domingo, 7 de agosto de 2011

Batalha entre homossexuais e heterossexuais...


Eu tinha jurado para mim mesma que não tocaria mais em assuntos referentes a homossexualidade aqui no blog. Primeiro que nunca recebi um bom retorno dos interessados, ou seja, dos homossexuais. Os gays estão mais interessados em frequentar blogs masculinos e as lésbicas os femininos lésbicos, essas me parecem ainda mais fechadas. Mas obviamente não são todos homossexuais que agem assim e ainda bem que não são, ainda bem que o mundo é feito de gente de todos os tipos. E eu sou o tipo de pessoa avessa a "guetos", a "panelinhas". Então quando tocava no assunto homossexualidade e por escrever de forma anônima, já achavam logo que eu era um gay enrustido disfarçado num perfil de mulher. Sinto informar que isso não acontece... rs.

No entanto hoje em dia praticamente explodiu uma guerra entre homossexuais e heterossexuais. Percebe-se de forma marcante que os homossexuais conquistaram o apoio da mídia nessa batalha. A novela das nove da Globo aborda o assunto dando total apoio aos gays, fazendo parecer que a sociedade aceita os gays, quando na verdade sabemos que o preconceito está cada vez mais velado, exatamente por conta do politicamente correto. Eu que sou hétero, ouço o que rola nos bastidores quando aparece um gay visivelmente assumido na área. Os comentários maliciosos, a forma pejorativa como os homens héteros se referem, uns com um certo nojo nas palavras.

Sinceramente, gente! Acho totalmente ridículo esse movimento hétero contra o apoio que a mídia anda dando aos homossexuais. Que é um grupo que sempre foi massacrado pela sociedade. Acho que estava mais do que na hora deles ganharem espaço para mostrar como são, o que pensam e o que acontece com eles.

Tem um deputado aí que propôs um projeito de lei que estabelece o Dia do Orgulho Heterossexual. Meu Deus! Que diabo é isso? Héteros vão reafirmar o que numa passeata? Vão reivindicar o que? Só se for a exterminação dos gays! Porque direitos, nós héteros temos todos! Acho isso uma babaquice! Pronto falei! E não me venham com essa de liberdade de expressão, porque essa também tem o limite do bom senso!

Acho que hétero que fica preocupado com o direito que os gays estão conquistando é um hétero muito mal resolvido. Muito mesmo! Porque não sei o que influencia na minha vida se no apartamento ao lado do meu mora uma lésbica. Se o cara no meu trabalho tem um namorado. Dane-se! A vida é deles! Se cada um seguir a sua, tem lugar para todo mundo!

Conversei com um amigo blogueiro, Pai do Coração, sobre esse assunto quando ele esteve aqui em casa. E ele atentou para o fato de que se leis contra a homofobia passassem, teríamos problemas com os radicais gays. Achos radicais insuportáveis dos dois lados. O homofóbico me irrita profundamente e o gay radical também, porque parece que tudo se resume em garantir direitos homossexuais a qualquer preço.

Os extremos sempre me aborrecem. Acho que o grande barato da vida é se chegar a um meio termo sensato! E é por isso que não vou me meter nessa briga. Apesar de achar que já estava mais do que na hora dos gays expressarem suas dores. Mas como percebo uma radicalização de ambos os lados. Esse post fica só para expressar minha opinião, mas definitivamente não vou levantar bandeiras, nem para um lado, nem para o outro.

Mas é sempre bom lembrar, que em todas as lutas na história da humanidade. Para que um grupo oprimido pudesse conquistar seus direitos, é preciso que haja uma radicalização inicial para que se possa avançar. O problema é quando mesmo com direitos conquistados os grupos se mantenham radicais.

E que os hetererossexuais mal resolvidos parem com essa besteira de que estão dizendo que gostar do sexo oposto é cafona, que estão perdendo qualquer coisa, porque não estão! Isso é coisa de gente que não tem problema na vida, ou não sabe priorizar o que tem realmente importância!

