segunda-feira, 11 de janeiro de 2010

Gente certinha.... arghhhhh!!!

Definitivamente gente certinha me cansa, me dá tédio, me enjoa... Essas pessoas que nunca fumaram, nunca tomaram um porre, que nunca deram um "tapinha" num cigarro de maconha, que nunca sonegaram imposto de renda, que nunca ficaram com 10 centavos de troco dado a mais, que não falam mal dos outros, que não falam palavrão, que acham que sua religião diz tudo que é certo na vida, que não perdem noites de sono, que não sentem atração por outras pessoas quando estão casadas ou namorando, que não fazem sexo por sexo, que nunca tiveram uma época promíscua na vida, que nunca "pagaram mico", que nunca descumpriram uma ordem, que nunca desrepeitaram uma lei, que nunca "colaram" em provas... Enfim, essa gente certinha chata, mala mesmo!

Não é que eu deseje que as pessoas não tenham ética ou moral, ou não tenham as duas coisas... Não é uma questão de querer que sejam mal caráter, porque desses eu quero distância... É aquela pessoa que tá sempre "nhém, nhém, nhém" para que todos a amem pelo anjinho que são... Mulheres são dadas mais a esse tipo do que homem, mas conheço uma penca de homem que se enquadra nesse perfil... rs

Eu convivo com um homem assim, ele não é tão chato porque parece que ele é certinho mesmo, mas definitivamente não o invejo... O que me dá raiva mesmo é do certinho que fica em cima do muro... Tá sempre dizendo tudo o que é bom a ser feito, faz "carão" reprovando os outros, deixa as pessoas autênticas se sentindo o Satanás, mas quando tem uma oportunidade, bem que cometem seus deslizes... São condescendentes com eles mesmos, mas cruéis com os outros...

Isso é mais do que ser hipócrita... Hipócrita é aquele que age errado, não se culpa por isso e na frente dos outros se mostra puro, ingênuo, santinho... Gente certinha age errado, sente uma puta culpa, mas continua com sua obstinação em ser a pessoa mais correta do mundo, reprovando sempre os outros...

Seja o certinho que chega a ser chato por sempre agir certo, ou o certinho dissimulado. Os dois me dão um tédio imeeeeenso! E eu atraio os dois tipos! Logo eu, que sou toda errada da cabeça aos pés! Tento não prejudicar ninguém porque tenho meus princípios, mas estou mais pra vilã do que pra mocinha. Diria que sou uma errada assumida! Pago meu preço, mas prefiro ser assim!

Bem... tem os preços dispensáveis que não pago mesmo, como assumir minha identidade no blog... Pra que? Se o que quero é mostrar o que penso e não minha cara? Mesmo assim eu já paguei esse preço em outro blog e achei um sofrimento totalmente inútil! Basta ser uma vilãzinha no dia-a-dia... rs...

A gente precisa usar a inteligência pra filtrar o que um grupo tem capacidade ou não de aguentar e isso não é ser certinho hipócrita... Por exemplo, o pessoal do meu trabalho não sabe que gosto de beijar mulheres, porque já me tem como uma louca promíscua e isso seria demais pra mente fechada deles. Mas defendo o direito das mulheres se beijarem e digo pra eles que não vejo nenhum mal nisso... Entenderam? Você pode assumir sua postura sem precisar pagar um preço absolutamente dispensável, que não te traria nada além de sofrimentos extras... Sei que nenhum deles me perguntariam se já beijei uma mulher, mas se perguntarem, já me conheço, vou acabar dizendo que beijei... ahahah... E vou ferrar toda a minha teoria... Como já disse, eu sou toda errada! ahahah

Pessoal! Certinhos ou não, acho que o grande barato é se assumir! O tal cara certinho que convive comigo não me chateia tanto porque ele se assume! O problema não reside em ser diferente da gente! O problema está em você ver que aquela criatura tá errando igual a você e está te recriminando! Isso eu não aceito!

45 comentários:

  1. dama
    tambem nao acho nada interessante o todo certinho ou a certinha,parece que nao acrescenta nada!!!
    as erradinhas como a gente tem moral e etica propria e respeito.
    muito bom este post, ha tempos queria dizer isso, e acrescento vao cuidar da sua propria vida,cada um sabe o que faz e conserta como pode.hahahah
    bjossssss

    ResponderExcluir
  2. Adorei seu blog! Seus textos são muito bons!
    Coloquei nos meus favoritos! xD
    depois passa no meu pra conhecer!
    beijo

    ResponderExcluir
  3. Dama,
    Saudades de vir por aqui!

