verdade.....Sexo acha em qq lugar e a qq hora. Entao meu bem..se vc tem um casamento com respeito, carinho, segurança financeira, compreensão e tudo mais....Sexo é detalhe. Até pq sexo só é bom nos primeiros anos de casamento..depois de uns anos...digo uns 6, 7 ano...a coisa muda de figura e não é mais a mesma coisa, ainda mais se vem os filhos..ai que tudo mudo. Ah nao ser vc tenha empregada....chofer(nao sei como se escreve...), baba 24 horas, dinheiro na conta e tudo mais. Portanto..pode sim.
    l.certa@bol.com.br

    ResponderExcluir
  53. Olha, eu vivo essa condição e acho que não dá certo, as pessoas devem buscar compatibilidade de desejos e afinidades, assim no final todo mundo sai ganhando. Outra coisa, a sinceridade é fundamental.
    Conheçam também omeu blog: http://assexuado.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  54. Sou homem, tenho 43 anos, fui casado por 08 anos. Meu casamento acabou há mais de 02 anos, e em dezembro, minha mulher se separou e foi morar na casa da mãe dela. A verdade é que a falta de sexo da minha parte ocasionou essa separação. No começo até fazia com gosto, depois, passei a fazer por obrigação, até que não tinha mais nenhuma vontade de transar. Com outra mulher com quem fiquei noivo por quase 05 anos, a história foi igual. Alguns anos atrás, pesquisando na internet, descobri que posso ser um assexuado. Eu sinto carinho, vontade de estar e ficar junto com alguém, vontade de abraçar, de andar de mãos dadas, dormir abraçado, enfim, tudo que um casal normal faz, mas... sem haver a necessidade de sexo. Não que eu não fique excitado ou que não me masturbe, simplesmente por não sentir necessidade de manter contato sexual com outra pessoa. Por isso meu casamento foi acabando aos poucos, e hoje estou só. A maioria das mulheres que conheço na net, depois de algumas conversas, perguntam pq eu não toco no assunto 'sexo' e acabam me achando muito 'educado', 'respeitador'. Mas não é isso, é pq o contato sexual não é para mim prioridade e nem necessidade. E quantas entenderão isso? Gostaria de conhecer algum site onde as pessoas queiram sair, estar juntas, gostem dos contatos físicos que mencionei, mas sem sexo. Será que existe?

    ResponderExcluir
  55. Kuryoso - interessante seu relato! Se quiser conversar mais me escreva, damadecinzas@gmail.com

    Beijocas

    ResponderExcluir
  56. Olá Dama de Cinzas, boa noite!! Obrigado pela atenção! Acabo de lhe enviar uma resposta no seu e-mail. Tenha um excelente final de noite e ótimo começo de semana!

    Beijos e até breve.

    ResponderExcluir
  57. Eu acho uma visão estreita associar sexo com amor. Bom relacionamento dependendo de amor.

    É preciso entender mais dos mistérios da vida.

    Vai ver uma pessoa que não gosta de sexo e nem tem necessidade isso é evoluída espiritualmente e nao sabe disso.

    E está ai uma chance para evoluir támbem. Por que não ?

    ResponderExcluir
  58. Respondendo à pergunta: Sim! eu manteria esse casamento, mesmo que a parte sexual deixasse a desejar, pq, como vc disse, é difícil encontrar um homem companheiro, leal, respeitador, etc.,e digo isso por conta das minhas próprias experiências, como de experiências de pessoas próximas. O sexo é importante, mas será que essa importância não é excessivamente valorizada pela mídia?? Acho mesmo que esse ideal de sexo propagado, animal ou hiper romântico, é uma utopia.

    ResponderExcluir
  59. to quase publicando no jornal "procura-se um parceiro assexual e de preferencia parecido com o amigo da tua colega rs a resposta é simples: há sempre um pé descalço para uma sandália velha, não se deve prender a alguém por detalhes estreitos o correto seria ter paciência( coisa que poucos tem e acabam sendo infelizes a lado de quem não se ama) e conhecer mais pessoas, pois quanto mais se conhece mais tem tem chances de encontrar a pessoal que realmente te fará feliz(isso inclui conhecimento de si própria(o)).

    ResponderExcluir
  60. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir

Eu sempre vou respeitar sua opinião, mesmo que não concorde com ela. Então, por favor, respeite a minha!

Comente com civilidade!

Se seu comentário foi recusado, certamente a explicação está aqui:

http://confissoes-femininas.blogspot.com/2011/07/comente-com-educacao.html