No entanto a questão para mim é que se um dia for estabelecido o casamento gay com todos os direitos dos héteros, isso não vai mudar em nada minha vida. Mas ver gente sendo espancada, humilhada e até morta, apenas por conta de sua orientação sexual, é algo que me choca.

P.S: Apesar de ter escrito um post enorme, isso não significa que voltei completamente a escrever... rs. É que hoje acordei, li um monte de coisas a respeito e baixou uma vontade de escrever a respeito!

45 comentários:

  1. Gente deu uma nostaugia ler post seu no domingo Dama, quando eu comecei a ler seu blog os posts eram no domingo, ai eu já acordava e abria seu blog! rsrs

    Também não levanto bandeiras, acho isso desnecessário em relação aos gays uma vez que eles sabem se defender bem, mas até eu tive que opinar sobre isso outro dia, pq justamente pq me choca alguém morrer por conta de uma coisa tão pessoal como a sua sexualidade e porque existem tantos problemas a serem resolvidos que se preocupar com quem fulano ou sicrano leva pra cama é simplesmente ridiculo.

    E sim, ótimo texto, sobrio, serio, sincero, amo muito tudo isso no seu estilo!

    Cheros Dama!

    ResponderExcluir
  2. Olá!!! Enfim novo post! :-)
    Dama.. eu acho absurdo qualquer tipo de discriminação, e bandeiras disso ou daquilo, isso só provoca discordias. Sempre alguem sairá machucado.
    Acho que as pessoas devem sim respeitar umas as outras, o direito da outra. Tanto de um lado quanto do outro.
    Aquela historia, de minha liberdade termina onde começa o do outro? Pois é, se a pessoa é hétero ou homo, e daí? Desde que um respeite o espaço do próximo. Por ex: um hetero foi abordado/paquerado por um gay?? Se não gosta, diga, evite oras, assim como somos abordadas por um cara que não faz nosso estilo, ou um mané e por ai vai...
    Se não gosto, do jeito de tal pessoa, então eu evito mas deixo claro que não estou a fim. Mas isso não quer dizer que vou sair por ai ofendendo as pessoas. Agora se não se é abordado, o que eu tenho a ver com a vida alheia? A vida é dela! É dele, respeito é bom e faz bem a saude. Por que quem fica muito incomodado com a opção de alguem, tem alguma coisa errada! Ninguem conserta o mundo as pessoas, se assim fosse, não existiriam criminosos, suicidas, carrascos, negligentes.. e por ai vai!!
    Carater é uma coisa, opção sexual, religiosa, diferenças raciais, são outras....
    beijo menina!! cuide-se!!!!

    ResponderExcluir
  3. Preconceito sempre existiu e sempre irá existir, mesmo q conquistemos nosso espaço(Isso mesmo , Sou gay, e um ser humano como outro qualquer.)Assim como o racismo sempre existirar, os negros conquistaram seu espaço, mas sempre ah uma descriminção em qualquer lugar que eles passem.
    É uma penas, como uma vez já havia dito no meu blog: As pessoas estaõ mais interessadas em quem vc é ou deixa de ser do que olhar para o interior do proximo, seu carater que é mais valioso!

    ResponderExcluir
  4. Olá Dama, bom dia de domingo.
    Sua postagem realmente aborda um assunto polêmico.
    E acredito que exatamente por se tornar polêmico é que causa tantos problemas, a ideia de não se levantar a bandeira para nenhum dos lados é sem sombra de dúvida a ação mais sensata e sábia.
    Uma vez que se escolhe um dos lados a apoiar, fatalmente estará fadado a fazer parte de alguma conspiração.
    Mesmo a mídia o que não aprovo, causa este problema.
    O que tento dizer é que enquanto se falar em "diferenças", continuarão a existir controvérsias.
    Acredito que a mídia deveria ponderar mais sobre assuntos do gênero, pois ela por si só é quem cria os "vingadores" de causa.
    Complicado o assunto, mas acredito que enquanto houver holofotes sobre algum assunto, sempre haverá um desmiolado que queira ir contra, para chamar a atenção? Para ser alguém na mídia, para ser protagonista de algum assunto que tenha chamado a atenção do Mundo? Sei lá! Estamos rodeados de mentes fracas, que para chamarem a atenção até se jogam de janelas!! Vai saber!