    Olha eu defitinivamente detesto os tipos certinhos, os meigos, eles me irritam profundamente... pelo simples fato de na sua gde maioria vivem de mascaras!
    Quem é perfeito o bastante para apontar o dedo na cara do outro?
    Quem conceituou o certo ou errado?
    Pra mim não passam de um bando de preconceituosos, pessoas hipocritas que não sabem conviver com as diferenças!
    Viva a liberdade de escolha, viva o respeito em relação ao espaço do outro! Viva as diferenças!
    Isso que faz do mundo algo tão encantador, isso que nos faz querer encantar pessoas e deixas que elas nos encantem tbm, contando suas historias, expondo um olhar diferente sobre o mesmo tema, seja essa de gel no cabelo partido certinho ou de cabelo azul arrepiado.
    Seres humanos são muito ricos e devem ter seus tesouros respeitados!
    Nossa.. quase a biblia! kkk
    Gde bjo!!!!!

    ResponderExcluir
  4. Uäáááá',você falar minha lingua!
    Olha meu quadro, sou centradíssima, apesar de todos meus desvairios!
    Se eu me conheço de um extremo ao outro, mais facilmente reconheço o meio termo, o equilíbrio!Faz sentido?
    Faz um monte para mim.
    Quanto ao preço, que tu já conheçe,pago sempre.
    Chamo essa hipocrisia de a maldição do politicamente correto,que não inclui os que são neuróticamente corretos.Desses eu gosto, e me auxiliam um monte.
    bjo

    ResponderExcluir
  5. Hipocrisia e gente (metida a) certinha a gente vai encontrar sempre. Também não gosto de gnte assim.

    Pior é coviver com pilantras na nossa frente, sem poder fazer nada pelo fato de sermos apenas subordinados. Pior ainda e o pilantra assumir na nossa cara os esquemas que faz - e a gente engolir a seco e com areia.

    ¬¬

    ResponderExcluir
  6. Ah! Como eu estou de acordo contigo Dama, eu tb nunca gostei de semideuses, dedos acusadores q n fazem mais nada a n ser olhar os outros e criticar cheios de falso moralismo e treta dessas... de resto sao uns chatos sem sal mesmo, vai dai!

    eheheh viva gente errada, atrapalhada, q pisa na bola e n tem medo de assmir e andar em frente, qual é o drama? quem diz q nunca fez merda p mim está mentido mesmo de qqmodo!

    oh, vou é trabalhar!

    :)

    bjao

    ResponderExcluir
  7. Dama,
    gente que é " metida" a " boazinha" e vive criticando a maneira de ser do outro é doente da alma. Não tem vida própria.
    Quem gosta de apontar o dedo e fazer discurso geralmente é dissimulado e/ou hipócrita.
    Pessoas metidas a " dona da verdade" estão sempre prontas para " ferrar" com o próximo,usando a "falsa bondade" para manipular.
    Se cada um vivesse a própria vida, garanto que o universo iria agradecer a economia de energia.
    Tentar ser certinho demais é de " enlouquecer".

    Boa semana
    e beijos !

