terça-feira, 5 de março de 2013

Fake que criamos para nos defender.

Lendo um post da Pattrícia sobre esse assunto, mega me identifiquei com que ela disse sobre fakes que criamos. E o post dela me pegou numa época em que estou querendo abrir uma questão muito importante da minha vida aqui no blog. Daí ela me convivou para escrever sobre esse tema e imediatamente aceitei. 

Gostaria muitíssimo que todos que me seguem lessem esse post, porque ele é a introdução para o meu post de quinta-feira, dia 07/03/2013, em que faço, talvez, a maior revelação sobre mim mesma, aguardem! E não deixem de ler esse post de hoje.

19 comentários:

  1. Para mim foi surpreendente porque, até então, eu tinha a mesma sensação de maneira inversa: eu deveria ter feito o blog com "fake" pois assim teria mais liberdade para me expressar. Nunca cogitei que quem bloga sem expor seu nome passasse por isto.
    Voltarei para ler outras opiniões.
    Beijo Dama

    ResponderExcluir
  2. Olá... achei muito interessante por você tocar nesse tema. Acho que a maioria das pessoas, vestem uma fantasia a maior parte do tempo, sob diversas áreas: seja por comodismo, seja por medo, seja para fugir das acusações, análises e discussões sobre ela mesma. Só que apenas uma pequena parcela, como você, vê a necessidade de ser autêntica com seus próprios sentimentos. A maioria já se acostumou totalmente a se vestir de fulano e sicrano que já nem percebem mais que fazem isso. Há os fakes intencionais. Mas há aqueles que não fizeram por mal, mas se perderam. Fico feliz que tenha se encorajado para expôr um assunto que notavelmente é importante e delicado para você. Mas não se sinta na obrigação de ter que escrever para dar explicações para alguém, a não ser que essa pessoa seja você mesma. Quem lê seus textos e gosta, dos textos e da autora, como eu, mesmo sem ter a mínima intimidade na vida real não se sente na obrigatoriedade que você revele a sua vida para nós. Mas o blog é um canal para isso. Para os autores colocarem para fora o que incomoda, da maneira que quiser, sem precisar explicar, tolir as palavras, se controlar. Afinal, aqui é seu cantinho e vem nele ler e palpitar quem quiser. Portanto, se vc se sente pronta e segura para compartilhar conosco alguma experiência sua ficaremos felizes em poder ler. Mas, caso isso não aconteça, relaxe.... E à propósito: super adoro o nome fake Dama de Cinzas. Acho que todos nós renascemos das cinzas algumas vezes em nossas vidas, não é? E ter um perfil fake ñ é o problema. Muita gente se sente mais seguro a se colocar e se posicionar sem se revelar. O problema é quando o fake passa a fazer parte da vida. E nisso, tenho a absoluta certeza que não é o seu caso!

    Aguardo o post de quinta...

    Mega beijos!

    ResponderExcluir
  3. eu não sei o q é Fake e qual a sensação de ser ... desde q conheço a net e convivo com ela sempre fui eu mesmo ...

    muito interessante o texto ... surpreendente mesmo estas questões

    quinta feira estaremos presentes às revelações ... adooooooooooro ... rs [brincadeira viu?]

    bejão querida ...

    ps: fiquei curioso em saber qual foi o presente q vc deu ao Rapha e Juan ... rs ... sou CUriosa sim ... #dessas

    ResponderExcluir
  4. Dama. Tô contigo e não abro.

    Chega uma determinada época em nossa vida, que queremos nos livrar do lençol que, por diversas situações, nos cobrimos em face a sociedade pungente e preconceituosa.

    Mas, saiba que há exceções. E o que realmente queremos, é que seja feliz. Livre de peneiras. Livre da ambiguidade. Livre do esconderijo secreto.

    Acho que por isso, depois de anos escondendo no blog, resolvi contar que eu gosto é de mulher mesmo e ninguém tem nada a ver com isso. Ponto.

    Me senti mais aliviada e aberta, para contar várias situações que acontece na minha vida, por lá.

    Te enviei um e-mail. Qualquer coisa, tô aqui.

    Grande beijo.

    Força!!!

    ResponderExcluir
  5. Já passei lá, Dama!
    e vou aguardar teu novo post ;-)

    ResponderExcluir
  6. Não vou me prolongar muito no comentário porque estou um pouco pensativa pelo o que li...
    É a segunda vez, em menos de 1 mês, que leio um post que me traz a mesma reflexão: fico me policiando em escrever determinadas coisas para não magoar pessoas que possam estar lendo e com isso "me machuco"... isso é justo? É certo comigo?
    Estou muito pensativa e provavelmente vou mudar minha forma de agir, pois sou muito ligada em "sinais da vida".
    Valeu, Dama. Aguardo o dia 07/03 para ver a revelação... pensei numa coisa, mas vamos aguardar, né?!
    Beijocas.