    Enfim parabéns pelo assunto!

    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Ah vlw pelo seu post, ficou ótimo. abraço.

    ResponderExcluir
  6. Respeito: Essa é a palavra que precisa prevalecer entre todos...

    Bom senso: é necessário em ambas as partes. Tanto dos heterossexuais quanto dos homossexuais...

    Radicalismo: será que há necessidade? A sociedade é marcada pela hipocrisia em excesso. Não sei se seria uma boa ideia...

    Gostaria de acreditar que vivemos em uma sociedade democrática. Pena que a realidade não permite...

    Resta esperar!!!

    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Olha Dama gostaria de falar muito mas ai o comentario se tornaria extenso demais..., mas vou tentar resumir o que penso.
    Acho que cada um tem o Direito de escolher com quem vai dormir eu prefiro um homem , mas não vou condenar quem não prefere isso é direito de escolha , sou do tipo meio termo não gosto dos excessos , acho que isso não leva a nada .Quanto a esse deputado espero que ele tenha juizo e faça lei que tenha fundamento, ele que veja a saude publica por exemplo , eu no to precisando de um dia pra mim não , acho ate que temos dias demais....e sobre a novela da globo penso eu que eles acham que o povo não esta preparado para ver um beijo gay, mas esta preparado para ver um gay espancado ate a morte... ai entra bem os 2 pesos e as duas medidas...Em resumo rsrr penso eu que se cada um se preocupasse mais com suas contas a pagar no final do mes todos poderiamos viver em paz !!!Tenho um amigo adorado gay professor universitario e que vive com seu marido ha anos e olha são otimas pessoas, agora só pq a opcão deles é essa vou cortar relações?? não cada um tem sua preferencia e eu respeito só isso !
    ASdorei o texto e já ta boa sim pode voltar a escrever rsrsr bjs .
    PS_ desculpe se me estendi demais , e obrigada pela visita no seul bjs

    ResponderExcluir
  8. É como eu disse no meu post sobre a maioria, quando a minoria começa a ter direitos, a maioria quer logo embaçar pq não quer perder os seus...
    Beijos!!

    ResponderExcluir
  9. Não poderia concordar mais com você, em toda a linha do raciocínio.Você levanta todos os pontos essenciais; sempre entendi que a vida sexual-afetiva das pessoas só diz respeito a elas; que todo direito, para ser conquistado, precisa ser batalhado. Contudo, tenho ficado incomodada com a 'forçação de barra'de uma minoria entre a minoria. Não só irritam as pessoas, como podem ocasionar problemas para o homossexual que só quer viver em paz. E em São Paulo foi aprovado o dia do orgulho hétero, a ser comemorado em 3/12, se o Kassab não vetar. Se isso não é idiotice, não sei o que mais possa ser.
    Muito bem escrito e colocado!
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  10. O que cada um faz entre 4 paredes deveria ser algo que importasse apenas as pessoas em questão não é mesmo? Ao invés de preocuparem-se tanto com a orientação sexual das pessoas deveriam se preocupar com questões como o desemprego, a falta de ética na política nacional, a corrupção que corrói Brasília e outros lugares desse país, a pedofilia, a criminalidade que anda assombrando a todos, a fome, doenças e a pobreza que assola os cantões do Brasil onde a TV não mostra.
    Linda semana. Beijooos.

    ResponderExcluir
  11. Dama, concordo inteiramente com você! Acho simplesmente rídicula a ideia de "reafirmação hetero" (KKKK) e detesto radicais de qualquer cor, genero e crença! É sempre bom ler suas reflexões.
    bjs
    Jussara

    ResponderExcluir
  12. eu ri muito desse tal dia do orgulho hetero...rs... Pra q? Já temos todos os direitos. E realmente não consigo entender pq pessoas como eu, q já têm direito a tudo, se preocupam tanto com a conquista de direitos por parte dos homossexuais... O q muda na nossa vida? Nada, continuamos tendo tudo q sempre tivemos. Custa aceitar q quem não tem direito a tudo passe a ter? Deve custar né...rs...