    ResponderExcluir
  8. Vamos p partes como diria meu amigo Jack estripador:
    - A lista tem itens com os quais não compactuo pq tenho certeza q isso faz parte dos meus paradigmas imutáveis. Tipo: pessoas q nunca fumaram – NUNCA FUMEI e nem pretendo. Respeito as pessoas q se utilizam desse subterfúgio p desestressar, ou seja lá qual for sua “desculpa”. Logicamente q esse respeito é d mão dupla, pq se tem uma coisa q não suporto é pessoa sem noção q fica soltando a fumaça na cara d terceiros.
    - Nunca tomaram um porre – já tomei porres memoráveis. Na verdade foram 3 ao todo, daqueles q vc não tem a mínima noção d como chegou em casa e subiu as escadas sem acordar a vizinhança inteira acordar. Apesar d não fazer isso com freqüência por vários motivos, entre ele a ressaca moral, evito beber e qdo bebo é “socialmente”, tento manter distância d bebidas alcoólica.
    - Nunca deram um "tapinha" num cigarro d maconha – NUNCA DEI E NEM DAREI. Tenho medo. No entanto, tenho amigos queridos q são usuários (festas) e nem p isso deixo d anda e falar com eles. Cada um com seu cada qual. Eles me respeitam p ser “careta” e eu os respeito pela decisão d fumar ou cheirar. Não creio q o consumo “vezenquando” contribua p mudança d caráter. Agora qdo a pessoa passa a usa isso com determinada freqüência e utiliza d mecanismo outros p obter a droga, ai sim, sou contra.
    - Q nunca sonegaram imposto d renda, q nunca ficaram com 10 centavos d troco dado a mais, q não falam mal dos outros, q não falam palavrão – NÃO LEMBRO d t sonegado impostos, mas ficar com 10 centavos a + no troco, isso já fiz. Falar mal dos outros todos falamos, acho até q todo mundo tem seu dia d Naja pelo menos uma vez p semana, mas tento sempre resolver minhas diferenças no cara-a-cara p evitar mal entendido q possam surgir, talvez p isso sou taxada d antisocial, antipática e outras qualidades. PALAVRÃO, bom isso já é outro departamento. Aqui em casa minha mão sempre foi durona qto a isso. Ninguém se atrevia a chamar palavrões, mas depois d um certo tempo virei a rainha da “boca suja”. Falo palavrão sim, e dpois q o descontrole tomar d conta, é melhor sair d perto, pq meu estoque é quase inesgotável. Não me orgulho disso, mas acho q com o palavrão vc pode fugir da famosa cena da “via de fato” e deixa claríssimo q vc não leva desaforo p casa!
    - Acham q sua religião diz tudo q é certo na vida – DURANTE UM CERTO tempo (mto curto p sinal) fui rata d igreja e como toda caótica fanática acreditava piamente q a minha religião era A religião e q todos q professavam outras crenças eram errados. Dpois d um tempo sem acreditar em nada, passei a freqüentar o espiritismo e hj em dia sou bem aberta qto a isso. Acho q todo ser humano deve acreditar em alguma coisa, desde q essa religião não prejudiq ninguém.
    - Q não perdem noites de sono – ESSE É UM ASSUNTO CHATO P BURRO. Qdo a ansiedade bate, além d não dormir, tbm fico sem fome. É uma merda! Visto q adooro dormir. - Q não sentem atração p outras pessoas qdo estão casadas ou namorando - OLHAR NÃO TIRA PEDAÇO, e a menos q me provem o contrário, todos sentimos atração p pessoas e não acho q isso seja mal. Agora traição “carnal” ai já é outro problema e tem muito pano p manga.
    - Q não fazem sexo p sexo, q nunca tiveram uma época promíscua na vida – SEXO P SEXO nunca aconteceu. O q a senhorita ta entendendo p época promiscua? Será q é aquela parte do seu passado negro q vc renega? Se for, então tive uma época promiscua - e cá entre nós, às vezes dá uma saudade...
    - Q nunca "pagaram mico", q nunca descumpriram uma ordem, q nunca desrespeitaram uma lei – TODAS ESSA JÁ FIZ, acho até impossível q alguém nunca tenha desrespeitado um sinal vermelho, escutar som + alto do q o permitido no prédio.
    - Q nunca "colaram" em provas – ESSA TAMBÉM NUNCA FIZ e explico, sempre fui estudiosa, não precisava colar. Mas será q passa cola p os outros está incluído no pacote?
    Resumindo: "Certinhos ou não, acho que o grande barato é se assumir!"

    Beijos
    M.P.

    ResponderExcluir
  9. Isso é terrível mesmo!

    O que mais me incomoda profundamente é a falta de respeito à liberdade do outro. É a pessoa agir de uma forma e condenar quem age diferente dele, como se fosse o dono da verdade.

    Sem contar naqueles não não são certinhos espontâneamente... Eles se fazem de certinhos. Mas não sempre... só quando estão na presença de determinadas pessoas. Sabe como é?! arg!

    ResponderExcluir
  10. Eu cheguei a conclusão que todo mundo que é certinho demais e julga os outros, é hipócrita.
    Concordo com vc, o problema não é ser certinho, é julgar os outros...
    Beijos!