    ResponderExcluir
  7. Dama:

    Já fui lá e deixei meu pitaco...rs

    Beijos e linda semana

    ResponderExcluir
  8. Boa tarde.
    Vou lá conferir, e quinta também estarei presente.
    Bjux

    ResponderExcluir
  9. Minha mãe sempre me disse pra assumir um fake qualquer na internet e jamais me expor(é de se pensar nisso,realmente),mas sempre apareci com meu perfil e nome verdadeiros..ah,quer saber? As pessoas têm que aprender a aceitar as outras e não ficar pré-julgando,nosso tempo por aqui é tão curto pra termos de ficar nos policiando,escondendo,sofrendo...temos que ser felizes,pô,seja do jeito que for..hoje é o que eu busco na minha vida,gostem ou não, me aprovem ou não...Tô aguardando esse teu novo post!!!!

    ResponderExcluir
  10. Bem Dama, acredito saber o bombástico post de quinta feira e não muda em nada pra mim...mas sabe que o apoio moral, ta aqui, ja que o físico é complicado pela distancia...

    Se precisar de algo, estou aqui pra defende-la...pq vc sabe , amigo pé aquele que não parta briga, ja chega dando voadora...então se precisar...conte comigo.

    abração.

    ResponderExcluir
  11. Olá querida, Seguindo o blog, adorei!


    (Comente e Siga-me)
    http://gabriellyrosa.blogspot.com G.R ♥

    ResponderExcluir
  12. Olá Patricia, ou Cristina!
    Olá Dama de Cinzas, Chris, ou seja lá quem for!

    Esta é a primeira vez, acredito que venho neste espaço. O assunto me chamou bastante a atenção por ter como base o tema FAKE DE MIM...

    Como a Chris (Dama???) sabe, sou um dos poucos que até os dias de hoje ainda continuo usando uma pequena extensão de mim mesmo, sem medo, apesar das perseguições, principalmente em minha cidade, terrinha do interior.

    Mas, não vou me alongar muito, justamente por ter um pensamento contrário à isso que chamam de FAKE. Por mais que tentem justificar um suposto medo, um suposto receio ou seja lá o que for. Ainda continuo com a ideia firme de que a melhor coisa que podemos fazer para nós mesmos, é nos mostrar. Ou seja, nunca nos esconder, mesmo que as intenções tenham sido as melhores possíveis.

    Beijo na alma e muita paz, sempre!

    ResponderExcluir
  13. Dama, obrigada pela contribuição lá no blog e de certa forma nessa minha nova fase.
    Depois que assumi meu eu, que não era tão fake assim pois usava apenas meu segundo nome, me senti mais leve.
    Independente do que seja, eu estarei sempre por aqui.

    Bêjo

    Patt

    ResponderExcluir
  14. Passei lá na Patrícia e comentei.

    O único que posso dizer é que estou aqui e sempre vou estar a seu lado...

    Beijo e lembra sempre que tu vai morar no meu coração!

    ResponderExcluir
  15. Li o post no blog Pitacos de Pá, gostei.
    Se esconder em fakes não é uma boa escolha, ainda mais quando é um blog, não tem como não se envolver e tem um momento que a "máscara" tem que ser tirada, para podermos interagir melhor com nossos leitores.

    Beijos

    ResponderExcluir
  16. Como boa fake que sou esse debate muito me interessa!

    ResponderExcluir
  17. Olá, Dama de Cinzas!
    Pode parecer oportunismo o que vou "dizer", mas quando conheci o seu blog, logo eu pensei, poxa, como pode escrever temas tão aproveitosos e esconder a identidade dessa maneira! Às vezes o que falta, é um simples aperto, um pouco de graxa e óleo... Parabéns pela iniciativa.... Abraço! www.beabadosucesso.com.br

    ResponderExcluir
  18. Estou indo lá agora!
    Fiquei curiosa! hehehe

    ResponderExcluir

Eu sempre vou respeitar sua opinião, mesmo que não concorde com ela. Então, por favor, respeite a minha!

Comente com civilidade!

Se seu comentário foi recusado, certamente a explicação está aqui:

http://confissoes-femininas.blogspot.com/2011/07/comente-com-educacao.html