    Bom ler post novo seu ;)

    ResponderExcluir
  13. Dama, post maravilhoso! Assino onde?
    É...o velho "bom senso" falta inúmeras vezes! =/ Lastimável!
    Bjks

    ResponderExcluir
  14. Oie Dama!

    Como já conversamos sobre o assunto uma vez por mail, digo novamente o que penso:

    Eu acho o fim essa guerrilha tanto de um e de outro.

    Sou a favor do diálogo e não de extremismos... e tudo começa na educação dos filhos pequenos para respeitar o diverso, o diferente e ponto. Pessoas asssim foram criadas por pessoas avessa a mudanças.

    Mas também eu vejo que há muito exibicionismo nada inteligente da outra parte... que sinceramente não me faz nem um pouco tomar parte na causa.

    Sou a favor do respeito, independente de qual orientação a pessoa tiver, e vejo que nenhum dos lados estão tendo no momento.

    Bjks Dama

    ResponderExcluir
  15. Eu tbm não sei qual é a desse pessoal de ambos os lados. è como vc mesma diz, não vai interferir em nada na minha vida. Deixa o povo ser feliz em paz.Dia dessesuma pessoa me disse que se deixar os nossos jovens serão influenciados pela globo e todos virarão gays e que temos que fazer algo a respeito. Caraca! É o cúmulo isso.


    BeijoZzz

    ResponderExcluir
  16. O Bricio falou uma coisa certa: preconceitos sempre vão existir, principalmente no tocante aos gays e aos pretos. Lamentável isso, em especial violência física e verbal, ah, e os deboches.

    No entanto, mesmo alguns heteros, q não são violentos, não são debochados,q não portam bandeiras contra os homossexuais, têm uma certa, diria reserva contra os gays, eu, por exemplo, quando fiquei sabendo há 25 anos atrás que o ator Rock Hudson era gay, fiquei decepcionado , custei a acreditar. Eu achava q ele era desses tipos de homem q trocava de mulher igual trocava de roupa. Invejava seu físico e gostaria de ser como ele. Claro q hoje não tenho esse pensamento, amadureci e sou homem de uma mulher só. Outra coisa: se descobrimos q algum amigo nosso, de longa data, é gay, costumamos tb a ficar chocados.

    ResponderExcluir
  17. Querida, bom dia
    Um dos posts mais lúcidos que li sobre isso.
    E concordo inteiramente quando diz que radicais, seja de que lado for, sempre são prejudiciais.
    Atualmente, por conta da pressão midiática em torno do tema, vejo muitos gays de destaque na mídia fazendo uma verdadeira caça às bruxas. Sabe o que penso? Que isso não vai prestar. Não vai acabar com a discriminação, vai apenas jogá-la em uma vala perigosa.
    Como você bem disse, nossos temas têm mesmo algo em comum: viva, e deixe o outro viver. Serve para ambos os lados, né?
    Beijosssssss

    ResponderExcluir
  18. Olha Dama, eu acho que a mídia engana muito os telespectadores. Eu, por exemplo, vejo a Globo como uma rede completamente machista. Esse negócio de ter gay em novela é só pra se aproveitar do assunto em voga. Soube até que censuraram cenas de homossexualismo por causa da audiência conservadora. Responsabilidade social, para a Globo, é só um embuste pra faturar com a audiência.

    Quanto a esse negócio de Orgulho Hétero, nunca vi nada tão absurdo desde que essa guerra homoXhétero começou!

    Eu, óbvio, fico do lado dos gays, porque eles não são aquelas figuras caricatas que aparecem na tv. São pessoas comuns, que só querem amar e serem felizes. Eles é que até o momento estão sofrendo por ser diferente do socialmente aceito. Como disse um cara aí, do Bule Voador americano: ninguém vai me bater ou me olhar feio se eu andar de mãos dadas com meu marido na rua...

    Não suma.

    Sentimos todos a sua falta.