    ResponderExcluir
  11. Hehehe!!! Lendo seu post, dama cinzenta, me lembrei do que dizia aquele velho deitado: "Os opostos se atraem".
    Ainda hoje, não tenho certeza se é assim mesmo. Até porque creio que sou bipolar. Em certas fases, sou o loucão que topa tudo; em outras, fico tão quietinho que nem me percebem. Aí, começa tudo de novo. Mas, com certeza, fico com sua teoria: entre o certinho que nunca tomou um porre, nem passou uma noite com uma desconhecida etc e tal, e o malucão que encara (ou já encarou, tem a idade, né?) as "coisas boas da viva", fico com o segundo!
    Bjoooooooooo!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  12. Puxa... comecei a ler e putz, se eu convivesse com vc ao vivo diria que este texto foi escrito sobre eu inteiro ahahha pq me acho mto certinho, mto chato... e eu sei que não sou mas sim... ando ficando, querendo um mundo mais comportado, com menos problemas, injustiças e sei lá... eu me sinto meio assim, td certinho demais apesar de não ser tão assim ahahha surtei, mas de qq forma já fui bem mais politicamente incorreto mesmo.

    E teve uma coisa mto engraçada q eu lembrei enquanto lia... sabe, nunca fumei, nem sou de beber. Nada. Nada de nada. Ms não tem a ver com postura ou modo de ser... eu apenas nunca tive vontade. Porém jpa tive mtos alunos e alunas que fumavam e bebiam de tudo... dois deles trabalharam comigo na empresa e era mto divertido eu NUNCA ter falado nada contra ... nem a favor. E eles saiam do ambiente.. iam duas, 3 ruas longe da empresa... davam suas voltas, faziam suas viagens e voltavam 'limpos' hahaha prontos pra trabalhar. Uma vez um deles chegou muito feliz e acabou dormindo nos fundos em vez de trabalhar. E numa aula.. no colégio, um aluno que costumava chegar da noite direto pra aula, deitou no chão e dormiu... o diretor da escola entrou, olhou... ficou sem saber o que fazer e eu na minha hahaha dei bom dia e continuei a aula. O aluno q tava aparentemente dormindo e chapado com mto rum chamou o diretor e comentou sobre a matéria que eu tava dando naquela aula .... convidando o diretor pra assistir a aula ahahah que tava 'muito louca'...
    Bom.. escrevi demais hauahua BEEEIJO.. Amo vc minha amiga Dama!!!

    ResponderExcluir
  13. SUPER CONCORDO: "Certinhos ou não, acho que o grande barato é se assumir!"

    Hipocrisia é o maior traço de falta de carater que alguém pode ter!

    pra variar, amei o post!!!

    bjo amigaaaa

    ResponderExcluir
  14. adorei seu texto, magnífico. e como você mesma diz, o barato é se assumir, aí está a essência de ser feliz. bravo!!!
    Beijos e um Feliz 2010.
    Cleo

    ResponderExcluir
  15. Gente certinha mé dá nos nervos. É igual entrar numa casa toda arrumadinha, parece que não tem vida por ali. Medo!

    Já me envolvi com um homem que era tão certinho que parecia asséptico. Ui que horror. Passou...

    bjos queridos pra ti!

    ResponderExcluir
  16. Acredito que seja uma visão preconceituosa a de que todo certinho ou certinha seja considerado tacanha ou que não respeita os diferentes.
    Isso não é verdade, conheço pessoas certinhas que sabem escutar e analisar o diferente sem a atitude de reprimir ou julgar. Tentando entender o outro. O fato de querer fazer as coisas certas, não significa chatice ou querer se mostrar. Existem certinhos que se aproveitam da atitude exemplar pra se autopromover.. Isso eu acho ridículo. Mas, existem pessoas ditas erradas que tbm o faZem. Porque assim com existem aqueles que defendem o certo, tbm existem o que defendem o errado e por aí vai. Só penso que devemos estar tranquilos com nossa consciência.
    Feliz ano de 2010!

    ResponderExcluir
  17. É fato que não existe um certinho (a) 100%, mas sempre tem um desses no nosso caminho.