    Beijo :*********

    ResponderExcluir
  19. Estou contigo. Acho extremos uma besteira, em todos os assuntos. Pra mim, cada um deve ter sua opinião, defendê-la com bons argumentos quando necessário, mas não tê-la como verdade suprema, desrespeitando a opinião alheia. Sou daquelas que acho que cada um devia se aceitar e aceitar os outros, sem idolatria ou menosprezo, cada um na sua.
    Esse é um tema que rende e que, dificilmente, encontrará uma conclusão comum para todos...

    ResponderExcluir
  20. Bacana postar essa opinião. É mais do que um absurdo toda essa guerra contra a homosexualidadee...Eu super respeito a opção e opinião de cada um, e vc levantou uma questão legal + " até onde me importa ou me desreipeta ou me fere eu ter um vizinho, um colega de trabalho gay? se as pessoas se preocupassem mais com a sua vida, talvez aceitariam melhor. A pessoa pode até não concordar ou não querer esse tipo de amizade, sei lá.. basta respeitar....

    ResponderExcluir
  21. Oi Dama, os homens tem muito mais dificuldades de aceitar o homossexualismo do que as mulheres. Considero meu marido de mente super aberta, mas quando se trata de homossexual ele se transforma num homem das cavernas.
    Temos vizinhos em que praticamente toda a família é homossexual e ele não se conforma com o fato...
    Bjs

    ResponderExcluir
  22. Enquanto em nosso país apenas 5% dos homicídios forem apurados e julgados, a violência prevalecerá contra as mulheres, homoafetivos, héteros, etc. O preconceito é velado porque não tem uma bandeira política, ou não tinha. A medida que estamos por meio de lei "organizando" a divisão entre homoafetivos e héteros, passaremos as manifestações coletivas e isto é perigoso. Sou contra a Lei da Homofobia porque é uma solução política que não vai mudar a ineficiência da Justiça. Homoafetivos ou não, além de mulheres e crianças continuarão sendo agredidos e assassinados. O risco agora é que o que antes era velado e individual se torne uma bandeira, um movimento, no sentido contrário, o que seria natural. Sou contra qualquer lei que crie precedente para minorias no intuito de proteger. Se mesmo com o rigor das leis vigentes os radicais héteros se sentem a vontade em agredir homoafetivos, agora os radicais homoafetivos terão uma lei para exercitar seu poder. Agora não será mais um preconceito velado, iniciamos uma luta de classes. Penso que aspirações legítimas estão sendo manipuladas para favorecer outro grupo politicamente, que não necessariamente são homoafetivos.

    ResponderExcluir
  23. Estou aqui pensando... o bom senso e o meio termo são sempre tão dofíceis para sociedade em geral atender...

    Tenho pessoas bem próximas que são homossexuais assumidos e muitos deles já apanharam de heteros, perderam o emprego e a família. Triste.

    ResponderExcluir
  24. A mim só o radicalismo incomoda. Não gosto de heteros espancando e matando homossexuais só por causa da opção deles e não suporto homossexuais rotularem homofóbicos pessoas que simplesmente expressam sua opinião, sem ofender ou agredir ninguém. Pronto. É isso.

    Beijos, Dama.
    Volte logo!

    ResponderExcluir
  25. Dama,

    qualquer tipo de violência é chocante. Fico até sem ar. Violência é sinônimo de intolerância. E a intolerância destrói o mundo.
    Violência contra gays, crianças, mulheres, homens, enfim, sou CONTRA violência. E é contra ela que devemos nos unir. Não importa sexo, raça, credo e nem condição social.
    Violência viola direitos. É covardia.
    Não gosto de covardes e nem de injustiças.
    Pra mim a questão é por aí.

    Quanto a opção sexual, volto a repetir, cada um tem a sua. Minha vida, como você mesma disse, não muda em nada se o vizinho é gay. Se a melhor amiga resolveu namorar outra mulher.
    Eu gosto de homem e ponto. Cada um na sua e assim, a amizade continua. risos

    Beijos

    ResponderExcluir
  26. Ah, Dama!! Sei que o assunto é sério e foi muito bem ponderado em assertivo posicionamento da sua parte, mas fui tomada por seu abençoado senso de humor na escrita que torna divino até os assuntos mais polêmicos de se abordar...

    Excelente Ah, Dama!! Sei que o assunto é sério e foi muito bem ponderado em tom de alerta e assertivo posicionamento da sua parte, mas fui tomada por seu abençoado senso de humor na escrita que torna divino até os assuntos mais polêmicos de se abordar...

    Excelente alerta!

    Beijo.

    ResponderExcluir
  27. Eu acho você gosta bastante desse tema, porque dia desses ainda publicou aquele vídeo hehe
    Eu nao tenho nada contra um nem contra outro, e concordo com você, o meio termo seria ótimo, mas em se tratando de direitos, parece nunca é.

    beijinhos!

    ResponderExcluir
  28. Olá Dama,
    Fico feliz que tenha tido vontade de se expressar novamente, sem se cobrar ser polêmica e tal...

    Na verdade, eu acho essas novelas muito clichês e contraditórias. Aos mesmo tempo que lançam campanhas e apelos sociais, raciais, religiosos e tal, "abaixo o preconceito", ainda tem medo da sensura e da não aceitação em tratar livremente esses temas polêmicos abertamente. Prega que a sociedade tem que ser liberal, mas amarra o assunto tabu como anos atrás. Aceito que cada geração ou cada pessoa aceite ou não de acordo com seus valores, educação e tradição. Cada um sabe de sim. O que não aceito é preconceito e discriminação. E tb de mídias falso moralistas que ficam em cima do muro para ficarem bem com a audiência...

    Enfim...

    Bjokas e apareça qdo quiser!
    É um prazer!

    ResponderExcluir
  29. Eu acho que estou com você, sabe?! Eu até acho que está exagerado o apoio que a mídia vem dando a esse assunto e a forma como eles vêm tratando isso como se fosse normal todo mundo gostar dos homossexuais... e nós sabemos que na vida real não é assim!

    Mas eu tb fico chocada quando eu vejo violência contra eles! Cara, eu me colocoo no lugar ou coloco um filho meu no lugar e entro em pânico só de imaginar a violência que é gerada pelo preconceito descabido dessas pesssoas!!! Só de ouvir falar mal e com "nojinho" eu já fico revoltada... quando chega à violência e às vezes até à morte... nossa, isso me choca e me deprime profundamente...

    ResponderExcluir
  30. Estive ausente mas voltei... Eu não vejo novelas mas ouvi falar de uma cena de um gay morrendo espancado.

    Sabe, Dama, eu raramente vejo tv mas o que noto (pelo menos na Globo) é que agora tem um monte de gays em tudo que é programa. Não sou preconceituosa mas me pergunto se é mesmo necessário colocar homossexuais em tudo que é programa ou novela. Será que é ? Isso está sendo feito de uma forma inteligente ou estão colocando só pra dizer que tem ? As histórias tem pé e cabeça ou eles apenas aparecem de forma caricata? Existe uma preocupação em mostrar a vida, pensamentos, sentimentos e visão dos homossexuais ? Falam sobre os temas tabus de forma delicada ou agressiva?

    Como não acompanho nada na tv não posso dar minha opinião. Não sei como está sendo feito, mas acho que tudo demais é sobra. E tudo mal planejado acaba dando efeito contrário, se é que tu me entende !

    ResponderExcluir
  31. Olá dama, tudo bem? todas as batalhas são ácidas e difíceis por natureza,porém eu ainda não consigo compreender o que leva um heterossexual a a bater, espancar, e a até matar um homossexual, será que a felicidade alheia dói tanta assim, sinceramente, vejo um grande vazio nas pessoas que andam comportamentos de extrema hostilidade, e também tenho as minhas ressalvas a homossexuais que são radiciais, eu fico em duvida se o apoio da midia é realmente positivo, para mim é uma forma de se contra se fazendo de bonzinho, o lobo se disfarçando em pele de cordeiro, ou também uma forma de mascarar a realidade, mas o que mais me irrita é que muitos daqueles que se dizem descoladas, joviais e mente aberta, em suas atitudes, são tão antiquados,e moralistas, quanto aos moralistas e antiquados que eles condenam

    ResponderExcluir
  32. Oiiiii, td bem moça? Saudades de vir por aqui!
    Sabe, eu tb achei ridículo esse negócio de parada hetero, dia do orgulho hétero, o povinho não tem mais o que fazer não,né?
    Bjs!