    O meu pai é meio assim. Digo meio porque ele faz algumas besteiras, mas é todo politicamente correto com contas a pagar, com as questões da lei e tal. Tipo: se o sinal está vermelho, a rua está sem movimento, ainda assim ele para no sinal. Isso me irrita! rs

    Mas também essa coisa de julgar se a pessoa quer ser certinho ou não é complicada. Eu, por exemplo, gosto de sair, dançar até o chão, falar uma porrada de merda... Mas tem coisas que eu não acho legal para mim. Quero me fazer de certinha para uns? Não! Apenas tem coisas que me convém e outras não.

    A merda é quando realmente a pessoa não assume a postura que tem e recrimina os outros pela mesma atitude. Isso é ser hipócrita, sem personalidade e escrotice!

    Bjos

    ResponderExcluir
  18. ººº
    Corroboro em tudo o que diz aqui...

    ... ah ia-me esquecendo de dizer, tento seguir tuas directrizes, NUNCA fingi um orgasmo, rs...

    ... e vc lida bem com o ciume? tou-te esperando no meu cantinho.


    Bjo enciumado, rs

    ResponderExcluir
  19. na minha turma eu sou a caretona. Confesso. Mais eu não sou tão certinha ás vezes. Acredito que as pessoas tem que deixar o diabinho falar mais alto, pra dar folga ao anjinho.

    ResponderExcluir
  20. Se o cara disser que não faz nada de questionável porque não quer e não gosta, é um direito dele. Ele só não pode desrespeitar quem pensa diferente e muito menos dar uma de santinho, condenando esses comportamentos publicamente enquanto os faz no particular.

    Eu admito que tenho lá meus prblemas com fumaça em geral, seja nicotina ou maconha, mas o meu fígado bem sabe que eu não tenho moral pra condenar o vício de ninguém.

    bjs

    ResponderExcluir
  21. O "certinho" é o chato no grau máximo da chatice.
    Imagina que o mundo seja medíocre como ele, conformado com as regras não agrega nada nessa já tão pobre existência humana.
    Lindo post, como todos.
    beijão

    ResponderExcluir
  22. Eu não acredito em gene certinha...
    Prá mim esta é a definição de recalque!!!

    Beijo

    ResponderExcluir
  23. Olá... Adoro o seu blog... E passei para convidar a visitar o meu:
    http://benditoentreasmulheres.blogspot.com/
    É um blog com conteúdo adulto mas sem vulgaridade... O blog que nós mulheres pedimos a Deus. É um colírio para os olhos. É a vingança feminina ao fruto de todos os nossos pecados. Lá as boas garotas são más...
    Apreciem sem moderação... Beijinhos

    ResponderExcluir
  24. Certinhos, certinhas não existem. O que existem são pessoas contidas mas que a qualquer momento acabam cometendo algo que uma pessoa normas, como nós, comete a toda hora.
    E lá se vai mais um certinho saido da estatística. Hehehehe

    ResponderExcluir
  25. Da série "perguntar não ofende"...

    Se o problema é julgar os outros, não seria "problemático" o seu post, já que está julgando os chamados certinhos?

    Acho que essa questão de ser certinho ou não é de difícil conclusão. Como os errados não gostam de ser marginalizados pela sociedade, não seria um direito de todos seguir da forma que melhor lhe convier?

    Conheço gente errada e certinha e não me considero em nenhum dos grupos. Mas um julga o outro o tempo inteiro... Os errados falam mal dos certinho e vice-versa. Complicado demais pra minha cabeça.

    Consegue chegar numa solução, Dama.

    P.S.: Tô voltando... ;)

    ResponderExcluir
  26. acho que agente deve ter combinado um post... ashashahshahsa

    detesto e ponto, gente certinha são hipocritas natos... estou muito bom em trazer essas pessoas certinhas para o mundo das sombras..... e descobri...que eles se descobrem....

    ResponderExcluir
  27. Tô com vc e não abro. Odeio gente certinha... faz a gente, que não é tão certinha assim, parecer umas imorais. Agora o que odeia mesmo é o falso certinho. Aliás, o falso moralista! Prega, fala, age como se fosse o senhor da razão, mas por conveniência, nem sempre é o que ele gostaria de estar fazendo, pensando ou sentindo, de fato.
    Acho que o mundo moderno precisa de mais autenticidade das pesoas e que estas se firmem como são em seu meio. Mostrar a cara... dizer q que veio, dá a carta de apresentação...

    É assim que penso, é assim que sou!

    beijokas linda

    ResponderExcluir
  28. Bah entendo perfeitamente o que quis dizer e me senti um pouco neste relato de seu blog. Peguei um pouco dele para mim. Tenho um amigo, um grande amigo, que por respeito não vou falar a religião que ele se converteu mas chega a doer e até já briguei com ele várias vezes pois ele fica agora julgando o que todos fazem. Na nova crença dele, a pratica do sexo só é bem vista para reproduzir no casamento, depois do tal papel passado. Só que eu sei que ele não faz isto entende, e tenho pavor de ver ele julgando os outros sendo que muitas coisas que ele julga nem ele faz.
    Pessoas hipócritas são a pior espécie, sou a favor de assumir seus atos, quando é claro pergutando. Tem tanta coisa que as pessoas nem se atreveriam a me perguntar, mas quem sabe imaginam ou tem vontade de saber, que se não me perguntam porque vou falar? Só se me perguntar. E ainda sim, terei o maior cuidado de responder de acordo com o ambiente, cuidado com as palavras, mas sempre a verdade.
    Sou meio errada também rsrsrs...
    Abraços, ótimo blog!!!

    Verônica Elias

    ResponderExcluir
  29. A maioria dessa gente é pura hipocrisia !!!

    Tem vontade de fazer muita coisa, mas para manter uma apárência não a faz, e aí crítica os outros, pq por dentro estão se moredndo de inveja !!

    Tá ótimo o blog ! bj

    ResponderExcluir
  30. Importante é a pessoa se assumir para os certos :)

    Beijos!

    ResponderExcluir
  31. hahahahahaha! de fato hipocrisia é pior que o raio do Campari! que bebida miserável...nunca havia tomado e me arrependi diga-se de passagem.Bem, eu to avesso a essas atitudes santarronas e hipócritas com força e descaradamemte.Quinta fui num aniversário da filha de uma amiga e bati boca com a mãe do namorado da aniversariante, que estava roubando as taças da festa (detalhe que por taça quebrada ou sumida a minha amiga pagaria 5,00 reais)... imagina que sogra dos infernos a filha dela está arranjando. Dai depois de conversar com ela de forma discreta e educada e ela fazer tipo da "santinha ofendida e caluniada", quando saiu dos olhares dos outros convidados, ai se revelou uma barraqueira daquelas... dai eu pirei, mandei a mulher se fuder entre outras coisas, e ela saiu gritando rua afora... detalhe, no dia seguinte negou tudo e falou que era calunia minha pois ela tem um nome a zelar e nem sabia do que eu estava falando...peste falsa.
    Desculpe a forma como isso foi escrito acima mas to com preguiça de revisar...
    bjão

    ResponderExcluir
  32. Dama, já fui taxada de certinha porque sou muito organizada. Por exemplo, ninguém acredita mas controlo meu orçamento doméstico numa planilha de excel. hahahaha
    Mas já colei em prova (várias!!!), dei tapinhas, já soneguei informação, já errei feio, traí, critiquei e falei mal, fiz sexo por sexo (e foi ótimo!) e mil e outras coisas politicamente incorretas. E continuo me considerando uma pessoa do bem. Em busca de maior desenvolvimento espiritual, mas cheia de defeitos e vez ou outra errando procurando acertar.
    Um beijo pra você e bom fim de semana

    ResponderExcluir
  33. Amei seu blog. Muito bom mesmo... Coloquei um texto de Flavio Gikovate, que vc tem no seu blog em postagem do ano passado, no meu blog. Qd puder, se quiser visite um dia desses. www.diasecirculos.blogspot.com

    ResponderExcluir
  34. Vc é um sarro!
    Inteligente também!
    Já fiz inúmeras cagadas, e se me perguntarem..., eu falo. Já me peguei percebendo que tem gente que não entende bulhufas. aí, dei uma 'voltinha' no papo, disfarcei, sorri, emendei outro assunto correlacionado, e deixei quietinho.
    Realmente é besteira colocar certos assuntos para pessoas que estão preocupadas e cientes só com o mundo delas. Nem sempre por burrice, mas, por serem elas mais 'simples' e fechadas a comportamnentos abertos, desencucados.
    Só pra saber: que blog era esse que tinha? (Rêrêrê!!)
    Ahh: sua risada é bem legal!