    ResponderExcluir
  33. Coisa de deputado, so podia ser inutilidade.
    Realmente, Dama, virou uma guerra e esse assunto e é tão delicado que dá medo comentar, porque tem gente que já vem armada e já gera polêmica. Me alegra que a lei não foi aprovada, pois a guerra chegaria aos extremos e seria a mais nova guerra dos cem anos, porque sempre vai haver discussão sobre o tema.

    ResponderExcluir
  34. Dama, tema cheio de controversas das quais ninguem quer falar.
    Se eu fosse como vc anonima com certeza boaria a boca no trambone tb! As pessoas criticam que faz isso, mas nao se intimide, continue escrevendo o que pensa. É teu diferencial, é o que gosto aqui!
    Excelente post, concordo plenamente com vc e sou hetero, mas uma grande defensora dos homossexuais!
    Bjos

    ResponderExcluir
  35. Bom, como uma homosexual, hoje assumida, eu concordo com todos pontos e vírgulas desse seu post! Mesmo pq, a um tempo atraz conversamos fora daqui do blog, e eu meio que dizia que era, mas tinha medo de me expor, pq o mundo ta cruel com a nossa 'classe' se é que podemos classificar, pq pra mim somos todos iguais! Eu também nao sou a favor da radicalização, tanto para o lado hetero, quando homo, existem limites! Essa questão do Orgulho Hetero pra mim, foi mais uma forma de preconceito, e pior ainda, onde nao deveria haver, no plenário! Ai vem um ou outro dizer que temos os mesmos direitos de qualquer hetero 'hoje em dia'! Se tivessemos, eu nao saíria de um ambieten GLS c minha namorada, a 1 metro de distancia dela, por medo de ser atacada por 'radicais, doentes' que têm aversao a gays, e podem nos agredir de graça por nao gostar da 'classe'. As mulheres, ainda têm um ponto a mais, por 90 entre cada 100 homens, terem a fantasia sexual de ver duas mulheres juntas...mas isso é uma coisa tão nojenta, colocar o sentimento de duas pessoas como aperitivo sexual! Por isso, o riso de sermos atacadas e violentadas é menor...mas nao nos livramos do risco de estupros e outras violências mais! Já os homens, gays, sofrem e muito com isso, e eu comparo essa situaçãoo de Gays hoje, como a época da escravidão, que negros nao tinham direito a nada, apenas a ficar calado, e obedecer o que o coronel mandava! De certa forma, é assim que acontece, por que temos que nos calar, e obedecer às regras da sociedade, medilcre, e suja, onde se rouba na cara dura, se mata e nao acontece nada, mas se beijar me publico, ou demonstrar carinho por uma pessoa do mesmo sexo, em público, é crime! Fico por aqui, se for falar tudo que penso, farei um post em seus comentarios! rs

    ResponderExcluir
  36. Oi!
    Desculpe a demora em aparecer...tenho andado um pouco fora da Web. Meio cheia.
    Mas o assunto é importante e escrevi, ou pretendi, escrever algo ironizando esses radicalismos.
    Sou totalmente favorável que cada pessoa sadia adulta e bem resolvida faça da sua vida o que quiser e com quem. O casamento gay é um direito que deve ser adquirido. Por que não seria?
    O preconceito tem de ser combatido. As pessoas bem educadas e instruídas são mais tolerantes com as diferenças. No dia em que tivermos um povo mais educado e instruído esses preconceitos tolos diminuirão e muito!
    Beijo,

    ResponderExcluir
  37. Olá Dama,
    vim, apenas, para esclarecer-te. Sim. Bixudipé é um blogue coletivo, mas nem tanto: somos "apenas" dois: Eu - Rodrigo Davel - e meu amigo Maycon Saiter; no entanto, temos toda nossa pluralidade.
    Como já adiantei, vim somente para nota de esclarecimento, mas não pude deixar de ler sua postagem. E que saber o que achei (?): Deu um show em linhas grafadas. Não lembro-me de ler nada mais sensato, coerente e imparcial, sobre o assunto abordado, em tempos. E digo isso por experiência pessoal; tenho essas mesmas diretrizes a cerca do assunto. Entretanto, nunca consegui transformar em em escritos com tamanha perfeição.

    Obrigado pela visita, volte; por favor!

    Abração.

    Rodrigo Davel - Bixudipé.

    ResponderExcluir
  38. Nem somando todas as minhas dúvidas e incertezas
    não deixarei de seguir sempre em frente.
    Não é duvidas que trago no meu coração,
    mais uma convicção de que vencerei todos os obstaculos
    que hoje paresse não ter fim.
    Nossas dúvidas são traidoras e nos fazem
    perder o que temos de melhor em nós a fé
    ,,bem maior que temos em nossas vidas.
    E isso não vou perder nunca.
    Hoje só quero deixar muito amor e carinho
    pois você mereçe tudo de bom
    nessa vida.
    Estarei aqui sempre que Deus me permitir
    você tem contribuido para que
    a cada dia me sinta mais forte.
    Creio posso viver melhor
    e muito mais feliz com seu carinho.
    Deus abençoe seu final de semana beijos no coração,Evanir.
    Muita paz no coração.
    ~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~
    Se queremos progredir, não devemos repetir a história,
    mas fazer uma história nova.(Mahatma Ghandhi)

    ResponderExcluir
  39. Que cada um cuide da sua vida e pronto! Concordo plenamente com vc quando diz que se o seu vizinho é gay ou não nada vai mudar na sua realidade... é por essas e outras que não entendo esse tipo de preconceito, cada um é como é, simples assim, eu sou hetero, se o outro é gay e daí? É gente também não é? Então não faz diferença! O que faz diferença é a pessoa ter caráter ou não, é a pessoa ser decente ou não... ser um assassino ou uma pessoa de bem, uma pessoa "normal" ( ou relativamente normal, rs ) ou um pisicopata! É isso aí, um beijão pra vc!

    ResponderExcluir
  40. Oi Dama,que saudade de ti,queridona!
    Olha,eu ando cansada desse assunto tão fóbico e teu post foi certeiro,mas vou mais além. Acredito que todo o excesso, seja de que forma for, banaliza qualquer tópico e este assunto já deu o que tinha que dar.O povo devia é viver a sua vida e ponto.
    Belo post, como sempre,né amore?
    bjosmeus

    ResponderExcluir
  41. essa conversa é coisa de uma ala conservadora aqui de sampa. Não e para ser levado a serio!
    BJSSS
    LEO.seximaginarium

    ResponderExcluir
  42. Dama,

    concordo com o que você citou, fico preocupada com essa abertura da mídia que faz parecer que tudo está bem, quando na verdade sabemos que o buraco é mais embaixo, que o preconceito reina e que o politicamente correto apenas coloca um manto superficial sobre a questão.
    Sua participação foi oportuna e casualmente acabo de receber um comentário como o que você mencionou, rs, mas é a vida.
    Grandes beijos e ótima semana

    ResponderExcluir
  43. mania que as pessoas tem em colocar rotulos: branco, negro, gay, lesbica, hetero...

    Ah, somos todos ser humanos.Com nossos defeitos, nossas virtudes, nossas feiuras e nossa luz.

    Bom vai ser o dia em que a gente consiga ver alem das aparencias.

    bj

    ResponderExcluir
  44. Eu aqui, gay e fã! ;D
    Até dentro do grupo gay há preconceito "passiva é inferior ao ativo" "pode ser viado, mas precisa ser mOlher?".
    Acho que bom seria que cada um vivesse a sua vida, né? E desde que num faça mau ao outro, é válido.
    beijos

    ResponderExcluir

Eu sempre vou respeitar sua opinião, mesmo que não concorde com ela. Então, por favor, respeite a minha!

Comente com civilidade!

Se seu comentário foi recusado, certamente a explicação está aqui:

http://confissoes-femininas.blogspot.com/2011/07/comente-com-educacao.html