    ResponderExcluir
  35. Hahaha... Vdde... Acabei d lembrar do meu 1º porre, ñ sei pq... hahaha...

    Bjus!

    ResponderExcluir
  36. HUm... Eu já fui certinha... Destas bem chatinhas,não hipocrita, eu era certinha mesmo, destas que sente uma puta culpa, por não gostar de uma pessoa que só te faz mal... Mas o tempo passa, a gente muda e hoje, hum...Bem... Digamos que eu também esteja beijando mulheres, rsrsrsrsrsrsrs.
    Acho que cada um deve ser da forma como quiser ser, a partir do momento que não faça mal a ninguém e acho que devem ser respeitados da forma como escolherem viver...

    beijos e borboletas.

    ResponderExcluir
  37. Bom, como sempre concordo plenamente....e digo mais: todos acham que o objetivo dos psicólogos é tranformar as pessoas em certinhas, mas não é...e nem em pessoas felizes, pára, ser feliz sempre n dá e é chato, o que queremos é que nossos pacientes se transformem em pessoas autênticas, de bem consigo mesmas, e só, mas isso é tão difícil né...ah, e obrigada pelo olá de boas vindas...fiquei surpresa.

    ResponderExcluir
  38. AMei... esse texto sobre os certinhos cai mto bem para mim e se vc me permitir gostaria de postá-lo no meu blog (com os direitos autorais é claro)
    na verdade não gosto mto de usar textos 'alheios', mas é que esse tá perfeito para dar uma alfinetada em alguns certinhos de plantão que me irritaaaammm... então se vc não se importar...


    e qdo quiser visitar meu blog, fica a vontade, na verdade estou parando de atualizar esse, pois criei um novo sem identidade...
    chamado segredocompartilhado.blogspot

    bjus
    =**

    ResponderExcluir
  39. Cara, eu tava falando hoje sobre isso... Odeio essas pessoas "certinhas" que se dizem "normais".
    Odeio gente "normal"! Coisa mais sem graça..
    E Esse lance de não se identificar acho muito legal também, já pensei em abrir outro blog onde ninguém soubesse quem sou, onde pudesse realmente botar tudo pra fora...

    Adorei o blog, voltarei sempre. ;)

    ResponderExcluir
  40. Sempre cometo erros perfeitos! Na hora de errar, acerto na veia.

    ResponderExcluir
  41. Sempre cometo erros perfeitos! Na hora de errar, acerto na veia.

    ResponderExcluir
  42. Muito bom... A tempo não dava uma passadinha aqui (nem aqui, nem no meu. rs).

    Gente certinha é um saco meeeeesmo!

    Abraço.

    ResponderExcluir
  43. adorei seu blog, e estou passando por essa situação na mnha vida!
    Sempre convivi com pessoas porra loca, ms ai entrei pa faculdade d engenharia e, as pessoas s extremamanete certinhas e chatas, e vivem falando mal d mim q n sou nada normal! hahahaha

    q odioo

    ResponderExcluir
  44. xONADA No teu post!

    procurando no google:" pessoas certinhas me irritam"

    vim parar aqui.e tipo ja estou seguindo!
    vou continuar aqui e ler tudo que puder,adorei!
    Sou destas!! ;)

    ResponderExcluir
  45. Queria fazer meu comentário. Não julgue todos os certinhos. Eu, por exemplo, sou certinha porque é da minha natureza, mas estou pouco me lixando se fulano bebe, fuma, transa enlouquecida e desvairadamente, se sonega imposto ou beijam pessoas do mesmo sexo. Não dou lição de moral. Estou nem aí. Pessoas erradas fazem o que fazem por que motivo? Sei lá. Não sou como eles, como é que vou saber. Vai ver fazem porque estão afim de vc msm. Foda-se.

    ResponderExcluir

Eu sempre vou respeitar sua opinião, mesmo que não concorde com ela. Então, por favor, respeite a minha!

Comente com civilidade!

Se seu comentário foi recusado, certamente a explicação está aqui:

http://confissoes-femininas.blogspot.com/2011/07/comente-com-educacao.html